Olá, venho por meio deste, solicitar algumas informações a cerca do formal de partilha realizado há 10 anos em favor de minha avó (viúva meeira) e minha mãe (herdeira). Minha dúvida surge, a partir da morte de minha avó, viúva meeira que aconteceu há poucos dias, depois de o inventário estar em mãos. Gostaria de saber se há necessidade de se fazer um novo inventário, onde a fração equivalente de 50% passa à minha mãe, herdeira única, ou se com a morte dela, automaticamente o bem passa a ser posse total dela, sem necessidade de um novo inventário?

Fico no aguarde, agradecendo desde já aos senhores doutores.

Respostas

0

Essa dúvida já foi fechada, você pode criar uma pergunta semelhante.

Receba os artigos do Jus no seu e-mail

Encontre um advogado na sua região