Respostas

8

  • 0
    F

    FPS Quinta, 19 de julho de 2012, 12h52min

    O outro filho deverá primeiramente postular o reconhecimento de paternidade do pai falecido e depois habilitar-se para recebimento de sua parte no seguro.
    O que pode ser feito é solicitar ao Juiz que mande reservar parte do valor do seguro até o final do processo. Se vencer leva, senão .....

  • 0
    J

    Junior57 São Paulo/SP Quinta, 19 de julho de 2012, 18h42min

    FPS,

    Grato. Mas crê que, em matéria de seguro, é legal o pai indicar um único filho como beneficiário de seu seguro de vida, caso existam outros? Porque, se for legal, não há o que fazer já que ele poderia ter indicado quem bem lhe aprouvesse. Não estaria inclusa a indenização como um direito sucessório......

  • 0
    M

    Maria Nélida Sexta, 20 de julho de 2012, 19h34min

    Olha,eu não sou advogada,mas quando eu fiz um seguro de vida me foi perguntado quem eu queria que fosse beneficiário.Então entendo que eu poderia ter escolhido quem eu bem quisesse,mas escolhi minhas 2 filhas,50% para cada uma.

  • 0
    E

    Eduardo Sexta, 20 de julho de 2012, 20h42min

    A escolha do beneficiário é do segurado. Se ele não estipulasse, aí sim seria dividido pelos beneficiários legais.

  • 0
    J

    Julianna Caroline Sábado, 21 de julho de 2012, 18h45min

    Não é obrigado a deixar pra todos os filhos.
    Seguro não é herança, a pessoa deixa pra quem ela bem entender.
    Mesmo que tenha 10 filhos, pode deixar pra um só.

  • 0
    C

    Consultor ! Sábado, 21 de julho de 2012, 19h25min

    Sou fã da Dra. Julianna ... a maioria só dá palpites; já ela, responde !!!

  • 0
    J

    Julianna Caroline Domingo, 22 de julho de 2012, 1h02min

    hahahha
    Obrigada Consultor...
    Mas essa foi facil, né não?
    Abraço**

Receba os artigos do Jus no seu e-mail

Encontre um advogado na sua região