Ir direto ao conteúdo

Redes Sociais do Jus Navigandi

  1. Aristocrata
    22/06/2011 14:00

    Ola inlustres amigos profissionais do direito!
    esto com grande problema queria que por favor vcs me ajudem !

    caso e seguinte, tenho um termo de doaçao de terreno por indenizaçao assinado pelo prefeito e reconhecido firma isso em 1989, termo se referi a doaçao de uma glebla de terreno urbano nele cita antigo registro de imoveis a qual figura como proprietaria nesse dito registro a prefeitura a qual mesma expedio esse termo me doando esse terreno!
    duvida e seguinte esse termo e escritura? ele pode ser registrado no cartorio de registro de imoveis???? e segunda duvida e seguinte a em uma parte desse terreno uma senhora se diz dona so que mesma tem apenas o contrato de compra e venda feito por um terseiro que nada tem aver com a prefeitura e esse terreno esta sem bemfeitoria so q msm se diz proprietaria dessa area, a prefeitura foi nessa parte do terreno e construio uma predio publico e mesma entro com uma açao de manutençao de posse so que juiz deu seguinte setença vejao seguir!!!

    Vistos etc

    Trata-se de pedido de reintegração de posse, proposto pelo Espólio deFulano de tal, aduzindo que sofre de esbulho, entretanto noticia que há demanda possessória julgada, tratativa da inflexão direta sobre a coisa por este Juízo, vazada nos autos do processo nº 000004, conforme consulta abaixo igualmente julgada pela instância superior.
    É o relatório. Decido.
    Inicialmente, observo evento de coisa julgada, anterior a instauração da instância, alcançou o objeto almejado pela pretensão traçada na vestibular, incorrendo indubitavelmente no fenômeno de coisa julgada, razão pela qual de ofício, (art. 267, §3º, CPC) e como tal decreto a extinção do processo sem apreciação de mérito, ante a reprodução de ação anteriormente ajuizada e resolvida.
    Ante o exposto, na forma do art. 267. V, CPC, decreto a extinção do processo sem julgamento do mérito, carreando a parte autora no ônus da sucumbência, notadamente, nas custas processuais.
    Publique-se. Registre-se. Intime-se, após o transito em julgado arquive-se independente de nova conclusão.

    essa foi decisao juiz!! pergunta e seguinte que seguinifica essa decisao? eu com esse termo a qual prefeitura doa terreno pra min citando inclusive o antigo resgitro sou proprietario??? posso registra no cartorio registro imoveis esse documento?? ele derruba quaquer outro documento que nao seija escritura definitiva??? que açao posso mover para torna esse documento a escritura definitiva????
    grato diz de ja!!

Participe do Fórum

Entre com seu cadastro do Jus Navigandi:

Esqueceu sua senha?

Não tem Facebook e quer participar do Fórum?

Faça perguntas, responda dúvidas e discuta assuntos jurídicos. É fácil e grátis!

JUS NAVIGANDI NAS REDES SOCIAIS