O que deve fazer um estagiário no escritório de advocacia.

Boa tarde,

estou no 4º semestre de direito e começei a estagiar num escritório de advocacia, bem, este é o meu primeiro contato com o direito realmente, só que estou perdida não sei o que fazer, uma vez que ainda estou estudando apenas a teoria geral do processo. O que devo fazer para me atualizar no escritório qual a rotina devo seguir, pois não estou entendendo nada.

Respostas

29

  • Rodrigues de Sá Advocacia

    Rodrigues de Sá Advocacia

    Olá!
    Não se preocupe que os advogados responsáveis pelo estágio dar-te-ão diligências no seu nível de conhecimento. Claro que você começará a ver algumas coisas que seus colegas sem estágio não verão tão cedo, como a redação de uma petição, o andamento de um processo etc. Demonstre interesse, estude, só não vire "escraviário" e saia servindo cafezinho, como alguns colegas teimam em fazer com os estudantes, certo? Abraços.
    Flávia Rodrigues

  • Luis Júnior

    Luis Júnior

    [...] Vai estudar para concurso em seu tempo livre que voce ganhará mais assim que se formar.
    Um abraço e não vai se arrepender.

  • Daniel Regis Rahal

    Daniel Regis Rahal

    Aproveite para fuçar no escritório, pegue processos antigos e novos, neles vc vai ver o que é a realidade do direito, a qual é bem diferente da qual estão passando para voçe na faculdade. Assim vc tera a verdadeira noçao se vc quer realmente advogar quando terminar ou prestar um concurso. Boa sorte Juliana.

  • MERÇON

    MERÇON

    Já que vc quer um conselho, lá vai o meu!! colei grau há 02 anos, e nunca estagiei em nenhum escritório de advocacia. Fiz diversos estágios, e começei a partir do 3 período. Todavia, todos eles foram realizados na defensoria pública. Primeiramente como voluntária e posteriormente como estagiária oficial, já que a partir do 7 período vc pode prestar o concurso. Achei muito válido. E Depois que conclui o curso e após a aprovação no exame da Ordem é que fui pensar em escritório. Gaste seu tempo estudando, será mais lucrativo e se quer aprender procure a Defensoria pública de sua localidade, os estagiários são sempre bem vindo.Boa sorte!!

  • Vick Vitória

    Vick Vitória

    Ser estagiário na realidade é ser office(boy/girl) de carteirinha. Mas apesar disso é importante para um aprendizado no Forum, pois a primeira coisa que irá ver é que a teoria na prática é outra. Por outro lado se houver remuneração tanto melhor, você aprende ganhando, ao invés de pagar, não é bom.

    Jorge Candido
    www.coutoviana.hpg.com.br
    coutoviana@ig.com.br

  • Nayara

    Nayara

    Sou estagiária desde o segundo período e nunca fui office girl de carteirinha.
    Já fui estagiária voluntária no Fórum e no Juizado Especial da Faculdade, dois estágios que me ajudaram demais no que eu sei hoje. A gente aprende algumas "manhas" que não ensinam na faculdade, mas também não podemos ser tecnicistas, tem que ter cuidado pra não querer saber só as "manhas" e não aprender o Direito propriamente dito.

  • Vick Vitória

    Vick Vitória

    Nayara, com o devido respeito que lhe tenho, não só a si mas a todo ser humano e não humano, continuo afirmando que é uma office-girl, provavelmente ainda sem a carteirinha, e portanto não pode apanhar processos para o escritório. So que depois que estiver devidamente regularizada na OAB como estagiária receberá uma carteirinha que servirá para evitar que o patrono da causa, vá a toda hora no fora, toda vez que sai uma publicação e tem que falar no processo... Ou mesmo protocolar uma petição.

    Assim se às perguntas que insiro abaixo e você responder negativamente, retiro tudo que disse:

    1. - Vais ao forum protocolar petições?

    2. - Se já tens a carteira de estagiário, vais pegar processo no Forum?

    3. - Fazes petições simples tais como aquelas que só se muda o nome e qualificação do cliente?

    4. - Vais ao correio despachar correspondências com AR?

    Tem mais um sem número de situações que só o estagiário faz e que não vou inserir aqui para não fivcar muito cansativo.

    De qualquer forma, o estágio num bom escritório, sempre se aprenderá muito mais que nos bancos escolares.

    Jorge Candido
    www.coutoviana.hpg.com.br
    coutoviana@ig.com.br

  • Nayara

    Nayara

    Dr. Jorge
    nunca fui estagiária de escritório não :)
    esqueci de mencionar ali em cima.
    Fui estagiária da Assessoria Jurídica da Coordenadoria Administrativa de Penitenciárias e do PROCON/RN
    Agora estou numa empresa, no setor de licitações.

  • Vick Vitória

    Vick Vitória

    Amigos debatedores

    Separei algumas discusões das quais tenho participado, porém tenho percebido, que, ou o assunto está esgotado, ou não está despertando interesse entre os experts. Entretanto, não foi isso que me motivou a entrar, sem comentário novo e sim para desejar a todos um FELIZ NATAL e um ANO NOVO, repleto de realizações.

    Jorge Candido S. C. Viana
    www.coutoviana.hpg.ig.com.br
    coutoviana@ig.com.br

  • sueli de fatima moreira rodrigues

    sueli de fatima moreira rodrigues

    alguém pode me informar sobre o estagio voluntário em assistência judiciária, e considerado pratica profissional, ai nesse caso posso fazer o concurso de defensoria publica. existe lei. para o estagio foi realizado em dois anos, aguardo uma resposta, desde já grata.

