Pressão psicológica perseguição por parte do empregador o que eu posso fazer?

Pressão psicológica perseguição por parte do empregador o que eu posso fazer.

Gente gostaria de uma ajuda, como devo fazer neste caso? Tudo começou na última quinta feira 7/4/11, quando nos preparávamos para começar a trabalhar recebemos a folha de pagamento onde consta o salário fixo e mais comissão por vendas obtidas. Para o espanto de todos, as comissões vieram muito abaixo do que todos esperavam, pedimos então esclarecimentos para a gerente administrativa, que é quem responde por esta parte na empresa, a mesma veio até nós mostrando-se muito irritada falando que era aquilo mesmo, que a empresa tinha demitido oito e contratado mais seis e que todas essas entradas e saídas influenciavam nos 10% que eram repassados para nós e mais ainda falou que se tivesse alguém insatisfeito que era só passar no escritório e pedir as contas, o que para surpresa dela realmente aconteceu alguns funcionários realmente pediram a conta e saíram, pedi a ela que me colocasse para rua, pois não tinha condição de pedir a conta e ficar sem emprego, ou seja, queria receber os meus direitos. A partir daí sinto que estou sendo perseguido a todo o momento notei que na mesma noite em que aconteceu tudo isso eu estava sendo perseguido até mesmo no horário de meu intervalo, o qual tiro fora da empresa, notei que a gerente e a psicóloga passaram algumas vezes por mim falando ao telefone tipo me vigiando quando voltei ao trabalho fiquei sabendo que a mesma realmente passava informação de tudo que estava fazendo para dentro da empresa. Na noite seguinte quando voltei ao trabalho percebi que o Subgerente e o gerente não tiravam os olhos de mim. Em certo momento fui chamado pelo gerente o qual me perguntou se eu estava dando algum tipo de produto para os clientes, sem registrar a venda, pois o mesmo estava muito desconfiado de mim também escutei do Subgerente que eu era um cara muito perigoso, todas essas pressões durante o meu horário de trabalho tudo isso sem nunca ter tido nenhum tipo de alteração disciplinar na empresa fiquei muito deprimido com tudo que estava acontecendo, desanimei por completo. Quando fui embora pedi para o gerente que ele conversasse com a gerente. administrativa para ela me dispensar, pois eu não tinha condições psicológicas para estar ali. Me senti tão humilhado que nos dois dias seguintes não tive condições de trabalhar, mas liguei e justifiquei o motivo da falta. No dia seguinte recebi um telefonema da tal gerente pedindo para eu ir até a empresa, pois a mesma queria fazer um acordo comigo fui até lá onde ela me explicou que se eu devolver os 50% da multa rescisória ela me dispensaria sem problemas aceitei a proposta dela e no dia seguinte voltei para assinar os papeis da demissão quando para minha surpresa ela me falou que eu não precisava cumprir o aviso prévio, mas também não ia me pagar, pois o mesmo fazia parte do acordo falei a ela que em nenhum momento ela tinha me falado dessa parte do acordo e que se ela não quisesse indenizar o aviso eu iria cumprir os 30 dias do aviso normal, mais uma vez a mulher ficou completamente fora de si falou para mim que poderia me colocar por justa causa usou a seguinte expressão “ou Caga ou desocupa a moita”e que com ela não tem muita frescura e que eu tinha que acabar com esta novela ainda hoje, mais uma vez fiquei lá em baixo mesmo assim não me deixei levar pelas palavras dela, falei que iria cumprir os trinta dias ela voltou a falar que iria me colocar por justa causa que poderia até me forçar a pedir demissão com tudo isso ela não deixou eu assinar a folha do aviso prévio deixei o local e ela continuou a falar em tom alto e que era pra eu resolver tudo naquele dia ainda .Chegando em casa liguei para a empresa avisando que não aceitaria as pressões que vinham dela e que eu iria retornar ao trabalho naquela noite, quando cheguei para trabalhar entrei na empresa coloquei meu uniforme bati meu ponto quando estava no refeitório diante de todos os funcionários recebi uma carta de suspensão de três dias onde eu me neguei a assinar a qual foi assinada por duas testemunhas que estavam por ali após ler a carta vi que a suspensão era referente às duas faltas citadas anteriormente as quais eu justifiquei e não tinha condição psicológica nenhuma de trabalhar. Ou seja, será que estou sofrendo algum tipo de pressão psicológica ou algo parecido acho também que estão me pressionando para eu aceitar a proposta deles ou pedir à conta.

O que posso fazer neste caso? Quais são os meus direitos? Devo seguir em frente ou este tipo de agressão por parte do empregador não dá em nada? Agradeço muito a quem possa me ajuda, estou completamente desorientado às vezes tenho vontade de ir lá e pedir a conta, mas não tenho nenhum outro emprego em vista preciso muito receber meus direitos trabalhistas

Respostas

1

  • Alessandro Nunes Dias

    Alessandro Nunes Dias

    cara, lexcia estava vendo seu caso isso assedio moral isso ai da indenizaçao boa por certo constragimento procure advogado da oab q sao do governo sao gratuito tire foto faça video arrume testemunha do seu dia dia desmostre provas q açao vai ser judiciada nao sofra mais minha amiga se deus nao te humilha quem eo homem pra fazer tal atuação espero ter ajudado abraços !!!