Ir direto ao conteúdo

Redes Sociais do Jus Navigandi

  1. CELO/RJ
    10/03/2010 12:30 | editado

    SOU PROFISSIONAL LIBERAL E AUTÔNOMO (CORRETOR DE IMÓVEIS), A MINHA EX-MULHER PEDIU UMA PENSÃO ALIMENTÍCIA PARA NOSSA FILHA DE 14 ANOS, ALEGANDO QUE EU TRABALHO NUMA ADMINISTRADORA E GANHO R$ 2.000,00. SÓ QUE EU NÃO TRABALHO MAIS NESTA ADMINISTRADORA E NEM GANHO R$ 2.000,00 E NUNCA GANHEI ISSO, ULTIMAMENTE NÃO TENHO NEM CONSEGUIDO PAGAR AS MINHAS CONTAS (ALUGUEL, LUZ E ETC...). EU QUERO PAGAR UMA PENSÃO P/MINHA FILHA, MAS QUERIA QUE FOSSE UMA QUANTIA QUE EU PUDESSE... ELA QUER 30% EM CIMA DE R$ 2.000,00 OU 100% DE UM SALÁRIO MINIMO NACIONAL CASO EU NÃO TIVER VÍNCULO EMPREGATÍCIO. COMO POSSO FAZER A MINHA DEFESA? A AUDIÊNCIA SERÁ NO DIA 19/04/2010... ME AJUDEM! TENHO QUE PAGAR 13º DESTA PENSÃO?

Participe do Fórum

Entre com seu cadastro do Jus Navigandi:

Esqueceu sua senha?

Não tem Facebook e quer participar do Fórum?

Faça perguntas, responda dúvidas e discuta assuntos jurídicos. É fácil e grátis!

JUS NAVIGANDI NAS REDES SOCIAIS