Ir direto ao conteúdo

Redes Sociais do Jus Navigandi

  1. JODESESPERADO
    22/09/2011 13:26

    Sou contabilista, por motivo de doenças a 01 ano não estou exercendo a atividade. Mas, tenho uma divida com um cliente pelo não pagamento dos impostos do mesmo, sendo que o dinheiro foi passado para o escritório. Eu, fechei o escritório por isto, e a doença veio em decorrência dos problemas que descobri posteriomente. Por caráter assumi a resposanbilidade dos atos, e perante o advogado do credor assinei uma confissão de divida, ocorre que com o fechamento do escritório os grandes clientes se foram e os pequenos mudaram por falha da minha estrutura que ficou prejudicada. Assim, não tive e nem tenho mais condições de pagar o valor acordado e atrasei por um bom tempo as parcelas acordada. Agora, ele entrou na justiça, a qual me cobra a divida assumida. Não tenho como pagar, estou desempregado, vivo de bicos e ainda doente, nem posso, ficar pelo INSS, pois alegam que para o meu problema "pscológico" o prazo de auxilio é só 60 dias. O que fazer. Se não posso pagar um advogado para me auxiliar nesta questão, posso ser preso por desacatar uma ordem judicial?

Participe do Fórum

Entre com seu cadastro do Jus Navigandi:

Esqueceu sua senha?

Não tem Facebook e quer participar do Fórum?

Faça perguntas, responda dúvidas e discuta assuntos jurídicos. É fácil e grátis!

JUS NAVIGANDI NAS REDES SOCIAIS