Ir direto ao conteúdo

Redes Sociais do Jus Navigandi

  1. Laura1742
    16/11/2013 20:55

    Levei atestado médico (original) um dia após minha falta a fim de justificá-la.
    No dia do pagamento (que ocorre somente no dia 30) foi descontado o dia em questão.
    A supervisão reconheceu o erro, pediu apenas para eu lhe apresentar a cópia do atestado e disse que somente no dia 30 do próximo mês iria me ressarcir.

    Deve mesmo esperar 30 dias para ser ressarcida ?
    Existe um prazo legal ?

    Grata.

    Laura.
  2. Deborah20
    16/11/2013 22:29

    Usuário suspenso

    Sim, não há problema nisso. Tanto quando se desconta indevidamente como ao deixar de descontar a falta, o prazo de 30 dias é razoável para se fazer o acerto correto.
  3. CIBELE LUNETTA
    17/11/2013 04:10

    Laura 1742,

    O que se pode pensar de algo descontado INDEVIDAMENTE??? Que fosse ressarcido IMEDIATAMENTE!!!...

    mas, como a consultora acima mencionou:"... o prazo de 30 dias é razoável...".

    Se tiver dúvidas quanto à espera do ressarcimento, consulte o seu Sindicato, que a instruirá quanto à essa questão.
  4. Laura1742
    18/11/2013 08:56

    A questão não é ser razoável ou não.
    A questão é ser legal.
    Tantas vezes em outras situações onde deveria haver consenso a empresa não foi razoável.
    Por exemplo: quando fui apresentar a documentação do Prouni ano passado de manha e eles nao aceitaram mudar meu horário para tarde alegando que o quadro a tarde estava completo. Assinei advertência, fiquei com falta injustificada pois a empresa alegou que o documento que o Prouni me forneceu não era válido.

    Enfim ...
  5. CIBELE LUNETTA
    18/11/2013 11:41 | editado

    Laura 1742,

    Pela minha resposta, percebe-se que eu concordo com você... porisso instruí que procure o Sindicato, justamente para verificar a legalidade desse prazo. O Sindicato deve ser consultado sempre que há dúvida sobre as condutas trabalhistas da empresa para com o funcionário.

    Não havendo boa vontade por parte da empresa para com você, há o direito de buscar defender-se dentro da Lei.

    Boa sorte.
  6. Gobel
    19/11/2013 03:51

    Usuário suspenso

    Pelo prazo ser razoável (folhas de pagamentos subsequentes) é perfeitamente legal. Não se pode exigir que sejam fechadas 2 folhas ao mês apenas para pagar uma pequena diferença.
  7. Laura1742
    20/11/2013 10:06

    Obrigada Cibele Luneta.

    É que vou fazer.

    Buscar auxílio junto ao Sindicato.

    Obrigada!
  8. Gobel
    20/11/2013 12:58

    Usuário suspenso

    O empregador está no direito de fazer o estorno de créditos ou débitos realizados equivocadamente. Desde que a demora não exceda mais que 30 dias não se pode considerar abuso.

    É o que diz a Lei.
  9. Laura1742
    21/11/2013 08:56

    Gobel, muito obrigada !

Participe do Fórum

Entre com seu cadastro do Jus Navigandi:

Esqueceu sua senha?

Não tem Facebook e quer participar do Fórum?

Faça perguntas, responda dúvidas e discuta assuntos jurídicos. É fácil e grátis!

JUS NAVIGANDI NAS REDES SOCIAIS