Ir direto ao conteúdo

Redes Sociais do Jus Navigandi

  1. Hiran Braga Barreto
    23/10/2008 11:35

    Tenho um funcionário que foi admitido em 01/09/2008 e demitido em 14/10/2008. Neste período teve 07 faltas, a pergunta é: ele tem direito ao avo de férias proporcionais?
  2. João_1
    23/10/2008 13:06

    Sim. Primeiro você calcula a quantidade de dias de férias que teria no período de 1 ano, nesse caso, 7 faltas, teria 24 dias de férias.
    Ache o valor dos 24 dias de férias e divida por 12, o resultado representa o valor de 1/12 avos que ele tem direito.
  3. Clê
    23/10/2008 14:05

    Olá, concordo em parte com a resposta acima. Houve aviso prévio indenizado? Se houve ele tem direito a mais um avo.
  4. nalva_1
    02/12/2008 17:45

    Boa tarde,
    gostaria de saber se um empregado que teve 26 faltas e tem 9 meses de ferias proporcionais, agora ele pediu demissao, como fica na rescisao, posso descontar e qual valor, salario dele é 445,00.
    obrigada
  5. Clê
    03/12/2008 09:53

    Nalva:
    Pelo art. 130 da CLT quem falta de 24 a 32 dias terá descontado das férias 12 dias corridos. Evidente que esse calculo é válido para férias integrais. Então nós teriamos para o calculo proporcional de 9 meses, 9 faltas, concorda (12 faltas para 12 meses, 9 faltas para 9 meses).
    O calculo seria:
    R$ 445,00/12*9 = valor das férias proporcionais a 9/12 = 333,75
    1/3 sobre férias = 111,24
    Soma 444,99
    Desconta 9 dias = 444,99 - 133,50 = R$ 311,49
  6. João_1
    04/12/2008 11:19

    Desculpe Clê, mas se concordou com o meu cálculo, acima, não entendi como chegou a esse valor de férias?
    O correto, para mim, é:
    -26 faltas, direito a 12 dias de férias integrais = R$ 237,32 (445,00+1/3 div.por30x12).
    Férias proporcionais de 9/12 avos = R$ 178,00 (237,32 div.por 12x9).

    Valor correto de 9/12 avos de férias proporcionais = R$ 178,00.

    Esse é meu entendimento.
  7. Clê
    04/12/2008 11:30

    João:
    Vc tem toda a razão. Na realidade eu considerei como se tivesse descontado 12 dias e não TIVESSE DIREITO A 12 dias. Meu calculo ta errado mesmo, desconsiderem.
  8. ROMULO DE OLIVEIRA MARTIND
    01/04/2009 23:30

    É galera... e o que voces me dizem a respeito do que diz o parágrafo 1º do artigo 130 da CLT "É vedado descontar, do período de férias, as faltas do empregado ao serviço."
  9. evandrosmiranda
    28/07/2010 16:04

    preciso de ajuda, pois trabalho em escala de 12x36 (tecnico de enfer.), ou seja sou plantonista e tive 18 faltas no período de 7 meses, ao pedir demissão não tive direito na minha rescisão do valor das minhas férias proporcionais, pois fui informado que excedi o limite máx. de 32 faltas no ano, ou seja, 36 faltas. iria cumprir avido prévio porém faltei o inicio do aviso do dia 23 ao dia 10 e no dia 11 do mes fui dispensado do mesmo pela empresa. (computado 20 dias de faltas). minha maior dúvida é embora tenha descontado do meu salario minha falta, apenas o dia e não a folga, é correto dobrar minhas faltas para estourar o limite de 32 (18 faltas passando para 36). na contabilidade, desconta para calculo o meu plantao e a minha folga? como deve ser feita minha rescisão?? inicio 23/11 pedido 21/06 term 20/07. salario 870,00. 13 proporc? ferias? saldo de salario? se puder me ajudar. grato
  10. P.carv
    27/02/2011 12:16

    Tenho uma funcionaria que falta em media 05 dias mes , tenho que dar as ferias como calcular os dias e o 1/3 , ja que ela ganha R$ 800,00 mes?
  11. MARIA DA GLORIA PEREZ DELGADO SANCHES
    27/02/2011 12:52

    Se ela falta, em média, cinco dias por mês, não tem o direito às férias.

    Conforme dispõe a CLT:
    Art. 130 - Após cada período de 12 meses de vigência do contrato de trabalho, o empregado terá direito a férias, na seguinte proporção:
    I - 30 dias corridos, quando não houver faltado ao serviço mais de 5 vezes;
    II - 24 dias corridos, quando houver tido de 6 a 14 faltas;
    III - 18 dias corridos, quando houver tido de 15 a 23 faltas;
    IV - 12 dias corridos, quando houver tido de 24 a 32 faltas.
    § 1º - É vedado descontar, do período de férias, as faltas do empregado ao serviço*.

