Ir direto ao conteúdo

Redes Sociais do Jus Navigandi

  1. Alzeri
    25/11/2010 14:22

    Tenho um caso bastante unusual (creio eu), tenho um advogado que esta como meu patrono em um caso de familia desde 2007, ocorre que minha esposa faleceu em Dezembro de 2009 e esse Advogado assumiu a defesa do processo de direito de familia (espolio) advogando contra mim de maneira ferrenha.
    Alem de representar contra ele na OAB, o que mais posso fazer para me defender desse advogado?
    Qual a legislacao que o impede de advogar contra mim?
    Para esclarecer melhor, ele nao renunciou ao mandado ate hoje.

    Alguem pode me ajudar?


    Fico muito grato.

    Alzeri
  2. Rodrigo Martins ... rpmartins@gmail.com
    27/11/2010 13:34

    Entendo que somente após comunicar efetivamente o conflito de interesses ao advogado é que poderá pleitear a reclamação na OAB.
  3. Rodrigo Martins ... rpmartins@gmail.com
    27/11/2010 13:36

    Entendo que somente após comunicar efetivamente o conflito de interesses ao advogado é que poderá pleitear a reclamação na OAB.
  4. Adv. Antonio Gomes
    27/11/2010 15:01

    Por hora não vislumbro irregularidade. Pode e deve o consulente revogar os poderes do patrono.
  5. JABatista
    27/11/2010 19:17

    Alzeri:

    O advogado que age dessa maneira ofende o artigo 18 do Código de Ética e Disciplina da OAB.

Participe do Fórum

Entre com seu cadastro do Jus Navigandi:

Esqueceu sua senha?

Não tem Facebook e quer participar do Fórum?

Faça perguntas, responda dúvidas e discuta assuntos jurídicos. É fácil e grátis!

JUS NAVIGANDI NAS REDES SOCIAIS