Respostas

54

  • 0
    S

    sonia_1 Quarta, 12 de setembro de 2007, 16h01min

    tenho 4 prestações do carro em atraso e nao consigo pagar as que estao atrasadas do banco mais o que posso fazer

  • 0
    C

    Carlos Henrique Rio de Janeiro/RJ Quinta, 13 de setembro de 2007, 5h27min

    Já tentou um acordo com o Banco?
    Acredito que o Banco ja tenha enviado várias cartas.
    Lembre-se que vc nao pode ser constrangida ou ameaçada na cobrança.
    Quanto a "buscar o carro", eles podem sim. Busca e apreensão. Certamente vc terá comentários mais inteligentes do q o meu, mas te aconselho a não sumir com esse carro pq vc pode ser presa por isso.
    Mas se vc nao esta conseguindo pagar, o melhor a fazer e entregar o carro e se livrar da divida.

  • 0
    F

    Flávio Alves de Paula - Bacharel em Direito Quinta, 13 de setembro de 2007, 6h55min

    Ligue para a financeira responsavel pelos boleto e pede para emitir um novo e enviar pra vc por e-mail .... igual quando vc faz o pagamento antecipado de uma parcela.

    Eles tem direito sim em buscar seu carro.... e eles ainda estao atrasados..na maioria eles buscam o carro com uma em atraso e vc já tem 4.

    Presume-se que vc nao esta dando conta de pagar seu carro... o melhor que vc tem a fazer é vendelo e transferir a divida ou entrega o carro e faça uma negociação com eles... ok?

  • 0
    A

    Adv. Antonio Gomes Quinta, 13 de setembro de 2007, 19h59min

    É certo que a qualquer momento perderá o carrro, irá para o SPC/SERASA e a seguir receberá uma citação de execução e se tiver algo penhoravel um abraço.

  • 0
    T

    teresa Domingo, 16 de setembro de 2007, 15h47min

    O decreto lei 911, dá ao credor o direito de busca e apreensão do veiculo. Inclusive após a apreensão também poderá vende-lo a terceiros. Se vc. contestar ação de busca e apreensão e o veículo tiver sido vendido pelo banco a terceiro., o banco será obrigado a depositar no provesso o valor do veículo, naturalmente a cotação do dia. Isso, caso vc. não consiga uma negociação com o banco. c. diz apenas que está em atraso com 4 parcelas, mas, não diz quantas já pagou e quantas são. Caso haja a busca e apreensão, requeira nesses autos a tutela antecipada, para excluir seu nome da SERASA e outros. Contrate um bom advogado. Também lhe digo, talvez mesmo devolvendo o veiculo vc. ainda deve para o banco. tudo isso tem que ser verificado. um abraço

  • 0
    H

    Herlon Azevedo Sexta, 22 de fevereiro de 2008, 18h13min

    Só há uma opção para você passar, o financiamento, vender este carro para uma pessoa que assuma o seu financiamento. Talvez possa te ajudar e assumir o seu financiamento se vc estiver RJ

  • 0
    C

    cesar_1 Terça, 04 de março de 2008, 8h13min

    minha cara

    existe algumas alternativas, mas em todas elas vc teria gastos, existe ate a possibilidade de substituiçao da garantia, mas no seu caso seria melhor a entrega do automovel, embora a entrega naõ elimine o problema ,ainda assim seria o melhor caminho.

  • 0
    E

    Elizangela Sábado, 25 de outubro de 2008, 21h45min

    Olá, se vc ainda está com o problema entre em contato comigo no meu e-mail ok.
    angel-tero@hotmail.com

  • 0
    E

    Elizangela Sábado, 25 de outubro de 2008, 21h49min

    Entre em contato comigo que assumo sua dívida e se alguma outra pessoa que vc conheça estiver com o mesmo problema me procure .
    Entre em contato no meu e-mail.
    angel-tero@hotmail.com

  • 0
    J

    jhansen da silva porto Terça, 11 de novembro de 2008, 23h15min

    olá amigos. gostaria de saber se existe a possibilidade de se cancelar o financiamento do veículo com apenas 4 parcelas pagas, porém não tinha seguro e foi furtado. como devo proceder.

  • 0
    A

    Adv. Antonio Gomes Quarta, 12 de novembro de 2008, 0h32min

    Impossibilidade na sua pretensão, considerando que o objeto do contrato não poderá ser devolvido, sendo assim, legalmente lhe cabe o ônus de quitar o contrato uma vez que assumiu o risco.

    Advogado, Antonio Gomes.

  • 0
    M

    Marcos Franco_1 Sexta, 12 de dezembro de 2008, 15h22min

    Ola meu nome é marcos sou gesseiro , não entendo muito desse negócio de leis espero que possam me ajudar,- tirei um fiat uno 2001 numa agengia de um amigo meu e paguei 4 parcelas, mas como tomei um grande calote, não consegui pagar as ultimas 3, que venceu a terceira no ultimo dia 30 de novembro deste ano. a financeira bv ja me ligou e não querem fazer acordo, dizem que ou eu pago as duas que ja estavam vencidas de um total de R$ 980,00 ou vou ter que entregar o carro, eu até tenho esse dinheiro a receber assim que terminar um serviço que to fazendo em uns 10 dias ,e eles dizem que não da pra esperar e vão pedir busca do carro , seria melhor eu procurar uma acessoria juridica e entrar com uma ação? pois dependo do carro pra trabalhar!

