Ir direto ao conteúdo

Redes Sociais do Jus Navigandi

  1. Sarah Lopes Ferreira
    18/07/2011 20:16 | editado

    Minha prima tem uma menina de 1 ano e 3 meses e o pai a registrou após o nascimento. Eles não são casados e a família dela é de Pernambuco. Ela quer viajar com a menina para apresentá-la aos avós, mas ele diz que ela não pode se ele não autorizar. Isso procede? Em viajem de avião ou ônibus? Desde já agradeço a assistência dos doutores!
  2. Maria Tereza Adv.
    18/07/2011 20:21

    A mae nao precisa de autorizacao do pai para viajar em territorio nacional, somente para fora do país.
  3. SANSURY
    18/07/2011 20:38

    em toda estaçao rodoviária tem um juizado, que emite uma certidao dando a mae autorizaçao de viajar com o filho; e o que o colega faloua cima confere...
  4. eppp
    19/07/2011 10:31

    Eu não sou advogado, sou somente um curioso, ok?

    SANSURY, a mãe não precisa de autorização para viajar junto com o filho. A mãe precisa dar uma autorização para o filho viajar sem estar com nenhum dos pais.

    Se a viagem for internacional, ou precisa estar com os dois pais ou o que não está precisa autorizar.
  5. Sarah Lopes Ferreira
    20/07/2011 08:52

    obrigado!
  6. Helena30
    20/07/2011 09:37

    Por favor, tenho uma curiosidade... Se eu for mudar de cidade tenho que ter a permissão do pai??? Em território nacional ..

    Obrigada!!!!
  7. eppp
    20/07/2011 11:14

    Eu não sou advogado, sou somente um curioso, ok?

    Helena30, presumo que vc pergunta se vc precisa da autorização do pai do seu filho para mudar-se com o seu filho dentro do Brasil. Resposta: não, não precisa, mas é recomendável avisá-lo (digo, avisar o pai) sobre a mudança. Pode ser depois que vc já tiver mudado, mas não dê margem para ele falar que vc sumiu com a criança.

    Ah, isso vale numa situação "normal", tipo o seu filho mora com vc... por exemplo, se ele tem a guarda aí a coisa pode ser diferente.

    Agora, se vc me permite, quero te responder como pai: se o seu filho e o pai dele têm uma boa convivência, esforce-se para manter a convivência entre eles, isso é importante para o seu filho. Se vc precisa se mudar, por exemplo, por motivos profissionais, faz parte da vida... mas tente dar um maior apoio ao seu filho, que pode sentir falta do pai.
    Por outro lado, se o pai é daqueles que vê o filho uma vez por ano, nem pense nisso.
  8. Helena30
    20/07/2011 11:49

    eppp obrigado...

    Nem sabe como me emociono qdo vejo qualquer exposição de carinho, amor de pai p filho.... O qto eu sofro pelo fato da minha filha ter 1 aninho e não ter a presença masculina de pai ao lado... Ela tem um pai dependente químico, q tem bipolaridade e nunca acaba o tratamento psiquiátrico... e q oferece risco a ela... por isso, e somente por esse fato privo ela de ir aos domingos com o pai, dia de visita, e mesmo com todos esses problemas e mesmo tendo medida protetiva sei q é importante para o desenvolvimento e psicológico dela, por isso eqto trabalho e minha mãe fica com ela, ele tem a liberdade de ir vê-la... mas nunca foi.... ele quer é levá-la... para fazer o q não sei e nem quero saber pq temo por ela e ela é a razão da minha vida... prefiro q ela um dia me cobre por ter evitado essa aproximação, do que um dia quem sabe me cobre por um trauma ou alguma sequéla ...
    Se o pai procurar ajuda para as drogas, e um tratamento rigoroso psiquiátrico e comprovar q realmente tem a possibilidade e não oferecer risco algum a ela eu serei a mãe mais feliz do mundo...
    Mais uma vez obrigada!!!
  9. eppp
    20/07/2011 12:17

    Helena30, eu realmente fico pasmo com histórias como a sua. Eu sei que existe, eu sei que é verdade, eu sei que acontece todo dia, mas eu não consigo acreditar que alguém tenha um filho, que é a melhor coisa que o mundo pode te dar, e não aproveite essa convivência ao máximo.

    Vc pode ficar com a impressão que eu sou um pai meio babão... sou, mas só um pouqinho! Tem hora que criança enche o saco sim, e tem que dar um tempo, falar pra parar de encher o saco que estou ocupado, mas... sei lá... se eu ficasse tipo 1 mes sem ver meus filhos acho que pirava.

    Acho que a única coisa que eu posso te dizer é para tentar dar carinho em dobro para o seu filho, para suprir o que falta do pai. Mas não mime demais! Criança midada é criança chata.
  10. Mariaana Carvalho
    15/10/2011 23:01 | editado

  11. Mariaana Carvalho
    15/10/2011 23:03

    Oie Sou Mãe , sou de menor idade tenho um filho de 1 ano e meio , e queria viajar para outro estado por motivo de doença na minha familia eu tenho que ter a autorizaçao do pai da criança , ele è resistrado no nome dele , da a alimentação direito mais eu sei que se for por ela eu nao levo o menino ... se eu viajar com a criança ele pode alegar que eu sumi com o bebe???? TENHO 15 ANOS E O PAI TEM 23 O QUE EU FAÇO ?
    DESDE JA AGRADEÇO !
  12. Insula Ylhensi
    16/10/2011 01:17

    Usuário suspenso

    Oi, Mariaana, respondi sua questão em outro post. A resposta é a mesma que a Dra. Rosa deu aqui para a consulente Sarah. Vc pode viajar tranquila, ok?

    Helena30
    Se o pai de seu filho é agressivo ou escolheu o caminho das drogas, não lamente o afastamento de seu filho, nem receie que ele venha a lhe cobrar por isso, desde que vc sempre fale a verdade sobre o pai mas de maneira a não bancar o carrascho, explicar que não dava pra viver junto nem próximo porque vc estaria se arriscando sempre a ser agredida e o filho tmb, incluindo risco de morte.

    É melhor não ter pai nenhum à ter alguém que irá trazer tormento para a vida deste filho.

Participe do Fórum

Entre com seu cadastro do Jus Navigandi:

Esqueceu sua senha?

Não tem Facebook e quer participar do Fórum?

Faça perguntas, responda dúvidas e discuta assuntos jurídicos. É fácil e grátis!

JUS NAVIGANDI NAS REDES SOCIAIS