Ir direto ao conteúdo

Redes Sociais do Jus Navigandi

  1. danielle simoes agra
    27/05/2009 08:40

    Oi tenho uma conta corrente no bradesco e ela foi bloqueada judicialmente BLOQUEIO-ORDEM JUDICIAL 0039230
    OFICIO 20090001013343-00001
    Gostaria que me explicasse o motivo.
  2. Nelson Andreoli_1
    28/05/2009 01:03

    danielle simoes agra | maceio/AL
    há 16 horas.


    Olá Danielle, o motivo pelo qual a sua conta foi bloqueado foi uma Ordem judicial.

    Agora, o que motivou ao jodiciario emitir essa ordem Judicial, nao temos condições de saber, mas no oficio que bloqueou sua conta, consta o numero do processo, procure o seu advogado e entregue a ele o oficio do banco, lque consultara e lher explicara as razoes.

    Um forte abraço. e boa sorte
  3. RODRIGO JOSÉ
    29/05/2009 21:06

    o juiz determinou um BACENJUD nas suas contas
  4. RÔMULO BRASIL DE AVELAR CAMPOS
    02/06/2009 12:58

    Prezado;

    Prvavelmente você possui uma ação judicial no qual foi requerido o bloqueio deste valor, neste caso você terá que procurar um advogado para descobrir a origem do débito e se for indevido requerer o desbloqueio.

    Atenciosamente;

    BRASIL ADVOGADOS ASSOCIADOS
    brasiladvogadosassociados@hotmail.com
  5. Cibele Lanzellotti
    16/06/2009 23:19

    Fui avalista em um contrato de capital de giro de empresa em 2001 que não foi pago e o banco entrou com uma ação onde consto como exec,utada em 08/2002. Coloquei para o oficial de justiça que eu não tinha qualquer condição de pagar esta divida. Este processo foi arquivado em 2005 e desarquivado em final de 2008. No último dia 12/06 foi feito um bloqueio judicial em minha conta corrente no Banco Itaú onde recebo basicamente meus salários. Continuo não tendo condições de saldar esta divida ajuizada em 24 mil e o valor citado no bloqueio é de 77 mil. O saldo de minha conta no dia do bloqueio era de apenas 0,59 além de um depósito em cheque ainda bloqueado de 350,00. Este bloqueio permanecerá indefinidamente? Como pedir o desbloqueio já que meus proventos são exclusivamente de salários? Se eu nada fizer o que normalmente acontece? Este processo pode ser extinto? Esta dívida não prescreve? O que posso esperar desta situação? Grata
  6. Marcia
    03/07/2009 18:43 | editado

    Como devo proceder no caso do processo trabalhista que originou o bloqueio judicial da conta salario ser de outro estado? Visto morar em outro estado não fui informada nem recebi nenhuma comunicação e a empresa estar desativada há 14 anos. Preciso de uma orientação.... Como é feito o desbloqueio e quanto tempo demora?
  7. krislima
    15/01/2010 08:42

    tive minha conta bloqueada pela Bacen-Jud, devido a um advogado que me processou, o caso foi que jamais assinei nada com este senho, fui em sua igreja onde ele é pastor e conversei com ele a respeito da prisão do meu filho em 2006, levada pela minha prima, ele me disse que para ver o processo ele cobrava 2 mil reais, eu disse que não podia pagar, e o julgamento do meu filho era dali a 3 dias, no dia do julgamento ele ligou para o meu celular, e disse que estaria no forum e era pra eu procurar por ele, chegando no forum ele estava na portaria e disse que estava lá para ver uns de seus processos, e ele entraria no julgamento do meu filho para ver, porque gostava da minha prima por ele ser devota de sua igreja, novamente lhe disse que não tinha dinheiro para pagar, ele disse que não tinha importancia que depois eu daria um jeito levada pela problema do meu filho concordei em que ele entrasse na sala de julgamento, bom depois disso ele nuynca mais fez nada apenas entrou na sala de audiencia naquele dia, e hoje me cobra judiciamente,bom gostaria de saber como faço para desbloquear minha conta porque recebo meu salario por ela e como posso provar que não devo a este senhor uma vez que foi ele que usou de má fé

Participe do Fórum

Entre com seu cadastro do Jus Navigandi:

Esqueceu sua senha?

Não tem Facebook e quer participar do Fórum?

Faça perguntas, responda dúvidas e discuta assuntos jurídicos. É fácil e grátis!

JUS NAVIGANDI NAS REDES SOCIAIS