Ir direto ao conteúdo

Redes Sociais do Jus Navigandi

  1. Wagner Candido
    Este usuário conecta-se ao Fórum usando uma conta do Facebook. Veja como fazer isso.
    03/07/2012 00:27

    depois de 25 anos de empresa fui demitido natal, e rescisão de contrato vesperas de ano novo para minha humilhação e familia ,sofri um acidente sou mecanico ,tive um esmagamento de punho e mão esquerda e fiz varias cirurgias para recuperar e fiquei com a mao com invalidez parcial e permanente e nao consigo mais serviço devido a essa deficiencia , esse acidente foi falha do equipamento da empresa mas no qual ela nao apresenta nos autos do processo foi perseguido pelo meu coordenador de manutenção ate ser demitido e todas empresas me chamam mas no processo final me bloqueiam estou deprimido faz 6 meses que fui demitido mas depois da demisssão fiz mais tres cirurgias duas ernias testiculo , e inguinal abdomem e retirei a visicula e na ressonancia cosntatou desgaste de coluna devido a esforços e a empresa sabia dessas patologias tenho 45 anos ainda tenho dores cronicas do acidente e tomo remedios que tenha ate morfina para abater minhas dores e tentei outra função fui barrado porque dizem dos 27 anos somados de outra empresa que especializei nessa função e nao faço perfil em outra area mas na minha area as empresas nao aceitam devido a mão por causa da função de mecanico estou perdido sem rumo parte emocional totalmente arrassada estou perdendo a dignidade e minhas forças de voltar ao mercado de trabalho que e exigente demais estou ficando sem renda e nao tenho contatos e apoio para engajar num trabalho me ajudem de alguma forma sempre agi de forma etica correta conforme as empresas rezam hoje tenho vergonha de sair de casa perdi minha dignidade estou sem rumo me ajudem me de uma luz grato.
  2. augusto avello
    03/07/2012 12:35

    Boa tarde!
    há 24 anos que trabalho no mesmo banco no RJ, estou na estabilidade até fevereiro de 2013, em razão de estar amparado pelo cod.91 (INSS) acidente de trabalho. Porém, a minha diretoria(SP) compareceu ao meu dept. dia 29/06 alegando que está realizando um programa de desligamento que visa facilitar as alterações estruturais em virtude do processo de centralização em São Paulo.(PDVI)até dia 18/08/2012. PERGUNTO: mesmo estando na estabilidade a que tenho direito e não aderindo ao PDVI, o banco pode me demitir se eu não aceitar a rescição mesmo estando incluso a verba da estabilidade?
    Gratao,
    Augusto
  3. Insula Ylhensi
    04/07/2012 00:40

    Usuário suspenso

    Wagner, vc deveria ter ficado de licença doença previdenciária, se a empresa não abriu a CAT seu Sindicato poderia ter aberto para vc. Tente junto ao INSS a configuração de acidente de trabalho, se não conseguir entao entre na justiça e requeira o reconhecimento. Vc gozará de 1 ano de estabilidade após retornar da licença previdenciária, isso se não for colocado em aposentadoria provisórioa por invalidez.


    Augusto, sim a empresa pode lhe demitir e terá de incluir os meses de estabilidade em sua rescisão, refletindo em todos os direitos como férias, 13º e aviso prévio.
  4. augusto avello
    04/07/2012 12:24

    Então, para que existe a estabilidade se a empresa pode demitir mesmo eu não assinando a minha demissão, no final eu não tenho garantia nenhuma.?
    Augusto
  5. augusto avello
    04/07/2012 14:29

    no mesmo dept. tenho 03 amigos que são sindicalistas (diretores de base) no caso deles o banco pode tb demitir pagando a estabilidade?
    grato.
    Augusto
  6. Insula Ylhensi
    04/07/2012 15:12

    Usuário suspenso

    A estabilidade impede apenas a dispensa imotivada (sem justa causa), mas mesmo assim, isso não obriga a empresa a manter tais empregados em seus quadros funcionais.

    A dispensa não é ilegal, desde que se indenize (pague ) o tempo da estabilidade do trabalhador.

    O comunicado da demissão não carece de assinatura do demitido para ter efeito, basta quie haja 2 testemunhas que confirmem ter ele tido ciência de sua demissão.

Participe do Fórum

Entre com seu cadastro do Jus Navigandi:

Esqueceu sua senha?

Não tem Facebook e quer participar do Fórum?

Faça perguntas, responda dúvidas e discuta assuntos jurídicos. É fácil e grátis!

JUS NAVIGANDI NAS REDES SOCIAIS