Ir direto ao conteúdo

Redes Sociais do Jus Navigandi

  1. Natallia
    24/02/2010 09:40

    O que significa a expressão acima?

    att,
  2. eldo luis andrade
    24/02/2010 14:26

    Significa que um recurso foi impetrado em tribunal (não sei se em TRT ou no TST). O tribunal verificou haver condições para análise do recurso (conhecer). Mas negou o pedido do recurso. De forma que em linguagem popular quem apresentou o recurso perdeu. Foi derrotado.
  3. Joao Celso Neto/Brasíla-DF
    24/02/2010 15:41

    Sgnifica que havia condições de admissibilidade do RO ou RR, mas não havia o que reformar na decisão da instância inferior (ou seja, a sentença do juiz ou o acórdão da Turma julgadora).

    O recurso foi desprovido, não havia mérito nas razões do recurso.
  4. dito 22
    13/06/2011 15:30

    Pode acontecer em 2a instancia trabalhista
    Conhecido o recurso e não provido tanto para o recorrente e recorrido e
    prevalece a 1a instancia
  5. Marlowe Pereira da Silva
    Este usuário conecta-se ao Fórum usando uma conta do Facebook. Veja como fazer isso.
    15/05/2013 09:56 | editado

    eldo luis andrade
    24/02/2010 14:26
    Significa que um recurso foi impetrado em tribunal (não sei se em TRT ou no TST). O tribunal verificou haver condições para análise do recurso (conhecer). Mas negou o pedido do recurso. De forma que em linguagem popular quem apresentou o recurso perdeu. Foi derrotado.
    PermalinkMensagem inadequadaResponder
    Acho a linguagem mais objetiva, pois para qualquer pessoa que venha a ler, entende perfeitamente. Sendo de outra forma, pode trazer duvidas e incerteza a quem não tem conhecimento do linguaja judicial. Nessas dubias interpretações, quase sempre perde é o propio. Existe adv. que muitas veses se aproveitam para ganhar do seu cliente, principalmente, se o mesmo não tem acesso aos processos. Aproveito aqui para saber porque só o adv. pode ver o que se passa em segredo de justiça, e o propio que está sendo processado, tem que depender do seu adv. porque? tive um agravo por perda de prazo ainda me custou Cr$ 13.000,00 de pagamento ao meu adv., pois eu não sabia de nada, e ele como tinha acesso ao segredo de justiça, me cozinhou, e quando esse agravo chegou ele já tinha recebido o que me cobrou, e logo em seguida mandou-me uma carta pedindo renuncia, o que me custou mais Cr$ 13.000,00 com um agravo, e um processo de pensão alimenticia tudo porque o mesmo deixou meu divorcio arquivado. Estou pensando, em processar o mesmo.
  6. antonio 55
    14/06/2014 18:57

    gostaria de ajudar um colega que tem hepatite B, varizes esofagiana, hipertensão porta, mais a sua pericia não aceitou o laudo do seu medico, ele só colocou o cid- I 85-9 com afastando definitivamente de suas atividades laborativas, e consequentemente a aposentadoria integral. Com isso não foi aceito. Ele tem direito de fato a esta aposentadoria, ele é servidor da união.

Participe do Fórum

Entre com seu cadastro do Jus Navigandi:

Esqueceu sua senha?

Não tem Facebook e quer participar do Fórum?

Faça perguntas, responda dúvidas e discuta assuntos jurídicos. É fácil e grátis!

JUS NAVIGANDI NAS REDES SOCIAIS