Pensão alimentícia e mandado de prisão

Boa noite... preciso de ajuda!! Meu marido tem uma filha de outro relacionamento e sempre teve ajudou, mas nunca pegou comprovante de nada! Agora a mãe da menina entrou na justiça com pedido de pensão, mas todo processo foi julgado a revelia, pois, meu marido nem sabia que precisaria levar um advogado. Somente agora é que contratou uma, que não diz coisa com coisa e nos deixa cada vez mais confusos... Agora o que está acontecendo é o seguinte, a advogada dela diz que ele deve em pensão atrasada R$ 4.000,00 e que foi expedido hoje um mandado de prisão para ele, para que ele pague o valor total, sob pena de prisão. Isso pode? A prisão não é sobre os últimos 3 meses? Como funciona? Ele não tem de onde tirar 4.000,00 tá desempregado... Aí vai preso e fica lá até quando?? Pra sair tem que quitar os 4.000,00? Estamos perdidos, por favor nos dêem um auxílio...

Respostas

33

  • Julianna Caroline

    A pensão já era determinada judicialmente?
    Pedido de prisão apenas pelos 3 ultimos meses.
    Sigo na opinião do Dr. Jaime.
    Um advogado q não sabe orientar e explicar ao cliente, não pode advogar.

  • Dani_Dani

    Sim Julianna a pensão já era determinada judicialmente... Mas como disse, meu marido até então não tinha nenhum advogado lhe informado sobre o que deveria ser feito. Só agora que tudo isso veio a tona mesmo... e muito obrigada pelo esclarecimento sobre a prisão... eu li muito e realmente vi que ele teria que pagar os três últimos meses, mas a advogada dele diz que tem que ser o valor total de 4.000,00 que foi determinado pela juíza... Acho muito estranho!

  • Julianna Caroline

    Quer uma sugestão?
    Troque de advogado.
    A prisão não será efetuada se ele pagar os 3 ultimos meses, é lei.
    Essa advogada de vcs é recém formada, tem OAB, vc verificou as refeferências dela, e o registro dela?
    Pra mim, me parece que ela não entende nada de Familia.
    além de que, ele pode propor um parcelamento do restante da dívida, na medida da possibilidade dele.
    E vem cá, ele fazia esses pagamentos em mãos, e não pegava nenhum recibo???
    Flor, isso é a mesma coisa que pedir pra ser executado mesmo sem dever.
    Boa sorte**

  • Dani_Dani

    Julianna o problema é que até então ele havia feito três depósitos em uma conta judicial e não depositou mais nada... E a advogada dele diz que a advogada dela não aceita o parcelamento da dívida... Meu marido é autônomo, não tem renda fixa... Fica bem complicado... Qual é a lei que fala sobre o pagamento em cima dos três últimos meses de pensão??
    Em relação ao parcelamento como disse a advogada dela não aceita... mas se não tem de onde tirar o dinheiro como faz???? Se ele for pagando a pensão todo mês certinho como ficam os atrasados?? Teríamos que propor algum parcelamento que ELA não aceita... Aí como faz?? Me ajuda por favor

  • Miles Edgeworth

    Bom, tente justificar isso ao juiz da causa. Se ele não aceitar a justificativa, poderá passar um pequeno período em cana, que varia de 30 à 90 dias.

  • Dani_Dani

    A advogada diz que já tentou acordar e o juiz não acatou... e se ele for preso, quando sair como fica a dívida?? Continua?? Não tem de onde tirar o valor, como faz??

  • Rosana

    Gente, não teve nenhuma audiência com a participação de seu marido? É possível isso? O juiz não concordou? Ate onde sei só se seu marido foi intimado e não compareceu. Ta muito estranha mesmo essa conversa da sua advogada....

  • slIA

    jaime se vc não sabe responder a pergunta de uma pessoa aflita.. se vc não pode ajudar , não a deixe mais nervosa.. tenha reponsabilidade.