Pai rico não quer pagar faculdade para o filho menor de idade e o obriga a trabalhar

Desde que a minha irmã faleceu em um acidente de carro o meu sobrinho passou a morar com a minha mãe, quando ele veio morar com a gente tinha apenas 6 anos e o seu pai sempre pagou os seus estudos mesmo reclamando muito, porque o menino não queria morar com ele por saber que ele era um pai violento e assim preferia minha morar com a avó, que nunca abriu mão dele. Seu pai arrumou outra mulher e já tem um filho com ela, hoje ele tem uma rede de lojas sendo uma delas uma distribuidora de bebidas, o meu sobrinho já tem 16 anos e o seu pai o obriga a trabalhar na loja, afirmando que ele não vai pagar os estudos do menino se ele não o ajudar, coloca o menino para carregar caixas e botijas de gás. O seu pai tem casas e vários carros e estamos vendo que teremos que entrar na justiça para que ele pague a faculdade do meu sobrinho que esta cursando o 3 ano do ensino médio. O problema é que ele quer que o menino passe o dia inteiro na distribuidora, não tendo assim tempo para estudar, e ainda fica ameaçando-o dizendo que não vai dar nada para ele. Tudo o que o meu sobrinho tem foram as minhas irmãs juntamente com a minha mãe que deram a ele, a única coisa que o pai dele faz é pagar os estudos dele e mesmo assim sempre reclamando ou ameaçando o garoto. Gostaria de saber como agir neste caso, pois estamos cansados desse cara infernizar a vida do meu sobrinho.

Respostas

6

  • Renato Casado

    Renato Casado

    O pai paga os estudos, e exige que o "menino" de 16 anos trabalhe. É, pelo visto este pai é um risco para a sociedade. Deveríamos denunciá-lo por .... sei lá.... maus tratos?

  • Eduardo Mota

    Eduardo Mota

    Ele faz isso desde que o menino tinha 13 anos e sempre o ameaça e o humilha na loja e já disse que não vai pagar a faculdade, pelo visto você não deve ter filhos Renata, ninguém gosta de ver uma pessoa amada que já não tem a mãe do lado sofrer tanta opressão. Sempre foi um pai violento e ruim, pagar os estudos é o minimo que ele poderia fazer pelo filho já que sua condição financeira é muito boa, afinal de contas os pais tem direitos, mas não podemos esquecer dos deveres.

  • O pensador

    O pensador

    Existem faculdades públicas, PROUNI (se inscreve e faz o ENEM).

    Veja que nenhum pai, mesmo exercendo a guarda é obrigado a pagar uma faculdade para o filho.

    Se a avó tem a guarda legal do neto, deveria ter pleiteado em juízo a pensão do neto.

  • Edic

    Edic

    Que pai "monstruoso" este. Obrigando o menino a trabalhar, ensinando responsabilidade ao menino e mostrando que nada vem fácil na vida. Deste jeito, no futuro o menino vai ser um marginal ou pior, pode ser político.

    Fala sério

    Há VÁRIAS universidades públicas neste país e MUITAS formas de entrar em uma delas. Para isto, basta que ele tenha personalidade, sente a bunda na cadeira vá a luta estudar, porque nada vem fácil. Agora, ficar esperando que papai pague sua faculdade é fácil...

    Ele pode pleitear, na justiça, uma pensão, no entanto, se o valor determinado será ou não suficiente para pagar uma faculdade são outros quinhentos, pois não existe lei que obrigue ninguém a pagar faculdade para os filhos

  • Edic

    Edic

    Que pai "monstruoso" este. Obrigando o menino a trabalhar, ensinando responsabilidade ao menino e mostrando que nada vem fácil na vida. Deste jeito, no futuro o menino vai ser um marginal ou pior, pode ser político.

    Fala sério

    Há VÁRIAS universidades públicas neste país e MUITAS formas de entrar em uma delas. Para isto, basta que ele tenha personalidade, sente a bunda na cadeira vá a luta estudar, porque nada vem fácil. Agora, ficar esperando que papai pague sua faculdade é fácil...

    Ele pode pleitear, na justiça, uma pensão, no entanto, se o valor determinado será ou não suficiente para pagar uma faculdade são outros quinhentos, pois não existe lei que obrigue ninguém a pagar faculdade para os filhos

  • Mãesolteira

    Mãesolteira

    Bom primeiro ele não poderia trabalhar em periodo integral pois é jovem aprendiz, segundo ele assina a carteira dele e paga os direitos trabaçhistas do menino?
    é caso de justiça trabalhista.
    Segundo entra com o pedido de pensão na justiça....´pra ontem!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!