Ir direto ao conteúdo

Redes Sociais do Jus Navigandi

  1. ALEXANDRINA
    22/09/2010 12:34

    Sou separado há mais de 10 anos,tenho um filho que compeltou 18 anos,para o qual não dou mais pensão(ele ainda está começando a cursar o ensino médio).Ele não está mais trabalhando,aliás, não para em emprego,não quer trabalhar e tem um filho de 3 meses,que mora com a mãe.A minha ex está ameaçano entrar na justiça a fim de requerer pensão para a criança.Eu terei de pagar??
  2. mariamaria
    22/09/2010 13:24

    a sua ex mulher quer pedir pensão para o neto ???

    bom, vamos por partes:

    "Sou separado há mais de 10 anos,tenho um filho que compeltou 18 anos,para o qual não dou mais pensão(ele ainda está começando a cursar o ensino médio"

    a pensão que vc pagava era estipulada judicialmente?
    se era, vc deve primeiro fazer uma ação de exoneração de pensão alimentícia para que não tenha mais a obrigação de pagar a pensão.
    se o seu filho ainda estuda, ele tem direito de receber a pensão alimentícia até os 24 anos de idade, desde que comprove estar estudando.

    "não quer trabalhar e tem um filho de 3 meses,que mora com a mãe"

    a obrigação de sustentar o filho é do pai. Se a criança mora com a mãe, quem direito de pleitear alimentos é a própria criança que será representada pela mãe.
    primeiro será chamado o pai da criança para pagar alimentos.
    lembrando que por ele ser maior de idade, a questão de desemprego não o limita de pagar a pensão alimentícia para o filho.
    os avós somente são condenados a pagar pensão quando o pai desaparece, ou não é localizado para pagar a pensão.


    "A minha ex está ameaçano entrar na justiça a fim de requerer pensão para a criança.Eu terei de pagar?? "

    se a sua ex não tem a guarda da criança, NÃO pode pedir alimentos para a criança.

Participe do Fórum

Entre com seu cadastro do Jus Navigandi:

Esqueceu sua senha?

Não tem Facebook e quer participar do Fórum?

Faça perguntas, responda dúvidas e discuta assuntos jurídicos. É fácil e grátis!

JUS NAVIGANDI NAS REDES SOCIAIS