Respostas

11

  • 0
    A

    Adv. Antonio Gomes Domingo, 22 de julho de 2007, 22h02min

    [...] Sobre os cálculos vc pode pedir para um contador efetuar a planilha. Quanto aos juros, se havia contrato os juros é o do contrato (contrato é a lei), se não havia contrato, deverá ser : 1% ao mês mais correção monetária desde a constituição da mora. Isso não é muito importante, uma vez que, nos embargos ele pode alegar excesso de execução, havendo, vc concorda e põe fim os embargos.

    Adv. Antonio Gomes.

  • 0
    Cristiano Marcelo

    Cristiano Marcelo Rio de Janeiro/RJ Quinta, 17 de junho de 2010, 16h44min

    Qual o índice que deve incidir sobre a "correção monetária", na hipótese de execução de cheques? IGP-M?

  • 0
    A

    Adv. Antonio Gomes Quinta, 17 de junho de 2010, 17h45min

    Usa qualquer, se desejar pode utilizar a do TJRJ, Ex.


    Valor a ser atualizado: R$ 1.000,00
    Período de atualização monetária: de 01/08/2009 até 17/06/2010 (316 dias)
    Tipo de juros: Juros Simples (360 dias no ano)
    Taxa de juros: 12%
    Período dos Juros: de 17/08/2009 até 17/06/2010 (300 dias)
    Honorários (% sobre valor corrigido + juros): 10,00%

    Índice de correção monetária: 1,04186455
    Valor corrigido: R$ 1.041,86
    Valor dos juros: R$ 104,19
    Valor corrigido + juros: R$ 1.146,05
    Total de honorários: R$ 114,61

    Total: R$ 1.260,66
    Total em UFIR: 624,61

  • 0
    Cristiano Marcelo

    Cristiano Marcelo Rio de Janeiro/RJ Quinta, 17 de junho de 2010, 17h56min

    Dr. Antônio,

    Muito obrigado pelo esclarecimento.

    Mas estou com outro problema, que talvez seja bem conhecido de todos.

    Uma pessoa passou um cheque ao portador. O cheque foi devolvido pelas alíneas 11 e 12. Anos depois, desejando regularizar a situação, e desejando que seu CPF seja excluído do CCF do BACEN, o devedor procura a loja onde efetuou a compra.

    A loja informa que repassou o cheque para terceiros, mas que não sabe mais informar quem é o atual portador.

    Qual a medida a ser tomada? Uma ACP em face da loja?

  • 0
    A

    Adv. Antonio Gomes Quinta, 17 de junho de 2010, 18h13min

    Boa noite colega, deixarei para outros dizerem, eis que não tenho convicção formada sobre o fato.

    Cordial abraço.

  • 0
    A

    Adv. Antonio Gomes Quinta, 17 de junho de 2010, 18h13min

    Boa noite colega, deixarei para outros dizerem, eis que não tenho convicção formada sobre o fato.

    Cordial abraço.

  • 0
    Cristiano Marcelo

    Cristiano Marcelo Rio de Janeiro/RJ Sexta, 23 de julho de 2010, 15h51min

    Dr. Antônio,

    Onde encontro, no site do TJRJ, a página para o cálculo de juros e atualização monetária de um cheque, por ti informado no post de 17/06/2010 - 17:45?

  • 0
    A

    Adv. Antonio Gomes Sexta, 23 de julho de 2010, 17h32min

    Pg. principal. Depois clicar em serviços (terceiro item da esquerda para direita) na parte superior da tela. Por fim, clicar em " cálculos de débitos judiciais" logo o primeiro item a esquerda na parte superior.

    Ok.

  • 0
    Cristiano Marcelo

    Cristiano Marcelo Rio de Janeiro/RJ Sexta, 23 de julho de 2010, 18h05min

    Achei... rs!

    Mas o índice utilizado pelo TJRJ, atualmente, é 1,00000. Não sei se é o IGP-M, IPCA etc.

    Fui no site do Banco Central, e fiz o cálculo por lá, através do IGPM.

  • 0
    A

    Adv. Antonio Gomes Sexta, 23 de julho de 2010, 18h55min

    EM VERDADE O BICHO É NO SITE:

    http://www.calculoexato.com.br/adel/default.asp

    cordial abraço,
    Antonio

Essa dúvida já foi fechada, você pode criar uma pergunta semelhante.

Receba os artigos do Jus no seu e-mail

Encontre um advogado na sua região