CAROS COLEGAS (URGENTE)

GANHEI UMA AÇÃO EM PRIMEIRA INSTÂNCIA NA QUAL O JUIZ CONDENOU A PARTE CONTRÁRIA EM R$ 600.000,00 +- E RESCINDIU UM CONTRATO IMOBILIÁRIO. DOIS PEDIDOS, PORTANTO.

COMO PEDI LUCROS CESSANTES E UMA MULTA CONTRATUAL DE 10%, O JUIZ INDEFERIU OS DOIS PEDIDOS. RESSALTE-SE QUE O VALOR DESSES DOIS PEDIDOS NEGADOS É BEM MENOR QUE O DA CONDENAÇÃO.

O JUIZ, BASEADO NA QUANTIDADE DE PEDIDOS DEFERIDOS E INDEFERIDOS E NÃO NOS SEUS RESPECTIVOS VALORES, DECIDIU HAVER "SUCUMBÊNCIA RECÍPROCA".

BUSCO AJUDA COM AS SEGUINTES INDAGAÇÕES:

INTERPRETAÇÃO DO ARTIGO 21 DO CPC LEVA À CONCLUSÃO NO SENTIDO DE QUE A SUCUMBÊNCIA RECÍPROCA REPOUSA NO NÚMERO DE PEDIDOS DEFERIDOS E INDEFERIDOS OU, AO CONTRÁRIO, NOS SEUS RESPECTIVOS VALORES?

ESTARÁ CERTO O JUIZ AO APOIAR-SE NO NÚMERO DE PEDIDOS E NÃO NOS SEUS VALORES?

OS VOCÁBULOS "DISTRIBUIÇÃO PROPORCIONAL DOS HONORÁRIOS E DAS CUSTAS" EXISTENTES NESSA NORMA ADJETIVA, EXIGEM PERQUIRIÇÃO DE VALORES OU, AO CONTRÁRIO, APENAS DO NÚMERO DE PEDIDOS INDEFERIDOS E DEFERIDOS?

ILSE MARIA EDINGER

Respostas

3

  • 0
    S

    soniakalter Quarta, 18 de março de 2009, 20h47min

    Tenho a mesma dúvida do colega Oswaldo Rodrigues, e estou às voltas com uma sentença que considerou suumbência recíproca SEM CONDENAÇÃO EM VERBA HONORÁRIA. Vou impugnar a reciprocidade por vários apctos claros que não foram considerados pela juíza; Mesmo em alguns pontos possa haver reciprocidade há a favor do meu cliente um crédito que vou apurar. Agora, sem condenação à verba honorária vou ter que apelar. Gostaria de saber se aqui no jus navegandi há alguém com alguma experiência bem sucedida e teve a sentença reformada para ser arbitrado o percenteu da verba honorária?

  • 0
    F

    Fernando Fernandes Sábado, 28 de março de 2009, 19h01min

    Caros colegas.
    Tive uma sentença no último dia 27/03/2009, onde existiam 2 autores e três réus.
    Acontece, que o Juiz Julgou procedente em parte o pedido de indenização de dano moral contra somente 1 dos réus e improcedente em face dos demais réus.
    Com isso, condenou os autores em SUCUMBÊNCIA RECÍPROCA em face dos réus a qual a sentença julgou procedente com base no Art. 21 CPC.
    Devo recorrer da sentença em um todo, já que não concordo com a improcedência dos pedidos contra os réus que em 1ª instância levaram a melhor.
    Pergunta-se:
    O que os caros colegas acham desta condenação de SUCUMBÊNCIA RECÍPROCA aos autores?
    Att.
    Dr. Fernando Fernandes

Essa dúvida já foi fechada, você pode criar uma pergunta semelhante.

Receba os artigos do Jus no seu e-mail

Encontre um advogado na sua região