Ir direto ao conteúdo

Redes Sociais do Jus Navigandi

  1. Dine alves
    16/07/2012 11:00

    Bom dia,tenho duas filhas que entraram na faculdade em 200,ambas com 18 anos;uma delas trancou a faculdade pela primeira vez por motivo de doença durante mais ou menos 1 ano,se recuperou voltou a estudar,depois trancou pela segunda vez sem eu saber e ficou mais um ano sem estudar foi morar com namorado durante esse tempo,terminaram o namoro,voltou a estudar,agora enfim com 24 anos está está estagiando(assistente social),só que me disse que ainda faltam 2 anos para ela terminar o estágio.
    A outra está cursando Letras mas nem chegou no meio do curso,falta mais do que vai,não está nem aí,hoje com 23 anos trancou a matrícula,e disse que não quer fazer mais Letras,quer mudar de curso...a minha dúvida é a seguinte ambas moram com a mãe.pago pensão desde quando nasceram,posso pedir a exoneração da pensão delas quando,com 25anos completos,tenho que esperar se formarem,o que fazer nessa situação?
  2. GLC
    16/07/2012 11:08

    Pela sua narrativa entendo que deve entrar com o pedido, haja vista que o pai só deve pagar a pensão até os 24 anos quando estão fazendo faculdade.
  3. Julianna Caroline
    16/07/2012 11:09

    Pode pedir a exoneração AGORA mesmo.
    A lei determina que encerra-se com 24 anos, ou o termino do curso, o que vier primeiro.
    A que ja está com 24, estagiando e tudo, peça.
    A que está com 23 fazendo corpo mole, peça tbm.
    O comportamento delas demonstra a falta de interesse nos estudos e que mantem a matrícula apenas pq acham que assim não perderão a pensão.
    Procure um advogado hoje mesmo e peça a exoneração dessa pensão das duas com tutela antecipada!!
    Boa sorte**
  4. Edic
    16/07/2012 11:20

    Faça o que a amiga Juliana falou.
    mesmo que , na pior das hipóteses, vc nao consiga exonerar agora, elas vão saber que a mamata delas está para acabar e quem sabe tomem vergonha

    Um abraço
  5. Sven
    16/07/2012 11:35

    Usuário suspenso

    Pessoalmente, antes de entrar com ação de exoneração, o consulente deveria falar para suas filhas que ele espera que estudem ou trabalham se não tem interesse no estudo. Seria o bom senso. Não deixaria de sustentar minha filha por que descobriu que não gosta de letras, daria outra oportunidade. Naquela de 24 que já está estagiando eu iria pagar a metade. O valor pago pelo estágio não sustenta ninguém.

    Poderia pedir exoneração, pode, mas depende muito da relação que tem com as filhas.
  6. Pai Desempregado
    16/07/2012 12:01

    Surgiu uma dúvida!


    1 - Se um filho ao completar maior idade ingressar na carreira militar e estiver cursando faculdade, a pensão deve continuar sendo paga?

    2 - Se um filho após terminar a faculdade, por exemplo, com 21 anos e resolver fazer outra faculdade continuaria a pagar a pensão?

    3 - E se a idade antes de terminar a faculdade for maior que 24 tenho a obrigação de continuar pagando?

    4 - Posso pedir exoneração e pagar a quantia que eu puder para o meu filho?
  7. Dine alves
    16/07/2012 12:01 | editado

    Obrigado por todas as respostas,mais realmente a exoneração é até 24 ou 25 anos ou até se formarem na faculdade,e se completarem 24 ou 25 estiverem ainda na faculdade?
  8. Julianna Caroline
    16/07/2012 13:30

    Dine

    24 anos ou conclusão do curso superior.
    O que vier primeiro.
    Se faz 24 anos mas está na faculdade, pode conseguir exonerar.
    Se concluiu a faculdade mas não fez 24 anos, pode conseguir exonerar.
    Tudo depende das alegações e das provas que ELAS terão que apresentar se quiserem continuar recebendo por necessidade.
  9. Julianna Caroline
    16/07/2012 13:33

    Caio

    1 - Se um filho ao completar maior idade ingressar na carreira militar e estiver cursando faculdade, a pensão deve continuar sendo paga?
    R: Sim. Vc pode pedir a exoneração quando o filho completa 18 anos. Se provar que ele não precisa mais da pensão e se ele não conseguir provar o contrário, é exonerado.