    Se tiver mais de 32 faltas não justificadas o empregado perde o direito às férias.

    Não deixe de comunicar à funcionária a perda do direito.

    Por oportuno, cabe salientar que o funcionário que faltar sessenta dias alternados ao serviço, sem justificativa, tem caracterizada a justa causa para a dispensa por justa causa.


    * As faltas não poderão ser descontadas "das férias", mas levadas em consideração para o cálculo das férias devidas.
  12. Josenildo de Siqueira Lima
    24/08/2011 18:20

    olá... boa noite!! perdi o direito de tirar minhas ferias por ter faltado mais de 32 dias dentro do período de trabalho, minha duvida e com relação ao pagamento... eu também perco o 1/3 das ferias?? desde já agradeço!!!
  13. Adriana M Araujo
    24/08/2011 18:36

    Josnildo, vc só perderá os dias de descanso uma vez que a falta ja havia sido descontada em pagamento, então vc deverá receber o valor das férias.
  14. Josenildo de Siqueira Lima
    01/09/2011 07:44

    Bom dia!! Adriana, vi sua resposta e agradeço a atenção; minhas ferias estavão marcada para iniciar hoje dia 01/09/2011, só que ate agora não foi depositado nenhum valor em minha conta, será que por eu não ter direito as ferias eles irão depositar junto com meu pagamento dia 5? eu acho que esta errado, acho que era pra ter sido depositado dia 29 ou 30... estou certo? desde já agradeço a atenção!!
  15. joel custodio da sil
    30/01/2012 19:42

    bom boa noite gostaria de tirar uma dúvida?
    trabalhei um ano em uma firma como guariteiro, mais fazia serviço de porteiro ou vigia, numa escala 12x36 entrei na firma noa dia 01/11/2010 pedi demissão no dia 19/12/2011,
    sendo que minha homologação foi feita agora dia 23/01/2012 dizerão70 e poucas faltas contando pelo meu contra cheque sendo que eu tenho algum atestado mais queria saber por que na minha rescição não recebi nada ainda sai devendo a firma queria um esclarecimento de alguém. ainda no meu plantão não tirava hora de almoço.
  16. Raquel Regina Barbosa
    30/01/2012 20:21

    Se a demissão foi em 2008, o empregado tinha até 2010 para ajuizar reclamação trabalhista e se não o fez, opera-se a prescrição.
  17. Insula Ylhensi
    30/01/2012 21:08

    Usuário suspenso

    joel custodio
    Vc tinha mais de 1 ano, sua rescisão deveria ser homologada. No Sindicato deveriam ter lhe explicado o que aconteceu.

    É realmente estranho vc nada ter recebido.

    Se no Sindicato não te orientaram, procure uma Faculdade de Direito que tenha o serviço do Escritório Modelo de Práticas Jurídicas, o atendimento é de graça.

    Leve sua rescisão, o o comunicado de dispensa, seus contra-cheques, os atestados que vc menciona (ou ao menos a relaçao dos dias em que esteve no médico). Os advogados lá saberão lhe orientar. Se for necessário eles entram com ação na justiça pra vc.

    Boa sorte!!!
  18. Hubi
    04/12/2013 16:59

    Faltas x Férias proporcionais na rescisão. Sou professor, trabalhei 8meses este ano. 30 dias em fevereiro, 11 dias em março , 11 dias em abril, 11 maio, 11 junho , 10 julho , 1 agosto , 1 setembro ,pedi demissão tenho direito a receber ferias?
  19. Guimunhoz
    31/08/2014 11:40

    Ola , a duvida é ,como fazer o cáculo de ferias no caso : O funcionario tem direito a 24 dias de ferias devido a ter 7 faltas injustificadas correto, mas o que quero saber é os 6 dias que ele vai voltar antes de ferias seram pagos no proximo mes ou ele não recebe esses dias tambem?
    Pelo meu entender se ele não tem direito a esses dias. pela CLT ele estaria pagando 4 vezes por cada falta explico:

    Faltou 1 dia: è descontado em folha o dia mais o domingo certo. e quando chega as ferias essa falta é descontada de novo em, folha e mais o descanso em ferias. ou seja uma falta ela paga 4 vezes?

    Grato aguardo orientação

Participe do Fórum

Entre com seu cadastro do Jus Navigandi:

Esqueceu sua senha?

Não tem Facebook e quer participar do Fórum?

Faça perguntas, responda dúvidas e discuta assuntos jurídicos. É fácil e grátis!

JUS NAVIGANDI NAS REDES SOCIAIS