Ir direto ao conteúdo

Redes Sociais do Jus Navigandi

  1. eusinha(*_*)
    05/07/2012 17:05

    Tenho um relacionamento de 7 anos e sou casada há 5, (faria agora em agosto), meu filho de 13 anos (fez ontem) não é dele, mas o chama de pai, e ele até ia adotar, mas entre uma coisa e outra fomos deixando passar o tempo, não adquirimos bens, ele disse que não vai deixar meu filho desamparado, eu na verdade não queria nada, mas, tenho uns problemas de saúde que me impedem de trabalhar, acabo perdendo sempre o emprego por conta da saúde, então eu queria saber sem exigir nada, mas se pela lei ele teria alguma obrigação comigo.
    Nunca imaginei ter que perguntar isso, pois sempre achei que éramos a prova de balas, e por problemas financeiros que acarretaram um peso pra ele, nosso casamento acabou.
  2. Julianna Caroline
    05/07/2012 17:28

    Se vc comprovar que não pode trabalhar por motivos de saúde, atraves de laudos médicos que confirmem sua incapacidade laboral, vc pode conseguir uma pensão por tempo indeterminado.
    Agora, se não existe doença INCAPACITANTE, vc estando desempregada, vai conseguir mais ou menos por 6 meses.
    Terá que trabalhar e cuidar da saúde.
    Boa sorte**
  3. eusinha(*_*)
    05/07/2012 18:07

    Olá Juliana, obrigada por sua resposta.
    na verdade, eu não quero ser um estorvo pra ele, só que estou meio sem rumo, e ele que falou em continuar ajudando, vou aceitar até pelo menos cair a ficha, e arrumar um emprego, um ou dois meses, não quero que ele continue deixando de investir na vida dele pra ficar me bancando.
    obrigada.
  4. Lyelli
    05/07/2012 18:10

    Você terá direito a pensão sim, no entanto, não se pode falar em prazo, sendo assim, o ideal seria você verificar a possibilidade de auxílio junto ao INSS (desde que contribua de alguma forma), quanto ao seu filho, terá direito a alimentos que deverão ser pagos pelo seu genitor, caberá aí uma ação de alimentos.

Participe do Fórum

Entre com seu cadastro do Jus Navigandi:

Esqueceu sua senha?

Não tem Facebook e quer participar do Fórum?

Faça perguntas, responda dúvidas e discuta assuntos jurídicos. É fácil e grátis!

JUS NAVIGANDI NAS REDES SOCIAIS