Como dar baixa em um carro no Detran?

Nelsom Junior perguntou Sexta, 29 de abril de 2011, 1h11min

Olá, Em 2006 comprei um veículo em meu nome para um "amigo" meu após um ano que ele estava com o veiculo por não ter mais condições de pagar ele passou para outra pessoa e a´pos uns 3 meses disso a financeira começou a me ligar e entrei em contato com ele e ele me informou que havia passado para outra pessoa e o carro foi furtado quando ele deixou em frente a um mercado quando voltou o carro não estava mais lá e tentaram dar queixa de roubo mas o informaram que como o carro não estava no nome dele não poderia dar queixa então eu tentei dar queixa mas o delegado não deixou eu registrar queixa pois o veiculo não foi furtado das minhas mão se só me deixou registrar como apropiação indébta foi o que fiz após isso começaram a aparecer multas até que uma delas por manobra perigosa em 2008 gerou suspensão direta em minha habilitação a qual ja recorri duas vezes e perdi estou em terceira e última instância agora, mesmo apresentando toda a documentação que desde 2006 o veiculo não se encontra mais comigo segundo o detran somente o B.O de furto me isentaria dessa responsabilidade o qual não consigo fazer, e essa multa de 2008 fi a última que apareceu depois não houve mais nehuma e após procurar muito o veicúlo obtive a informação não oficial que desde 2008 esse veiculo foi desmanchado não existe mais como faço para dar baixa desse veiculo no detran fiz toda a quitação na financeira pois meu nome estava no SPC/Serasa, só tenho os debitos no detran! o que posso fazer nessa situação?

Respostas

2

  • danilo luis

    Olá Amigo!

    Estou na mesma situação que você. Conseguiu resolver?
    Podemos trocar idéias sobre isso?

    Abraço e espero que tenha resolvido seu caso.

    Danilo

  • Aldojur@bol.com.br

    O melhor mesmo é que você deveria ter pensado se este "amigo" era amigo mesmo... O melhor nesta situação é perder o amigo, dizendo a ele que não dá. Ele ainda é seu amigo? Veja o problema que você arranjou. E ainda mais, antes de fazer um negócio bom para o "amigo", consulte um bom advogado.