  • ronald mac dolw fontes da silva

    ronald mac dolw fontes da silva

    Janaína, na verdade estagiário é um empregado sem carteira assinada. Cuidado, pois muitos advogados usam o nome estagiário apenas para terem um empregadinho ou empregadinha para serem um mero carregador de papel pra lá e pra cá, na maioria das vezes eles não ensinam nada, e até porque também não sabem.

    Pense bem se vale pena, pois se sofrer um acidente, você estará totalmente desamparada; e sendo assim não poderá mais carregar papel, e conseqüentemente não terminara sua faculdade, porque com certeza esse advogado não pagara sua faculdade, pense bem. Tente fazer estagio na defensoria pública, é muito melhor. Abraços!

  • Taísa dos Santos R. da Silva

    Taísa dos Santos R. da Silva

    Boa Tarde!
    Gostaria de uma informação...
    Estou no 7º período do curso de direito e já peguei minha carteira provisória ( estagiário), foi oferecido alguns processos para eu fazer,não trabalho em nenhum escritório jurídico, seria por conta própria. Gostaria de saber se posso pegar causas e assinar sozinha e em somente qual competência posso fazer ( ex: pequenas causas...) ou se necessito para todas as causas de um advogado formado.
    Obrigada,
    Taísa

  • Rodrigues de Sá Advocacia

    Rodrigues de Sá Advocacia

    Taísa,

    Você precisará da carteira definitiva para tais atos. Ou de um advogado que possa colocar sua assinatura após a dele nas petições. Leia o codigo de etica e disciplina da OAB, certo?

    Abraços.

  • Joao Celso Neto/Brasíla-DF

    Joao Celso Neto/Brasíla-DF

    Sobre ser office-boy ou office-girl, achei curiosa a série de perguntas feita por um debatedor (Jorge Cândido):

    "Assim se às perguntas que insiro abaixo e você responder negativamente, retiro tudo que disse".

    Tenho minha inscrição na OAB desde 1999 como Advogado (não cheguei a ser Estagiário, porque tinha emprego enquanto me formava).

    Faço tudo aquilo que ele diz, ou seja, minhas respostas são todas SIM:
    vou ao fórum pegar e levar processo, dar entrada nas petições iniciais e nas manifestações cabíveis, arrazoar ou contra-arrazoar, requerer o cumprimento das decisões judiciais, redijo petições calcadas em modelos anteriores (se for simples, tanto melhor, embora a meu ver sempre exijam adaptações ao caso cncreto), etc.

    Será que sou Advogado na opinião dele? Ou não passo de um office-boy sem ser de escritório?

    O estágio se destina a aprender a futura profissão, treinar, aprender a prática (nem todas as faculdades têm um bom curso de prática forense e nem mesmo um bom curso substitui o dia-a-dia). Ir aos cartórios das Varas não diminui ninguém. Ir à Distribuição, idem. Concordo que servir cafezinho pode não ser um aprendizado em Direito, mas pode ser uma forma de civilidade (já vi profissional servir cafezinho a seu cliente).

    Além da Defensoria Pública, como já se falou tanto, os Núcleos de Assistência Jurídica podem ser úteis no treinamento e aprendizado, pela variedade de casos que aparecem. Outra possível atividade forense interessante é atuar como Conciliador nos Juizados Especiais.

  • Juliana Abdalla

    Juliana Abdalla

    Boa noite aos leitores desse fórum.
    Por acaso numa busca por estágios no google achei essa "discussão" e resolvi expressar minha opinião.
    É bem verdade que em muitos escritórios de advocacia o(a) estagiário(a) é tratado como um office-boy ou uma office-girl. Contudo, os estudantes aprendem muita coisa, relevante ao fato de se tratar da prática forense, algo que realmente não nos é apresentado na Universidade.
    Porém, atualmente, os escritórios estão investindo em melhores condições aos estagiários com o intuito de ajudar na formação de um bom advogado que no futuro pode ser ate mesmo efetivado no escritório. Ocorre esse interesse pois o estagiário sendo "cru", ou seja, sem experiência é moldado conforme o escritório deseja.
    Penso que não preciso me estender nessa explicação, pois todos aqui estamos capacitados a entender nas entrelinhas o q isso quer dizer.
    O fato é que venho compartilhar com vocês o poder da reflexão ou melhor seria da auto-reflexão.
    Todos nós temos os nossos objetivos, planos e/ou sonhos. E devemos seguí-los sem que ninguém precise opiná-los. Portanto para uns pode parecer perca de tempo estagiar, para outros pode parecer cansativo demais, para outros uma fase que todos os estudantes de Direito e futuros advogados devam passar e para outros pode ser ate mesmo uma necessidade financeira(que fique claro que apesar da bolsa auxilio ser relativamente[relativo está ligado ao referencial] baixa, se trata de unir o útil e o necessário, no caso seria aprender mais sobre sua profissão e ainda ganhar um dinheiro, o que seria mais valioso do que trabalhar em loja por exemplo, em termos de aprendizado e não de dinheiro).
    Bom, acho que estou me estendendo demais.
    Então se permitem fica a dica: sigam seus planos, metas e sonhos! Pois o que é bom para mim não necessariamente é para você.
    Com relação a pergunta inicial feita pela Janaína, posso lhe dizer que todos os jovens se questionam da mesma coisa. Fique tranquila, os advogados para os quais você estagiar também já passaram por isso e vão te ajudar. Você só precisa se mostrar interessada e dedicada e isso não inclui servir cafezinhos...