Ir direto ao conteúdo

Redes Sociais do Jus Navigandi

  1. Karinim
    25/02/2011 09:50

    Minha conta de luz este mês veio muito cara (507,27), fui na Ampla fazer uma reclamação de consumo, pois na minha residência não tem aparelhos que consomem tanta energia, e justamente o mês de referencia de cobrança (período de 15/01 à 10/02) meu marido estava viajando e quando isso acontece eu pouco fico em casa, pois vou para casa da minha mãe, então a conta não podia ter vindo tão alta.
    Minha dúvida é se for indefererido como faço para entrar na justiça? Pois já tive outros problemas com a Ampla e no dia do julgamento a juiz deu causa ganha para Ampla (causa incosistente) mesmo a Ampla assumindo na frente do juiz o erro de ter cortado minha luz sem motivo no período de todo carnaval (2010).

    Minha conta vence no dia 28/02, caso seja indeferido eu devo pagar para depois acionar a justiça ou não?

    Aguardo a colaboração.

    Karini Moraes.
  2. Cláudia Batiston
    25/02/2011 10:42

    Oi,

    Espero que ja tenha conseguido resolver seu problema. Mas caso nao o tenha, sugiro que:

    1) procure um advogado para que ele possa entrar com um mandado de segurança contra o orgao para que este nao corte sua luz enquanto vc discute o valor da conta de luz.

    2) tente resolver amigavelmente o problema;

    3) caso a Ampla não solucione o problema tera q ir na via judicial mesmo e discutir com ela a legalidade da conta, a forma como é feita a leitura do relogio e pedir danos morais e materiais (estes se especialmente se a luz foi cortada)

    Mas lembre-se que dependendo de quais eletrodomesticos vc tenha em casa, e como eles estão sendo utilizados, isto de fato poderá impactar na leitura da luz.

    Espero ter te ajudado, mas caso precise de maiores informações, sinta-se a vontade para enviar email para mim.

    Att,

    Drª Cláudia Batiston

    claudiabatiston@adv.oabrj.org.br

Participe do Fórum

Entre com seu cadastro do Jus Navigandi:

Esqueceu sua senha?

Não tem Facebook e quer participar do Fórum?

Faça perguntas, responda dúvidas e discuta assuntos jurídicos. É fácil e grátis!

JUS NAVIGANDI NAS REDES SOCIAIS