Dinheiro no banco após morte do titular.

Anita José de Almeida perguntou Sexta, 07 de junho de 2013, 12h56min

Minha mãe tinha um dinheiro aplicado no Banco e depois que ficou doente(fazia hemodiálise) falava que se morresse o dinheiro que estava no banco seria para minha irmã mais velha que devido à uma cirurgia no cérebro, não pode mais trabalhar(minha mãe a sustentava). Foi feito uma procuração em que eu podia movimentar,encerrar,transferir,abrir uma conta no meu nome, qualquer coisa que precisasse fazer no banco, eu que assinaria.Todas minhas irmãs(4) sabiam desse desejo de minha mãe.No dia 11/05/2013 minha mãe deu um AVC hemorrágico quando fazia hemodiálise e veio a falecer dia 13/05/2013.Com o dinheiro dela fiz o enterro, comprei o local no cemitério e o restante fiz duas transferências. Uma para a poupança de meu marido e outra fiz uma previdência privada que por seis meses nem eu posso mexer.Assim cumpro a vontade de minha mãe e resguardo minha irmã,que não tem onde morar nem dinheiro para seu sustento.O problema é que duas de minhas irmãs,já avisaram que vão entrar na justiça porque querem parte do dinheiro.O que devo fazer? Minha irmã precisa do dinheiro! Como ela vai se sustentar? Ela não tem condição de movimentar conta bancária, eu que faço para ela.Nunca tive problemas na justiça e agora que estou fazendo uma vontade de minha mãe, vou ter?

Respostas

2

  • Paulo dos Reis

    Paulo dos Reis OAB 68490/MG

    Todos os filhos tem os mesmos direitos em relação aos bens deixados pela falecida. Para que um filho seja beneficiado mais que os outros, sua mãe deveria ter deixado um testamento, ou ter feito doação enquanto era viva, com o consentimento dos outros filhos.

  • wilsonwv@uol.com.br

    wilsonwv@uol.com.br

    Prezada Anita a partir do óbito da sua mãe você não poderia ter movimentado a conta.

    Todas as irmãs têm direito sobre o dinheiro.

    Deveria ter sido aberto um inventário ou alvara.

    Me coloco a disposição
    Wilson Vieira/SP
    wilsonwv@uol.com.br