EMPRESTIMO CONSIGNADO DESCONTADO EM C/CORRENTE PODE???

Bom dia Gostaria se possivel esclarecer uma dúvida, fiz um emprestimo consignado quando trabahava na empresa Cobros Gestao pelo Banco Santanderso foi em 2007, em 2009 fui desligada da empresa, o Banco enviou boletos para pagamentos das parcelas, só que fiquei desempregada até agora há 2 meses atrás e com isso nao pude pagar os boletos do emprestimo, ocorre que nesse novo emprego tive que abrir c/corrente no banco santander para recebimento de salários e para minha surpresa e indignação o banco simplesmente descontou o emprestimo consignado da outra empresa, debitou um valor de $ 120,00 da minha c/corrente quando entrou meu salário, gostaria de saber se esse procedimento é correto, pois o banco não me avisou de nada, inclusive nem sei em quantas parcelas isso vai ser descontado, tambem gostaria de saber onde posso ir reclamar pois o banco só me diz que está correto em fazer isso. Grata

Respostas

3

  • Liaxyz

    Liaxyz

    Teté, as parcelas faltantes oriundas do contrato que vc assinou em 2007 vão ser debitadas; mas apenas as que vc ainda não tinha pago, não podendo descontar as parcelas já quitadas, pois seria bis in idem.

    Caso tenha esquecido quantas faltam, contate o Banco.

    ciao, Lia

  • Teté

    Teté

    Bom dia Lia
    O que ocorre é que o banco fez isso sem me consultar ou enviar nada de acordo ou coisa parecida, inclusive o valor da parcela descontada é difierente da parcela original, mas o que eu gostaria de saber é se o procedimento que o banco santander usou é correto, pois o emprestimo consignado foi feito em outra empresa sendo descontado ate 01/2009 quando fui desligada, na folha de pagamento( na epoca o meu salario entrava no banco itau), e hoje um ano depois arrumei emprego e tive que abri conta corrente no santander para receber o meu salario, e como eles podem descontar da conta corrente nova um emprestimo com contrato assinado em outra empresa, essa é a minha dúvida, nao importa qwue eles estejam descontando as parcelas que ficaram sem pagar e sim se eles podem agir dessa forma, essa é a dúvida.
    Grata

  • Liaxyz

    Liaxyz

    Teté, na primeira informação passada por vc não constava o fato da conta salário ser pelo Itaú, mas deu a entender que, tanto em 2007 quanto em 2009, as contas eram do Santander.

    Pelo que parece, o Banco renegociou a sua dívida unilateralmente e está debitando. Interessante ir ao Banco e solicitar cópia dessa renegociação e verificar se não foi movida nenhuma ação de execução que correu a sua revelia.

    Vc pode contratar um contador para que proceda à análise dos cálculos, verificando se não está sendo utilizada a Tabela Price que onera e muito o consumidor. De posse dessa planilha, pode consignar o valor devido; pode mover ação de revisão contratual, requerendo a devolução de eventual valor pago a maior.

    Procure o seu advogado, a Defensoria Pública ou a OAB do seu Estado.