O que fazer com uma dívida se o banco não quer negociar?

Boa tarde. Eu devia num banco o valor de R$ 1.563,00 por desemprego. Após 6 meses proceurei o banco pra negociar e esse valor estava em R$ 5.712,00. Proceurei Procon, IDC e a Justiça para informações. Tudo que me passaram é que esses orgãos não questionam juros bancários. Nesse corre por ajuda, esse valor hoje está em R$ 15.000,00 e a agencia não entra em acorod comigo por nada. Com meu nome nos orgãos de proteção de crédito, quase perdi meu emprego e não sei mais o que fazer. Pensei em processar o banco mas a resposta que tive é que nunca mais financirei nada vida. Alguém me ajuda?

Respostas

5

  • Edgar Lisboa

    Olá Rcastro, o que vc deve fazer e sim abrir um processo por abuso de juros , vc deve anexar nesse processo os extratos bancários de quando vc deixou de pagar a divida e comprovar para o Juiz que o juros aplicado não é o correto a se aplicar, procure saber, qual é o máximo que a lei permite de aplicação de juros, com certeza este valor esta com juros altíssimos. Neste processo o juiz reconhecendo o juros irá fazer cálculos do valor correto e pronto vc pagará o valor correto , que com certeza e bem menor do que eles estão de te cobrando. Agora sobre nunca mais financiar na vida quem te disse isso foi para te amedrontar, pois hoje em dia estando com o nome limpo , todos te abrem as portas, inclusive se vc não pagar essa conta do banco como tempo essa divida caduca e quando caducar, outros bancos te emprestaram dinheiro , com certeza o banco que vc deve nunca mais te financiara , porém basta pagar a conta que no outro dia esse banco voltara a te emprestar. Porém a um detalhe importante sobre não pagar a divida , se vc tiver em seu nome algum bem , ele pode ser penhorado , quando esse banco te processar para receber o dinheiro, porem quando a divida caducar o processo não poderá continuar .
    Espero ter ajudado !

  • RCastro

    Obrigado. O Banco é o Itaú, na mesma época em que fiquei desempregado, por problemas de saúde eu devia também R$ 1.222,00 no Bradesco e após 2 anos procurei o Bradesco e eles reduziram a dívida pra R$ 700,00 a vista pra eu poder quitar, já o Itaú com 6 meses me cobrou esse valor e na busca da Justiça pra reduzir os juros, só aumentou essa dívida que tem tirado meu sono. Obrigado pela dica, procurarei o Fórum sim e vou mover uma ação contra o Itaú.

  • Carvalho Alessandra

    entrei com um processo contra o banco Itau (tai financeira),por causa de juros altos que eu fiz em um emprestimo junto ao banco,so que pensei melhor e resolvir parar com o processo uma vez que pretendo pagar a divida pois vou participar de um concurso público. Solicitei ao meu advogado que desisti se do processou e ele negou dizendo que nao tem como para o processo uma vez que ele corre em BH so que entrei em contanto com o banco e minha divida hoje esta em 5.600,00 e o banco quer fazer um acordo comigo no valor de 2.400,00. em 12 parcelas e eles me pedirem para eu disser que o advogado pedi se a extinção do processo. Se ele nao aceitar eu posso fazer mesmo assim o acordo e solicitar a extinção do processo ja ter sido feito.quanto de porcentual o advogado pode me cobrar de honorarios pela minha desistencia ..me ajude estou confusa demais.

  • RCastro

    No meu caso, o banco não aceita acordo, eu devia apenas R$ 1.563,00.. atualmente fui ao banco e ofereci a vista R$ 2.000,00 mas o mesmo não aceita. Eles aceitam mas parcelando que fica em mais de R$ 7.000,00.
    Como você, eu também fico confuso com medo de mover uma ação contra o Itaú e dpeois nem um concurso poder apossar pois a nossa Justiça é lenta e na espera por uma solução e informações na Justiça, eu só perdi tempo e a dívida aumentou.

  • RCastro

    Quero agradecer a todos pelas orientações.
    Ontem procurei o Fórum e não fui atendido pois minha renda é superior a R$ 1.600,00.
    Mesmo assim, foi de grande ajuda as orientações aqui colocadas. Me ajudou muito mesmo e só tenho a agradecer.