    2 - Se um filho após terminar a faculdade, por exemplo, com 21 anos e resolver fazer outra faculdade continuaria a pagar a pensão?
    R: Não. A Lei diz faculdade, mas isso não significa que fazer 3 ou 4 cursos vai garantir pensão. Entende-se que UM curso é suficiente para arrumar uma colocação profissional.

    3 - E se a idade antes de terminar a faculdade for maior que 24 tenho a obrigação de continuar pagando?
    R: Não. Pode pedir a exoneração quando completa 24, ou se completar a faculdade antes dessa idade.

    4 - Posso pedir exoneração e pagar a quantia que eu puder para o meu filho?
    R: Vc pode pedir a exoneração ou se não conseguir oferecer menos. Se conseguir exonerar, pode pagar por fora quanto quiser.
    Não é proibido ajudar os filhos.
  10. Natan Miranda de Almeida
    Este usuário conecta-se ao Fórum usando uma conta do Facebook. Veja como fazer isso.
    16/07/2012 13:45

    Olá, boa tarde. Tenho 23 anos, sou pai de uma menina de 2 anos, estou fazendo faculdade de marketing e faço esse curso com muita dedicação prazer. Estou trabalhando como consultor jurídico da VIVO empresa, mas o salário não é garantido, pois temos que bater metas, portanto até o fim do mês existe a possibilidade deu não receber o meu salário pelo mesmo motivo, estou com atraso de pensão de 3 meses, estou muito preocupado e com graves indícios de depressão profunda, meus pais são donos de fazenda, tem muito dinheiro, mas não me garantem dentro das minhas necessidades como pai e filho deles, quero muito concluir o meu curso de marketing, preciso saber se eu posso entrar com um recurso pedindo um valor de pensão, para eu conseguir pagar a pensão da minha filha, desde já agradeço a atenção, fiquem com Deus.
  11. Jade Souza
    Este usuário conecta-se ao Fórum usando uma conta do Facebook. Veja como fazer isso.
    16/07/2012 13:46

    aproveitando o post, o pai pode entrar com pedido de redução d pensão msm, pagando uma dívida atrasada? ex. o pai fez um acordo com a mãe de uma dívida antiga de pensão, deu uma entrada e parcelou o restante, a pensão do mês será descontada em folha, ele poderia pedir a redução do valor q vai ser descontado?
  12. Tulia
    16/07/2012 17:17

    Boa Tarde,

    Meu marido paga a pensão dos filhos em dia, ocorre que o filho mais velho faz 18 anos no fim do ano. O mesmo repetiu de ano ano passado e neste ano já está em 8 matérias. Falou para o pai que ele não precisa estudar porque o pai paga pensão de R$3500,00, e que enquanto ele estiver estudando, mesmo que ele fique no segundo grau pra sempre o pai tem que pagar pensão pra ele porque tem condições.

    É certo o garoto não estudar(porque pra mim quem repete por dois anos seguidos não estuda), passar o dia treinando jiu-jitso, enquanto o pai de quase 50 anos trabalha de 2ª a sábado de 8 às 18h todos os dias?

    Se alguém puder me orientar.
  13. Sven
    16/07/2012 17:26

    Usuário suspenso

    Túlia, é claro que não pode ficar o resto da vida na segunda grau. Talvez não consegue, mas manda seu marido fazer um pedido de exoneração e/ou diminuição do valor diretamente em face do filho (ja que não é mais menor) e se o filho pede justiça gratuita, faça impugnação com base no valor de pensão paga.
  14. Julianna Caroline
    16/07/2012 18:17

    Grandes chances de ser exonerado, 99%, uma vez que maior de idade ainda no segundo grau demonstra a falta de interesse em caminhar sozinho e o ócio alimentado pela gorda pensão.
    Diga a seu marido pra pedir a exoneração urgente.
    Boa sorte**
  15. Tulia
    17/07/2012 16:35

    Obrigada pela orientação.
  16. Insula Ylhensi
    18/07/2012 02:50

    Usuário suspenso

    Não, Jade.

    Se ele deveria ter pago e não pagou, esse débito terá de ser quitado.

    Ele pode pedir exoneração apresentando os motivos que o justifique, mas será apenas as próximas mensalidades que poderão sofrer diminuição.

    A dívida que ele fez não poderá ser reduzida.

Participe do Fórum

Entre com seu cadastro do Jus Navigandi:

Esqueceu sua senha?

Não tem Facebook e quer participar do Fórum?

Faça perguntas, responda dúvidas e discuta assuntos jurídicos. É fácil e grátis!

JUS NAVIGANDI NAS REDES SOCIAIS