Qual é a diferença entre curso Técnico e Técnologo?

Bom dia á todos tenho uma dúvida assim como muitos universitários, qual a diferença entre um curso técnico e um tecnólogo, estou cursando logística tecnólogo de 2 anos no inicio falaram que era considerado graduação, depois ouvi rumores que não era, sendo estranho porque ao final do curso de logística podemos fazer pós, na opnião dos senhores, o que prevalece.

A final Tecnólogo é ou não é um curso superior?

Pode após formado ao ser feito um concurso o orgão recusar esse diploma, nesse caso o que fazer?

Obs A Universidade e o curso são reconhecidos pelo MEC etc.

meus agradecimentos.

Respostas

7

  • Adv. Antonio Gomes

    Adv. Antonio Gomes

    A palavra tecnologia aparece no século XVIII e deriva do grego tékhne – arte, indústria, habilidade – e de tekhnikós – relativo a uma arte. E de logos – argumento, discussão, razão – e logikós – "relativo à raciocínio.


    Os cursos de TECNOLOGIA, BACHARELADO e LICENCIATURA são modalidades de ensino, que conferem diploma reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) e asseguram o direito ao exercício da profissão, bem como a continuidade dos estudos em todos os níveis de pós-graduação. Todas estas modalidades são ministradas por instituição de ensino superior: cursos de bacharelado e licenciatura por uma FACULDADE; cursos de tecnologia por uma FACULDADE DE TECNOLOGIA ou FACULDADE TECNOLÓGICA

    A modalidade de graduação tecnológica forma profissionais para atender campos específicos do mercado de trabalho. Seu formato, portanto, é mais compacto e prático, com duração média menor que a dos cursos de graduação tradicionais. A duração do curso é, geralmente, de 2 a 3 anos. Sendo um profissional de nível superior, os tecnólogos podem, assim como os formados no bacharelado e licenciatura, continuar os estudos cursando a pós-graduação stricto sensu (Mestrado e Doutorado) e lato sensu (Especialização e MBA). Além disso, permite a inserção rápida no mercado de trabalho e impulsiona a carreira para quem já está empregado.

  • pacífico

    pacífico

    Obrigado Dr. Antônio Gomes pela aula me ajudou muito, e com certeza tirou a dúvida de muitos universitários.

    minhas considerações.

  • Lilian_1

    Lilian_1

    Olá
    Sou formada em Tecnologia em Gestão Bancária, há alguma restrição para que os bancos não empregam tecnólogos por ser um curso de 2 anos? Existe uma lei trabalhista que concorda com este tipo de discriminação?

  • tecnólogo_concurseiro

    tecnólogo_concurseiro

    Tá no site do MEC:
    É só copiar o link e colar:

    http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=13062:posso-concorrer-a-uma-vaga-em-concursos-publicos-com-diploma-de-tecnologo&catid=127:educacao-superior


    Posso concorrer a uma vaga em concursos públicos com diploma de Tecnólogo?

    O contratante tem autonomia para decidir a qualificação do servidor que busca. Contudo, caso a exigência seja de nível superior e/ou graduação, o formado em cursos tecnólogos está apto a prestar o concurso. Ressalte-se a exceção em caso de solicitação específica da formação em licenciatura e/ou bacharelado. Portanto, o fator determinante é o teor do edital de cada concurso no qual estarão discriminados os títulos exigidos.

  • Larissa Vilela

    Larissa Vilela

    Boa Tarde! Sou formada no Curso de Tecnólogo em Estética e Imagem Pessoal, meu curso teve duração de 2 anos e meio, gostaria de saber se tem alguma restrição relacionada ao meu curso para eu prestar concurso publico? Visto que é um curso Tecnólogo e relacionado a Estética.
    Aguardo respostas, desde já agradeço.

  • RogérioSP

    RogérioSP

    Larissa, acredito não ter nenhum problema, sendo superior é o que considera. Logo um veterinário não poderia estar trabalhando em um banco, ou um agrônomo... então o segmento não influencia. Agora cursos técnicos não são considerados para concurso, ex: Cursos do Pronatec, Sisutec... por sinal o Sisutec estava com inscrições até ontem 27/07 e o Sisutec Resultado sairá no dia 29/07. Os cursos superiores são muito bons, os técnicos também, pois dependendo do segmento de formação o técnico já sai empregado.