Até quando posso negar ao pai o direito de levar meu filho para sua casa.

OLá, Namorei um rapaz durante 5 anos e engravidei. Passei o aperto da gravidez quase todo sozinha, com ele ajudando somente com o nescessário, e passei a gravidez inteira com ele falando que o filho poderia não ser dele ... Nosso filho nasceu continuamos juntos e e eu arcando com todas as responsabilidades, e ele continuando a falar sobre a paternidade. Pedi que ele fizesse um teste de DNA, mas ele não se intereçou. quando ele completou 4 meses nós tivemos uma briga séria, pois, ele só vinha vir ver o filho 1 vez na semana e ficava menos de 1 hr com ele, e nos finais de semana quase sempre eu ia pra casa dele levando meu filho, sendo que as vezes que eu ficava na minha casa ele não vinha. A partir do momento que nos separamos eu comecei a cobrar que ele me ajudasse, pois eu larguei o meu emprego para cuidar do meu pequeno e ficaria puxado eu continuar pagando tudo sozinha. Ele continua vindo vir ver o filho 1 vez somente, e quase nunca aos finais de semana, e eu não o proibi de ve-lô. Não liga para procurar saber dele, e só ajuda com o básico. Hj meu filho completou 5 meses, e ainda amamenta no peito. Alguns dias atras ele veio com um papo de querer levar meu filho para a casa dele, mas não concordei, porque na casa dele eles tem costume de beber todo final de semana, e sempre muito. Passei muito aperto na gravidez com isto e sempre saindo prejudicada pelos seus habitos , sendo que ele nunca abriu mão do seu tempo, e nem da sua rotina que é: beber muito, curtir os amigos e invernar no play statin, e sempre foi assim mesmo depois que meu filho nasceu. Sei dos direitos dele, mas gostaria muito de saber por quanto tempo eu posso adiar a saida do meu filho de perto de mim? O(brigada!

Respostas

12

  • lilisilva

    Marina 2,não deixe ele levar seu filho para casa dele de jeito nenhum so se você for junto, a criança so podera dormir na casa dele a partir de +ou- 3 anos, ou quando a criança ja estiver entendendo as coisas e estiver mais independente,seu filho mama de 3 em 3 horas,tem que trocar fralda , dar banho,com certeza um Pai que so ve o bebe 1 vez por semana e durante 1 hora não deve ter a minima noção de como se cuida do bebe.
    bem você não e obrigada a deixar ele levar seu filho,pois não existe sentença, ordem judicial, se ele quiser regularizar as visitas ele e que se de o trabalho de entrar na justiça,e seria bom também ele regularizar a Pensão Alimenticia do filho,pois a criança não vive so de passeios, ela tem necessidades.
    Agora se você quiser regularizar a Pensão e as visitas,e so você procurar a Defensoria da sua cidade e levar os documentos seus e a carteira de trabalho,da criança a cart.de vacinação e cert. de nascimento e o endereço do Pai,pode ser do trabalho e da casa ,para que assim ele seja citado para ir no dia da audiência, se ele trabalhar de cart. assinada melhor ainda pois sera decontada a Pensão de seu filho diretamente do contra cheque dele,assim seria bom por que você não precisaria ficar pedindo o dinheiro de seu filho sempre,se aborrecendo todo mês,pois o dinheiro iria direto para sua conta.

    espero que tudo se resolva!!!!!!!
    Fique tranquila!!!!!!!!
    aguarde a orientação de um ADV!!!!!!!!
    boa sorte!!!!!!!!!

  • ROSÂNGELA SAMPAIO

    Oi boa terde!!!Tenho um bebe de 7 meses pedi pensão alimenticia,ficou tudo acertado,só não gostei da decisão do juiz de que meu filho tem que passar um dia inteiro com o pai dele em domingos alternado.Das 8 ás 18h,ele já não mama mais(o bebe )o problema todo é que não confio nele,ele nem se abala com a criança,é imcapaz de ligar pra saber se o bebe esta bem ou não,me abandonou por saber que seria pai depois de 7 anos de relacionamento,fomos apenas noivos,por favor me respondam o que posso fazer para impedir essa decisão do meu filho ter que passar um dia inteiro com um pai que ele nem conhece??Porque ele nem vem ver o menino e a sentença só será valida a partir do mes de novembro

    por favor me respondam rapido desd já agradeço.

  • FJ-Brasil (Morreu)-Fim do Mundo Suspenso

    Rosangela, se o pai não se interessa em ver o filho, o que faz pensar que ele irá atender a decisão do juiz de ficar com a criança 2 domingos por mes. ainda mais um bebezinho que não anda. Relaxa, acho que o pai não irá querer passar o dia cuidando de uma criança.

