Ir direto ao conteúdo

Redes Sociais do Jus Navigandi

  1. Patsufe
    06/03/2012 20:39

    Boa noite.Estou passando por um divórcio litigioso pois meu ex-marido quer vender o apartamento em que moro com meus dois filhos,uma menina de 12 anos e um menino de 9,sendo este deficiente.Esse apartamento é o nosso único bem e não gostaria de sair dele já que compramos na época para deixá-lo para as crianças,em especial pelo meu filho que usa cadeira de rodas.Parei de trabalhar como dentista assim que ele nasceu pois ele faz uso de sonda uretral e requer tempo para cuidados e idas a tratamentos e tudo mais.Meu ex-marido alega que quer a venda para seguir sua vida,investir em novo negócio já que mora e trabalha com os pais,sendo que seus pais são pessoas economicamente muito bem estruturadas,com bens em Portugal,não havendo a necessidade dos pais trabalharem,ficando na loja apenas ele e seu irmão.
    Meu ex-marido quer a venda do apartamento que moro com as crianças,ofereceu 1 salário mínimo e meio para cada filho,sendo que isso não paga a escola e o plano de saúde juntos,quanto mais alimentos e gastos com o meu filho.Este está na escola pública e o coloquei em tratamentos gratuitos para que não seja prejudicado,pois o pai não dá mais nada.Paga despesas básicas,mas o condomínio,a escola da minha filha,comida e qualquer gasto sem ser luz,gás,net,telefone e plano de saúde,ele se recusa.
    O ap está bloqueado porque no começo do divórcio houve ameaça da parte dele de me bater,então dei queixa e foram bloqueados qualquer coisa para a venda.Isso tudo já faz algum tempo e ainda não tivemos nem a primeira audiência.Ele não mencionou que o nosso filho é deficiente e isso foi notado pelo juiz segundo minha advogada.
    Segui minha vida depois que soube que ele já possui outra pessoa e tudo mais...tenho um namorado e morro de medo de prejudicar meus filhos.
    Gostaria de saber se no meu caso há a possibilidade de venda da minha casa,sendo obrgada a me mudar com meus filhos.Também gostaria de saber que no caso de algum dia eu morar com outra pessoa,meus filhos perderiam a pensão deles.
    Tenho muito medo de prejudicá~los em algo e abro mão de tudo por vê-los bem...meu filho precisa muito de mim e vivemos a custa da minha família para que eu possa cuidar dele em tempo integral.
    Obrigado desde já e espero ajuda.
  2. Osvaldo Sergipe
    06/03/2012 23:13

    A casa infelizmente mais cedo ou mais tarde ele ira conseguir judicialmente que seja vendida e repartida. Caso voce se case novamente seus filhos nao perdem a pensao, o que tem as necessidades especiais ira receber pro resto da vida e a menina ira receber ate a maioridade ou conclusao da faculdade. Se o valor que ele paga nao esta dando, pode entrar com acao revisional. Quanto ele ganha em carteira? comprovadamente? Peça 33% com desconto em folha. A obrigacao dele é somente com o valor mensal a titulo de pensao e nao é obrigado a pagar mais nada por fora. Contrate um advogado e entre com a revisional.
  3. Insula Ylhensi
    07/03/2012 00:53 | editado

    Usuário suspenso

    Enquanto vc não assumir uma vida conjugal com outra pessoa, vc pode pedir ao seu marido uma pensão alimentícia para vc, posto que vc precisou deixar de trabalhar para se dedicar exclusivamente aos cuidados com seu filho especial.

    Essa pensão poderá ser temporária, chegando a 2 anos, ou até mais.

    Concordo com a Dra Emanuelle.

    Creio que vc deva imediatamente constituir um advogado especializado em direito da família.

Participe do Fórum

Entre com seu cadastro do Jus Navigandi:

Esqueceu sua senha?

Não tem Facebook e quer participar do Fórum?

Faça perguntas, responda dúvidas e discuta assuntos jurídicos. É fácil e grátis!

JUS NAVIGANDI NAS REDES SOCIAIS