Ir direto ao conteúdo

Redes Sociais do Jus Navigandi

  1. Rodrigo
    15/03/2005 10:47

    Prezados colegas,

    Advogando em causa própria, distribui em 11/03/2005 uma ação de consignação em pagamento na justiça comum, uma vez que o JEC não comporta tal ação, recolhendo para tanto as custas judiciais. Alguns dias depois, em 14/03/2005, distribui outra ação, agora de danos morais, no JEC visando fugir das custas, sendo que as partes são as mesmas da ação de consignação e a causa de pedir também.

    Ao despachar um requerimento de tutela com o juiz do JEC, este julgou extinto o processo sem julgamento do merito alegando que as ações são conexas, e tendo a ação consignatória sido distribuido primeiro, tornara aquele juizo da justiça comum prevento. Pergunto:

    1 - Existe algum argumento para reverter este quadro, haja vista que não posso arcar com as custas na justiça comum e o juiz prevento não costuma deferir gratuidade para advogados ?

    2 - E se a ação de indenização tivesse sido distribuida primeiro no JEC e posteriormente a ação consignatória na justiça comum, pelo entendimento do juiz o JEC seria prevento, todavia não é possivel ação consignatória no JEc, Como ficaria tal situação ?

    Grato e no aguardo,

    Rodrigo

Participe do Fórum

Entre com seu cadastro do Jus Navigandi:

Esqueceu sua senha?

Não tem Facebook e quer participar do Fórum?

Faça perguntas, responda dúvidas e discuta assuntos jurídicos. É fácil e grátis!

JUS NAVIGANDI NAS REDES SOCIAIS