  • 0
    M

    Max dias Sexta, 12 de dezembro de 2008, 17h26min

    Em primeiro, não se desespere pela pressão que essas empresas exercem ao cobrarem dívidas. Realmente tais empresas utilizam de forma ilegal e imoral métodos ameaçadores e bastante constrangedor.
    Em segundo, para propor uma ação de busca e apreensão do veículo, a financiadora terá que constituí você em mora através de notificação em cartório, ou seja, você terá que receber uma notificação do CARTÓRIO em sua residência, e não carta de cobrança, SPC ou SERASA. Tal notificação e essencial e na sua falta a ação não prosseguirá.
    Portanto, se ainda não recebeu, fique tranqüila pois não ocorrerá a busca e apreensão do seu veículo.
    Com relação a prisão o STF já decidiu que não há cabimento quanto a matéria.
    Recomendo, que não entregue seu veículo, pois mesmo assim a financeira poderá cobrar as outras parcelas do financiamento.
    E importante que você procure um advogado, onde o mesmo irá questionar o contrato de financiamento e os juros praticados. Com essa ação as suas parcelas poderão cair pela metade.

  • 0
    R

    Raphael Eudoxio do Carmo Segunda, 22 de dezembro de 2008, 18h42min

    Olá a todos, sou novato aqui e gostaria de uma ajuda. Tenho um financiamento do tipo leasing de um ford ka, comprei ele financiado e tive que refinanciá-lo devido a problemas com a antiga titular. Paguei cerca de um ano, algumas vezes com atraso, mas a maior parte delas em dia, e em junho desse ano tive dificuldades no pagamento devido a conclusão desse ano. Paguei normalmente até setembro, e agora estou com um montante de 3 parcelas atrasadas pois estava sem emprego fixo, durante esse período, consegui até arrumar dinheiro para pagar uma parcela, mas o juro cobrado foi maior do que eu podia pagar, agora estou trabalhando e tenho uma renda que me permite voltar a pagar as parcelas tranquilamente, mas o débito existente é de R$ 1.586,00 (segundo eles, já com o desconto) com os juros e sem ficariam em R$ 1.158,60 estou tentando negociar com a empresa que atende o banco bmg mas o mesmo se nega a efetuar qualquer tipo de acordo. Me ligaram na data de hoje dizendo que se não pagar até amanhã efetuarão a apreensão do veículo em minha casa.

    O que posso fazer? Quero regularizar a situação, mas o banco se nega a me atender nesse caso, e a empresa de cobrança não me dá retorno positivo, no qual eu possa sair dessa situação... Pensei em acionar o procon e o juizado do consumidor, mas não sei se poderão me ajudar em alguma coisa, já que imagino estar eu completamente culpado pelos atrasos indevidos. Há como eu revisar os juros??? E rever o valor das parcelas atrasadas assim como as que ainda vão vencer???

    Dsde já fico grato pela atenção.

  • 0
    C

    celso_1 Segunda, 22 de dezembro de 2008, 20h20min

    Olá Sonia, uma saída para o seu caso pode ser propor a financeira a entrega amigável com quitação da dívida isso é possivel tem que negociar obs:toma cuidado só venda o carro tranferindo a divida, já vi casos que quem comprou não pagou as prestaçõs e sumiu com o cerro

  • 0
    R

    romera freitas Segunda, 29 de dezembro de 2008, 19h59min

    Sou advogada e assessora financeira .
    Entre em contato comigo e vamos tentar resolver o
    seu problema.

    e-mail:
    assessoriafinanceiraromerafreitas@hotmail.com

  • 0
    A

    Adv. Antonio Gomes Segunda, 29 de dezembro de 2008, 20h53min

    Entendo que o comportamento de romera freitas viola o regulamento do fórum e o Estatuto da Ordem.

  • 0
    M

    Max dias Segunda, 29 de dezembro de 2008, 22h56min

    Dr. Antonio Gomes

    Peço a gentileza de sua opinião com relação aos diversos casos que surgem nos contratos de financiamento com garantia fiduciária.

    O STJ pacificou entendimento que o questionamento de clausulas ou juros não extingue a mora,. sendo assim perfeitamente cabível a ação de busca e apreensão.

    No entanto, numa revisão contratual, antes de uma Ação de Busca e Apreensão, teria cabimento um pedido de medida cautelar, com deposito em juízo para evitar a mora do devedor? Ou seria mais coerente uma Ação de Consignação em Pagamento?

    No aguardo, agradeço antecipadamente.

  • 0
    M

    mauro ivant Sexta, 02 de janeiro de 2009, 11h05min

    Apos a busca e apreensao e feito o leilao e o valor arrecadado for inferior a quitacao do contrato, o valor que o consumidor deve sera cobrado de que forma? e se o consumidor nao tiver bens para penhora o que pode acontecer? e quais os bens poderao ser penhorados?

  • 0
    D

    Didio Terça, 03 de fevereiro de 2009, 21h13min

    Espero que tenha encontrado uma saída e me informe. Estou pasando pelo mesmo problema. Obrigado.

Essa dúvida já foi fechada, você pode criar uma pergunta semelhante.

Receba os artigos do Jus no seu e-mail

Encontre um advogado na sua região