Olá, tenho uma dúvida que persiste, foi fixado inicialmente em audiência de carater provisório o direito de visita ao pai não guardião, toda via a mãe vem impossibilidado a visitação deste, para o presente caso qual o melhor remédio seria uma ação de obrigação de fazer sobre a decisão provisória c/c busca e apreensão (não tenho posição formada sobre a aplicação da B. e A. no presente rito, já a apossibilidade de fixação astrientes) ou a ação busca e apreensão propriamente dita.

Grato.

Respostas

0

Essa dúvida já foi fechada, você pode criar uma pergunta semelhante.

Receba os artigos do Jus no seu e-mail

Encontre um advogado na sua região