Ir direto ao conteúdo

Redes Sociais do Jus Navigandi

  1. Ana Rodrigues
    Este usuário conecta-se ao Fórum usando uma conta do Facebook. Veja como fazer isso.
    23/07/2013 23:24

    Postei a alguns meses atrás que meu ex marido abriu uma micro- empresa em abril 1997, e que me colocou como sócia com 2% de cotas, mais eu nunca tive acesso a nada da empresa, me divorciei dele em 2000, e me afastei, em fevereiro de 2013, recebi a visita de um oficial de justiça com um papel me intimando a pagar 11.500,00 que a empresa deixou de pagar de cofins e dívida ativa, em 1999, em 3 processos diferentes, mais que eu consultando na Internet, constatei que foram suspensos o 1º em 2001 e os outros 2 em 2000, mais reativados em 2011, e como não encontraram meu ex marido , nem bens, se eu não pagasse a dívida em 15 dias eles voltariam para fazer uma relaçao dos objetos que tenho em casa para irem a leilão. Bem consegui com meu ex marido documentos que comprovam que a empresa deu baixa em 2008 em suas atividades, e como sou aposentada ganhando um salário, não tenho carro, nem casa própria e nem terreno, nem obras de arte, além de que meus eletrodomésticos estão em nome do meu atual marido, perguntei ao oficial se eles poderiam se apropriar das coisas assim mesmo, ele disse que se eu tivesse 2 tvs, uma seria levada, e etc. Daí procurei a defensoria pública da união para que se possível fosse eu parcelasse a dívida dentro do que eu ganho, e também que me coubesse dentro da minha cota de sócia(2%). Bem agora consultando os 3 processos , eles aparecem :o 1º em 17/11/2005 08:39 Arquivamento, o 2º em 22/07/2013 15:08 Reativação de Suspensão e o 3º em 09/07/2013 15:22
    Remessa, Carga Para Execução Fiscal - Fazenda Nacional por motivo de Vista
    08/07/2013 18:04
    Intimação de Despacho - Registro no Sistema
    05/07/2013 11:48
    Conclusão para Despacho
    04/07/2013 11:34
    Reativação de Suspensão. Poderiam me explicar o que houve? Será que eu ainda corro o risco deles voltarem para leiloar meus bens a qualquer tempo? Aguardo um esclarecimento, pois não tenho condições de pagar um advogado. Obrigada

Participe do Fórum

Entre com seu cadastro do Jus Navigandi:

Esqueceu sua senha?

Não tem Facebook e quer participar do Fórum?

Faça perguntas, responda dúvidas e discuta assuntos jurídicos. É fácil e grátis!

JUS NAVIGANDI NAS REDES SOCIAIS