Pensão: filhos de mãe diferentes

Alguém poderia me ajudar? Sou filha mais velha de três irmãos de mães diferentes e um só pai, minha dúvida é sobre os valores que devem ser atribuídos a cada pensão. Meu pai nunca me ajudou de modo frequente, até os 10 anos minha mãe custeou todos os meus gastos, dos 10 aos 16 ele pagou apenas meu colégio, e por um ano o curso pré-vestibular. Contudo, nos últimos dois anos, ele destinou valor irrisório e irregular - meses sem qualquer quantia. Queria saber o que devo fazer, curso faculdade pública, mas os demais gastos existem - aluguel, alimentação, condução... Sei que ele possui carteira assinada, e realiza outras atividades com remuneração extra. Enfim, uma orientação sobre que atitude jurídica tomar, seria muito bem vinda. Grata.

Respostas

4

  • eppp

    eppp

    N]ao sou advogado, ok?

    Qual a sua idade? Entendo que vc atualmente está estudando em uma faculdade pública, correto?

    Houve em algum momento uma pensão determinada judicialmente?

    Os outros irmãos possuem pensão determinada judicialmente? Isso não afeta o seu direito, mas pode afetar os valores.

  • SulaTeimosa

    SulaTeimosa Suspenso

    Aluguel???

    Vc mora sozinha????


    Sua mãe como sua representante é quem devia ter entrado há muito tempo com ação na justiça requerendo sua pensão alimentícia.

    Com os filhos é responsabilidade de ambos genitores, sua mãe te sustentou sozinha nos 1ºs 10 anos porque ela quis. Agora, permanece a responsabilidade de ambos, e não se pode cobrar o aluguel da casa onde vc mora.

    A pensão não é paga exclusivamente conforme a necessidade do alimentado, mas leva bastante em conta os recursos do pensionante. Se as coisas ficarem dificil mesmo com seu pai dando a pensão,talvez fosse o caso de pensar num emprego de meio expediente.

  • Bia@

    Bia@

    Olá, então, tenho 19 anos.

    Nenhum dos meu irmãos tem pensão determinada judicialmente, e, até onde sei o meu pai ajuda também, de modo irregular o meu segundo irmão. Quanto ao filho mais novo, não sei como ele contribui, mas é com a mãe desse terceiro que ele mantem relação estável.

    Eu pago aluguel, o qual divido com mais três colegas, minha mãe nunca quis qualquer coisa que viesse do meu pai, sempre que pode me manteve sozinha, e até então, o desejo dela é dispensar qualquer intervenção dele. Contudo, nesse momento eu faço questão de fazer com que ele contribua, acho um absurdo a indiferença da parte dele.

    Quanto a um emprego de meio expediente, eu faço parte de grupo de pesquisa na faculdade, e meu curso conta com período integral, o que me impossibilita de exercer outras atividades.


    Muito Grata pela atenção, mesmo. :)