Processo na Justiça Federal CONTRA INSS

Prezados Srs

Sofro de depressão cid f.333 e sindrome do panico , estive em auxilio doença por 2 anos e 3 meses e recebi alta em agosto de 2012 . Entrei com um novo pedido de pericia e um processo na Justiça especial federal solicitando restabelecimento do auxilio doença , tutela antecipada e aposentadoria por invalidez , possuo 43 anos e 18 anos de contribuição junto ao INSS.

Na pericia do inss o perito me concedeu um novo beneficio por 6 meses e na justça federal também já realizei á pericia judicial e estou aguardando o resultado da pericia e a sentença do Juiz.

Gostaria de saber o que pode acontecer neste caso pois o INSS já meu deu um novo beneficio !!!!! comprovando assim a incapacidade laborativa total parcial.

O JUIZ pode conceder tutela antecipada ??

O Juiz pode reverter para aposentadoria por invalidez ???

Aguardo por favor esclarcimentos de todos deste forum

ALBERTO

Respostas

191

  • InteressadoEmDireito

    Olá Alberto!

    Noticias ótimas pra você encontra rola o processo na federal e o juiz não permitir a tutela antecipada você continua recebendo.

    Deixe o processo da federal rolar do mesmo jeito que estava antes.

    Sim ele pode conceder o tutela antecipada, mas dificil concede e sim somente após a pericia do medica de confiança dele.

    Pode se reverter a sua aposentadoria por invalidez.

    Fique tranquilo e siga com a sua vida, embora não é muito facil.

    abraços fraternos

  • alberto 00

    Obrigado amigo que Deus sempre te ilumine. O interessante que o perito da confiança do juiz não me perguntou quase nada , falou deixa o relatorio comigo que semana que vem vou fazer o laudo pericial.

    abraços

    RO RO

  • Fernando Rêgo

    Boa tarde,
    RO RO.

    Estou com Cid. 31.4, e o meu beneficio foi dado como cessado no dia 31.05.2012 e com pedido de prorrogação feito dentro do prazo normal de quinze dias antes, e para minha surpresa não tive mais direito de receber, mas, na central do 135 fui informado que receberia até a data da minha nova pericia, marcada para o dia 10 09 2012, e fui instruído a ir na agência do INSS, solicitar atualização cadastral, pois, o medico perito havia dado alta programada para mim desde o dia 12 05 2012, chegando lá a servidora só faltou me espancar, só que, disse pra ela que não ia cair no jogo dela. No entanto, lá alegaram que eu deveria esperar a nova pericia e sim iria receber tudo que tinha de direito.
    Mas, fui instruído que deveria procurar o JEF e abrir ação por danos morais e pedir o restabelecimento do meu beneficio, pois, houve um descumprimento de decisão judicial, conforme determina a sentença nº 263/2009 relativa à Ação Civil Pública - ACP nº 2005.33.00.020219-8 e a resolução INSS RESOLUÇÃO INSS/PRES Nº 97, DE 19 DE JULHO DE 2010 - DOU DE 20/07/2010.
    Fiz, dei entrada e mesmo assim, em consulta esta CONCLUSO PARA DESPACHO, não sei mais o que fazer, fiquei mais doente com tudo isto e para enlouquecer de vez. O fato de está sem dinheiro para pagar um advogado me deixa mais triste com tudo isto.
    No seu ponto de visto, essa ACP e a resolução ainda é valida? E do seu grande conhecimento, devo ter paciência e esperar para ver no que vai dar.

    Lhe agradeço a ajuda.
    Fernando Rego.

  • InteressadoEmDireito

    Olá Fernando!

    Nesse processo de que entrou na Justiça Federal vc tem advogado ou não?

    Nesse processo vc pode solicitar ao juiz que "tutela antecipada", isto é, irá receber o beneficio ate o termino do processo.

    O processo na federal é um pouco lento, tem que ter paciencia.

    Enquanto isso pode ir marcando pericia no INSS, quem sabe lhe pagam.

    O resto amigo é esperar em Deus.

    Posso lhe ajudar mais em alguma ocisa?

    abraços

  • Fernando Rêgo

    Boa tarde,
    Prezado Ro_ro, muito obrigado pelo ajuda.

    Infelizmente não tenho advogado, mas, foi pedido na justiça federal a tutela jurisdicional, sendo o que esta escrito na petição feita no JEF.

    O complicado de tudo isto e que está chegando o dia da minha perícia médica e acho que não vão resolver, mas, já estou com os laudos médicos e infelizmente minha médica aumentou a dosagem da minha medicação, pois, todo essa situação me transtornou muito mais, mas, acima de tudo tenho quer ter paciência e esperar.

    Você acha que foi um erro não ter pedido auxilio de um advogado? Ou se ainda posso procurar por um, Pois, só estava lutando por um direito meu, que até o presente momento não obtive nem resposta do INSS,

  • Fernando Rêgo

    Neste caso, da tutela antecipada, eu posso ir ao advogado e solicitar para que possa ser juntado ao processo?

    Muito obrigado por sua ajuda,

    Fernando Rego.

  • InteressadoEmDireito

    Olá Fernando!

    Acho que deve aguardar mesmo a pericia.

    Vc pedir sim tutela antecipada.

    Nos mantenha informados.

    abraços

  • pattids

    Boa tarde, Ro_Ro
    Gostaria de uma informação. Meu esposo encontra-se afastado do trabalho desde 12/2011, diagnosticado com Depressão, Ansiedade, TRanstorno Alimentar. Ele iniciou então um tratamento com Psiquiatra e Psicologo desde jan/2012, onde ele faz uso de medicação tarja preta (psicotropico), onde impossibilita ele de exercer a função que é Motorista. Tanto o psiquiatra, a psicologa, e a medica do trabalho (empresa que trabalha), NÃO autoriza ele retornar ao trabalho, devido aos efeitos colaterais dos remedios. O medico do INSS concedeu o beneficio apenas os 10 dias do mes de dez/2011 e o mes de jan/2012. Foram feitas varias pericias e recursos, onde foram todos INDEFERIDOS, sendo que em todas as pericias, levamos laudo do psiquiatra, do psicologo, e da medicina do trabalho dizendo bem claro que ele NÃO ESTA APTO AS ATIVIDADES. então nos orientaram a ir a Justiça Federal e entrar com uma ação contra o INSS. Entramos com o processo, e estamos aguardando o parecer do juiz. Ja foi realizado a pericia medica, e enviado a intimação ao INSS.
    A minha pergunta é:
    - Pelo seu conhecimento, casos como este costumam ser INDEFERIDOS?

    E, podemos entrar com uma outra ação contra o INSS, por perdas e danos morais,??visto que estamos mais de 6 meses sem receber, e tivemos nome negativado, corte de telefone, cobranças e mais cobranças...juros altissimos de bancos...pois as contas estao correndo, e para cobrir dividas, acabei realizando emprestimos, enfim...a bola de neve de dividas...

  • InteressadoEmDireito

    Ola Pattids!

    Meus sentimentos pela sua situação!

    Ele já passou por pericia medica na federal?

    No caso dele é bem difícil um medico da federal indeferir creio que dará tudo certo.

    Sinto que é possível sim, desde de que ache um advogado para a causa.

    Continue firme no Senhor.

    abraços fraternos