estou gravida,quero adiantar minhas ferias ou pedir conta oque faço

lucicleia e cleivison perguntou Terça, 28 de fevereiro de 2012, 22h26min

Estou Gravida de 6 meses ,fiquei afastada do quinto mes ao 6 mes, o inss reprovou prorrogamento do afastamento,dai queria que meu patrao me adiantasse minhas ferias pois ela vence em agosto 2012,ou vou pedir conta queria saber oque vcs me aconselham a fazer e quais meus direitos:

desde ja agradeço!

Respostas

5

  • Clayton Santos

    Aconselho que você peça um laudo ao seu obstetra, informando que você não tem condições de exercer suas atividades laborais e entre com o pedido de férias ou licença. Caso o médico não lhe dê o laudo é porque você está apta para o exercício da função, ai não há nada a fazer. Caso você peça demissão, perderá os direitos rescisórios, bem como os direitos da estabilidade provisória.

    Leia a matéria do link (http://www.normaslegais.com.br/trab/10trabalhista230211.htm)

    Espero ter ajudado,

    Att,

    Dr. Clayton Santos.

  • lucicleia e cleivison

    Pois e Dr Clayton
    eu ja tenho este laudo so que o inss reprovou
    o medico da empresa tambem relatou que estou apta!
    mas a minha obstetra me deu o laudo e aii oq faço



    desde ja agradeço

  • Clayton Santos

    Neste caso você deve acionar o INSS. Deve entrar com uma ação previdenciária de obrigação de fazer com base no laudo particular e o indeferimento da perícia do INSS, pedindo tutela antecipada para poder ficar em casa enquanto o juízo julga o mérito da questão.

  • lucicleia e cleivison

    pelo q entendi entao!
    eu tenho que ter um advogado para entrar com uma açao contra a negaçao do laudo da minha obstetra, e vc acha viavel corre atras,ou tentar adiantar as ferias,deixa explicar melhor, tava afastada,dai 15 dias antes do termino,remarquei a pericia de prorrogaçao do afastamento,o medico nem olhou o laudo da medica, dai ele me liberou para trabalhar sendo que estava com o laudo em maos, dai nao sei se compensa correr atras assim, se der resultado bem ne! se nao der nao vo receber nada de ninguem




    desde ja agradeco

  • Clayton Santos

    Se seu caso for em relação as custas, você pode procurar a Defensoria Pública da União que é competente para demandar contra o INSS, mas se for em relação ao trabalho, minha orientação é que continue trabalhando até ser deferida a tutela antecipada. É claro, quem vai avaliar sobre a possibilidade de continuar ou não no emprego é você, pois o principal é a saúde e a vida.