  • Maria Tereza Adv.

    Marina 2
    Como ja foi postado, vc so eh obrigada a permitir as visitas do pai, apos ordem judicial para isso, enquanto isso se vc nao quiser permitir nada, nem visitas, muito menos sair sozinho com 1 bebe de 5 meses, vc nao permite e pronto, somente um ''muleque'' para pensar que pode sair com um bebe nessa idade por ai, pelo jeito ele eh totalmente sem noçao e nao tem ideia o que eh cuidar de um bebe... Se ele tiver muito interessado em ver o filho, ele que entre na justiça regularizando a visitacao, mas ja vou te adiantando que nessa idade os juizes (caso ele entre com regularizacao das visitas) permitem somente visitas assistidas pela mae ou responsavel e dentro da casa da mae, sair pra passeios sem a presença da mae, somente apos , 1 ano e meio e para pernoite somente apos 3 anos ou mais, + ou -, isso se o pai for presente, se nao for ai eh mais restrito ainda. Em relacao a pensao, entre com acao de regularizacao de pensao alimenticia e visitacao, pedindo 30% dos seus rendimentos liquidos, descontado e folha e visitacao na casa da genitora em finais de semana alternados, ai vc ja fica protegida em relacao ao valor a ser pago e a visitacao.

  • ROSÂNGELA SAMPAIO

    Sempre-PAI Obrigado por responder mais acredito sim que ele vem buscar a criança pelo simples fato de que ele sabe muito bem que eu não quero ele perto do meu filho e também ficou com raiva porque eu acionei a justiça,acionei tarde porque ele ameaçava de tirar meu filho de mim,tinha muito medo por isso só procurei a justiça 6 meses depois porque me informei que não há condições pra isso,já que sou uma boa mãe,não deixo meu filho atoa,não me drogo e nem me prostituo,mais me responda por favor,há alguma coisa que eu possa fazer para recorrer desta decisão?????

    Mais uma vez obrigada!!!!!!!!!

  • Marina 2

    lilisilva e Rosa Albuquerque,
    Muito Obrigada por me responder sobre esta questão. Estava muito preocupada em relação a isto, e graças a Deus vcs tiraram as minhas dúvidas. Com certeza eu vou procurar um advogado... Eu Não gostaria de receber nada dele, mas sei que esse direito é do meu Filho.

    Mais uma vez muito obrigada!

  • requinha Suspenso

    Rosângla...
    será que vc não está com tanta raiv a ponto de não perceber que a convivencia co o pai é importante para a criança???
    Na minha opinião, ele poder passar 20 horas cumulativas por mes, x 724h que vc fica, é injusto...
    Vc ne sabe como é ele cuidando da crinaça....

  • ROSÂNGELA SAMPAIO

    requinha a convivência com o pai seria importante se assim o pai també desejasse,eu não estou exagerando e raiva também não,só que o pai dele nem se quer liga pra saber como vai a criança,meu medo sinceramente é que ele faça alguma maldade com meu bebe,ele é quem esta com raiva porque acionei a justiça,sempre ameaçou tirar meu bb de mim caso eu fizesse isso,não há nenhum vinculo afetivo entre os dois
    pra vc ter idéia meu filho só tem 7 meses e ele viu a criança apenas 3 vezes a ultima foi por uma acaso porque nos encontramos sem querer na rua,você não sabe o tamanho da minha preocupação,ah!!!! e a respeito do que vc escreveu de que eu nem sei como é ele cuidando da criança,isso não existe ele nunca cuidou.
    não me importo que ele veja o filho desde que seja sob minha vigilância.

    mesmo assim te agradeço.

  • Maria Tereza Adv.

    Rosangela
    Procure o advogado que entrou com essa acao para vc, e peça que ele entre com uma liminar para que seja mudada essa decisao, alegando que a criança eh um bebe muito novinho, muito dependente de vc, nao fica longe da mae, diga que ainda amamenta e que o pai nesses 7 meses so o viu 3 vezes, por isso nao ha lado afetivo e ele nao tem nocao da rotina do bebe, seu advogado ja devia ter feito isso no momento da audiencia, mas ainda da tempo! e se ele vier busca-lo sem uma cadeirinha no carro para transporte do bebe, vc nao deixa ele levar, eh uma questao de segurança e de lei.

  • ROSÂNGELA SAMPAIO

    Rosa ele não tem carro se vier será de onibus mesmo e em rtelação a advogado não tivemos nenhum foi uma audiência de conciliação não teve presença de advogados foi feito um acordo,o que devo fazer para mudar essa situação?? E será que popsso alegar mesmo que o bebe ainda mama,tenho mama?? Me responda por favor!

    Obrigada por me responder aguardo novamente por opinião.