VAZAMENTO DENTRO DO MEU APARTAMENTO

Ira Amorim Costa perguntou Quinta, 22 de janeiro de 2009, 2h52min

Faz uns 10 anos que estamos com um vazamento de um cano central do nosso bloco no teto do banheiro e na cozinha, em 2002 consertaram, reformei meu apartamento e ficou tudo bonito, + faz 3 anos que voltou a molhar toda sanca do banheiro e fez um furo na sanca da cozinha, ja conversamos varias vezes com a sindica que ate agora nada fez, tambem tem uma cazinha do lado da cozinha que e de onde fica as caixas de energia que vai para todos apartamento, esta cazinha esta com racaduras enormes se esta cazinha cair podera levar minha cozinha junto, eu gostaria de saber qual orgão devo recorrer, quem paga por isso o condominio ou a construtora, o predio ja tem 11 anos, inclusive a umidade esta causando danos a saude de meus filhos e esposo por causa de bronquite alergica, por favor me ajudem ja nem sei o que fazer, nem vender eu consigo pq ninguem vai querer comprar um abacaxi deste tamanho. No inicio de tudo isso eu fiz um documento constando as não conformidade no meu apartamento e enviei para conStrutora e condominio, eu tenho copias desses documentos guardados. desde ja muito obrigado.

Respostas

64

  • Marcelo Palhares

    De acordo com a narração dos fatos, foi feito um conserto anteriormente, indaga-se:

    Quem arcou com este conserto?

    Caso não tenha sido você, chame o responsável, e alegue o mesmo problema.

    Em relação a saber quem tem o dever, é necessário que chame um profissional de engenharia ou técnico em edificações, para lhe fornecer um laudo com tudo o que está ocorrrendo e de onde provém tal dano;

    Mediante o laudo, você saberá se a responsabilidade é do condomínio ou sua.

    Sendo sua terá que providenciar tal conserto, em caso negativo, e se o síndico não toma providências, faça o seguinte:

    1) Contrate um profissional como orientado, para lhe fornecer um laudo sobre as causas e possível origem do problema;

    2) Caso seja responsabilidade do condomíminio, envie um notificação extra judicial (via cartório) ao condomínio, informando que tal situação está oferecendo risco a sua vida, bem como da sua família;

    3) Dê um prazo razoável, para providências.

    4) E não havendo providências, intente uma Ação de Obrigação de Fazer c/c Danos.

    Obs.: Mesmo que seja responsabilidade da Construtora, não caberá a vc. litigar em desfavor da mesma, acione o condomínio, e este que busque a responsabilidade através da Ação de Regresso.

    Espero ter colaborado e um grande abraço.

  • Ira Amorim Costa

    Quem fez o primeiro conserto foi funcionarios do condominio dentro do meu apartamento, e na casinha de força foi a construtora...

  • Marcelo Palhares

    Ira,


    Tudo indica ser responsabilidade do condomínio.

    Assim as orientações já foram dadas para que este seja provocado a resolver o problema, no caso da "casinha", entendo que o condomínio deve responder e entrar com ação de regresso em desfavor da Construtora.

    Boa sorte.

  • Ira Amorim Costa

    Por enquanto obrigada a todos pela a atenção, vou conversar com eles, qualquer coisa escrevo para vcs.


    Obrigada DEUS abençoe a todos.


    PARABENS PELA INICATIVA DE VOÇÊS PELA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS ADOREI O FORUM, DESCOBRIR UM MONTE DE COISAS QUE NEM SABIA.

  • DOUGLAS_1

    Moro em um apartamento e venho tendo problemas com infiltração causada pela água da chuva, os armários de cozinha e do quarto de casal estão com umidade, em decorrência desse problema, além de sofrer com goteiras na sala.

    Tendo em vista que sou o morador do último andar, devo processar o condominio? Há amparo legal para isso? Existe algum profissional que acesse este site com experiência nesses casos?

  • Marcelo Palhares

    Sr. Douglas,

    O teto da sua casa provavelmente é o terraço do condomínio.

    Dito isto, a responsabilidade é do condomínio, que deve fazer uma cobertura no terraço, ou colocação de manta asfáltica para evitar esta infiltração.

    Inclusive, no que concerne aos danos materiais, o mesmo deverá lhe ressarcir.

    Um abraço.

  • Aline Orphão

    Tenho dois problemas em meu apartamento:

    O primeiro deles é o meu interfone, que não está funcionando e, segundo afirmado pelo técnico que realiza a manutenção no condomínio, ele já está muito antigo e precisa ser substituído.

    Este defeito no aparelho de interfone é intermitente; ele funciona logo após ser consertado, parando de funcionar novamente 2 dias após o reparo.

    O proprietário do imóvel alega ser minha a responsabilidade. Como devo proceder?

    O segundo é uma infiltração no teto e nas parte mais altas das paredes de meu banheiro - elas aumentam cada dia mais, ocasionando o aparecimento de mofo.

    Na parte externa do prédio, na exata direção das paredes de meu banheiro, um embolso caiu, de maneira que quando chove, a umidade se acumula na parte quebrada este embolso.

    O proprietário alega que o condomínio já foi multado e obrigado a realizar a obra, necessitando de um jahú para tanto; afirma que o condomínio não possui verba para a obra.

    A síndica, por sua vez, alega que já existe um processo versando sobre este fato, com uma Audiência marcada para julho/2009.

    Alega ainda que será necessária um licitação para a escolha da empresa que fará o conserto, o que ocasionará uma demora ainda maior em sua realização.

    Este reparo, entretanto, é urgentíssimo, visto que tem causado enormes transtornos funcionais e estéticos em minha residência. O que devo fazer? Grata

  • Marcelo Palhares

    Cara Aline,

    Se o conserto foi efetuado a dois dias, certamente tem uma garantia, chame o responsável para pôr o interfone em perfeito funcionamento, é seu direito.

    Quanto ao vasamento, se o condomínio já está sendo processado pelo mesmo motivo, caberia outra ação, entretanto, o caminho mais eficaz que teria, seria ir em desfavor ao proprietário, e ele entrar com ação de regresso, pois há divergências quanto a postulação do inquilino em face do condomínio.

    Outra alternativa, seria depositar o aluguel em juízo, para que o proprietário mandasse providenciar este reparo.

    Não pode ficar pagando por algo, que nãolhe dá condições de moradia, mesmo que a culpa não seja do proprietário.

    Boa sorte.