Ir direto ao conteúdo

Redes Sociais do Jus Navigandi

  1. JJulian
    23/10/2010 00:01

    vou resumir o meu problema de maneira clara o objetiva,trabalho em uma empresa que não valoriza em nada o funcionário,onde vale uma regra para subordinados e outra para patrões e onde exerço um trabalho muito estressante,já comuniquei a minha supervisora e ao meu coordenador que quero ser demitido mas eles disseram que a política da empresa é mandar embora por justa causa ou fazer você pedir demissão.eu tenho um ano e 10 meses de trabalho na empresa e não quero pedir demissão pois penso em abrir um negócio meu e o dinheiro da recisão e do seguro desemprego seria a minha fonte de investimento,ja tomei 2 advertências e 1 suspensão para tentar sair e ainda nada,gostaria por favor de uma ajuda do que eu posso fazer para poder ser demitido por esta empresa,que sinceramente não aconselho ninguém a trabalhar nela.
  2. Cavaleiro do Apocalipse
    23/10/2010 00:09

    Usuário suspenso

    Se continuar assim, talvez na próxima advertência você seja demitido, mas não como você quer. Haverá justa causa.

    Não existe o direito subjetivo do trabalhar de ser demitido sem justa causa, então, tente um acordo ou já era.
  3. Cristina SP Original - No FAKE
    23/10/2010 00:11

    Exatamente, ou tente um acordo, ou peça demissão.

    Boa sorte.
  4. JJulian
    23/10/2010 00:14

    ai que ta o problema,a empresa não faz acordo,ela tem essa mentalidade como citei no caso mas a situação é difícil,várias pessoas no trabalho odeiam trabalhar lá,e várias que foram demitidas entraram com processos por vários motivos,a sede do ministério do trabalho da minha cidade está lotado de processos contra esta empresa
  5. Cavaleiro do Apocalipse
    23/10/2010 00:24

    Usuário suspenso

    Se todo funcionário que desejar sair, a sociedade empresária tiver que pagar 40% de multa do FGTS, que prejuízo não?
  6. Luciano Brandão
    23/10/2010 00:25 | editado

    Você tem como comprovar a situação a que está exposto?

    Há precendentes judiciais que reconhecem a pressão exercida pelo empregador para que este se demita e a empresa nao tenha que arcar com verbas rescisórias.

    Nesse sentido:

    É contundente a prova de que a reclamante fora induzida a pedir demissão da empresa prestadora de serviços, depois de mais de oito anos de trabalho, não recebendo as verbas rescisórias, para ser admitida pela tomadora de serviços e ser dispensada noventa dias depois. Por todo o conjunto probatório dos autos, é cristalina a maneira ardil e capciosa intentada pelas Reclamadas para tentar burlar os direitos da Autora. UNICIDADE CONTRATUAL - PEDIDO DE DEMISSÃO INDUZIDO. (TRT-RO-11152/99 - 1ª T. - Rel. Juiz Manuel Cândido Rodrigues - Publ. MG. 09.06.00)

    Porém, é necessário ter elementos que comprovem a alegação.

    Se tiver, consulte um advogado de sua confiança.

    Abraço.

    Luciano Brandão
  7. Cristina SP Original - No FAKE
    23/10/2010 00:39

    Caro colega Luciano

    Só faltou jogar o cartão.
  8. Dr. M. Villanova
    24/10/2010 13:46

    Amigo vai lá e pede a demissão, se você acha que não esta valorizado e que pode ser valorizado em outro local, se não te pagam o que você merece, se te trantam como você naõ quer, se você vai para o inferno todo dia, o que você ainda tá fazendo neste local???
  9. VIDA52
    24/10/2010 19:05

    Tenho certeza pelo que vc diz, que é operador de telemarketing, cuidado pq a politica dessas empresas é isso mesmo: demitir por justa causa, é uma quebra de braço, portanto se puder peça demissão, arranje outro emprego. Não se torture, sei muito bem o que é isso.
  10. JJulian
    25/10/2010 11:09

    exatamente sou operador de telemarketing e caso se interesse em saber trabalho para o grupo provider em caruaru-pe que atende ligações do inss
  11. CARIOCA1983
    25/10/2010 12:52

    Bom dia !!!
    Car jjulian,
    caso tenha passado por constantes constrangimentos públicos com testemunhas presentes e que possam e queiram estar ao seu lado, poderá de imediato entrar com processo por assédio moral o mais rápido possível, pois somente aí poderá ter direito à sua demissão. Será visto por um advogado trabalhista que seja de caráter, uma possível demissão indireta, na qual a empresa será obrigada pela justiça do trabalho a demití-lo dando-lhe todos os direitos como se ela lhe demitisse por espontânea vontade.
    Busque alguém que tbm esteja afim de sair da empresa e que você tenha bastante afinidade, pois daí será uma fonte forte de prova para o processo.
    Não dê mais motivos para outras suspensões, corra na frente do prejuízo, pois somente a justiça com bom advogado poderá auxiliá-lo melhor.
    Digo isso por que estou passando pelo mesmo motivo, só que a empresa me deu uma suspensão mesmo eu tendo portado de um atestado para os dias que levei atestado. Daí procurei um advogado que já está dando entrada no processo contra a empresa.
    Eu também não indico mais ninguém a trabalhar nela,pois é um desrespeito com a inteligência do trabalhador, pois pessoas sobem de cargo se forem extremamente bajuladores de seus subordinados, coisa que eu não sei ser.
    Por eu ser uma pessoa muito sincera e falar tudo que penso e que sei por buscar informações de tudo que é fonte de leis, eles estão fazendo de tudo para o ambiente em que trabalho se tornar insuportável.
    Forte abraço e não perca mais tempo, procure um advogado trabalhista de seu conhecimento o mais rápido possível e assim com o processo, uma testemunha chave para que seja completado seu processo.
  12. Carlos Alberto F. B.
    25/10/2010 13:15

    Comece a faltar e meta atestado médico em cima deles, uma hora eles vão se encher e te demitir.
    Obs: Vá em alguma UPA 24hrs, ou até mesmo em posto de saúde, diga que não está se sentindo bem que eles te dão o dia.
    Se você fizer isso com uma certa continuidade, com certeza eles vão se encher de você.
    Ou.........
    Siga o conselho do colega acima, será muito mais útil.
  13. Carlos Alberto F. B.
    25/10/2010 13:16 | editado

    As leis contra esse tipo de e trabalho deveriam ser mais rígidas.
  14. JJulian
    25/10/2010 23:47

    realmente obrigado a todos pelas ajudas vou tentar dar um jeito nessa situação,e olhem só mais uma coisa,uma amiga minha estava com a mãe internada com um câncer e pediu as férias pra poder cuidar da mãe,a empresa negou sendo que ela ja estava no período de tirar as férias,e só deu 3 meses depois quando a mãe dela morreu e isso por que viram que ela estava em estado de choque
  15. Alucha
    26/10/2010 11:06

    De cada resposta dá para se aproveitar um bocado. Aqui na minha cidade funciona o telemarketing da OI/BRASILTELECOM e a maioria das pessoas fazem isso, começa a derramar atestados médicos, consultes psiquiatras, psicologos, diga que está estressado, (e deve estar mesmo). Se documente de tudo que eh jeito e espere para ver o que acontece.

Participe do Fórum

Entre com seu cadastro do Jus Navigandi:

Esqueceu sua senha?

Não tem Facebook e quer participar do Fórum?

Faça perguntas, responda dúvidas e discuta assuntos jurídicos. É fácil e grátis!

JUS NAVIGANDI NAS REDES SOCIAIS