Teno 27 anos e fui criado pelos meus avós paternos desde os 4 anos de idade. Eles possuíam minha posse e guarda por determinação judicial. Meus pai(que reside em MG) e tio ( em SP) se ausentaram de nossas vidas por quase 10 anos, reestabelecendo contato até um ano atrás.

Em outubro do ano passado meus avós faleceram num acidente de carro. Meu pai veio até a casa, ameaçou me expulsar do imóvel e retirou todos os bens de valor, alegando ser o inventariante. Hoje resido na casa com minha esposa, que vai dar a luz ao nosso filho em setembro. Estou pagando o IPTU da casa parceladamente e passei a conta de luz pro meu nome. Trabalho como operador de telemarketing e ganho quase 2 salários mínimos, de onde tiro o nosso sustento. Claro que não posso abandonar a casa e custear um aluguel, tendo em vista o meu orçamento.

Temo o que possa acontecer futuramente. Que direitos tenho pela casa. Meu pai e tio podem me expulsar do imóvel? O que posso fazer pra me prevenir? Posso impedí-lo de entrar no imóvel temendo que ele faça alguma coisa?

Agradeço qualquer ajuda.

Respostas

3

  • 0
    A

    Ana Cecilia Segunda, 03 de julho de 2006, 22h14min

    O que fazer quando os bens deixados por herança já foram doados e aparece herdeiro do "de cujus" comprovado por DNA?

  • 0
    A

    Alfredo Miléo Terça, 04 de julho de 2006, 17h16min

    Fábio, sua mãe ainda é viva? Seus avós não deixaram testamento? seus avós só tinham sua posse e guarda? nao tinham feito sua adoção?

  • 0
    F

    Fabio A. S. Quarta, 05 de julho de 2006, 8h56min

    Obrigado pela resposta, Sr. Alfredo.

    Minha mãe é viva sim, e temos um ótimo relacionamento. Ela mora aqui no RJ também, com outro filho , de outro relacionamento.

    Meus avós tinham apenas a minha "posse e guarda", não chegaram a fazer adoção, e pelo meu conhecimento, não deixaram nenhum testamento. Todo o desenrolar do inventário está sendo feio pelo meu pai (em MG) e pelo meu tio( em SP). Como ambos não se comunicam desde novembro comigo, não tenho idéia do que possa estar sendo feito.

    Agradeço desde já qualquer orientação.

    Fabio

Essa dúvida já foi fechada, você pode criar uma pergunta semelhante.

Receba os artigos do Jus no seu e-mail

Encontre um advogado na sua região