Pagar ou nao pagar IPVA de um carro que nao e mais meu e esta apreendido

Estou sendo acionada pela Receita Federal para pagar impostos de IPVA atrazados. Ocorre que nao tenho como comprovar que este carro ja foi vendido por mim nos periodos das cobrancas. Hoje o atual proprietario que pelo visto nao tem dinheiro e nao parece querer pagar estes debitos me informou que o carro esta apreendido deste o final de 2005 quando foi roubado justamente por estar com toda a documentacao atrazada. Se faco as contas ele nao vai mais buscar este carro. (valor das multas mais documentacao e diarias do carro nos patios de onde quer que esteja). Meu questionamento. Se ja se passaram mais de um ano, este carro ja nao deveria ter sido leiloado?. e com este procedimento todas as dividas com detran e etc pagos? . Outro detalhe. Este carro tambem consta como bem em garantia de uma divida e por isso existe um bloqueio judicial sobre o mesmo.

Obrigada

Respostas

30

  • Si ro

    Si ro

    O estado só quer receber a qualquer custo e que se dane o infeliz cidadão e seus problemas!
    É o fim da picada os ipva e multas não pagas se tornarem dívida ativa !
    Não sei como nos brasileiros não acordamos para mais este absurdo, é a prova da ganância desenfreada dos nossos governantes!

  • PAULO EDUARDO MALICIA

    PAULO EDUARDO MALICIA

    o que devemos ficar atentos É NÃO VENDER O VEICULO SEM TRANSFERIR NA HORA O DOCUMENTO ! pois não importa o ano do mesmo ou estado de conservação, par o estado ele está em circulação, e vai cobrar tudo que conseguir.

    a melhor saida é quando vender o carro , coloque o valor da transferencia imbutido no preço, procure o seu despachante de confiança, "pague" o serviço, e pronto no outro dia o seu nome já esta fora de todos os riscos!!

  • arlete donizete duarte pereira

    arlete donizete duarte pereira

    Eu arlete estou com um carro em nome ,foi vendido em 2005 o novo proprietario perdeu recido, sumiu da cidade não pagou IPVA nem licicenamento estou com divida ativa, O que eu faço neste caso?

    Favor astra GTW 0055 nome vendido WEDER ADRIANO BICEGO ANO

  • Denis_1

    Denis_1

    Também gostaria de uma orientação quanto a um caso parecido com este. 'Dei' meu carro na troca por um outro em uma loja de automóveis em julho/2006. Na época procedi com o reconhecimento de firma e preenchimento correto do documento de transferência do veículo, mas a loja acabou vendendo o carro para outra pessoa que não passou o carro para seu nome. Não fiquei com cópia daquele documento de transferência, mas tenho os recibos da loja que informam que ficaram com o carro como parte de pagamento de um outro que comprei lá. Depois de alguns meses, começaram a chegar multas em minha residência. Procurava a loja que informava que o novo comprador estava tentando um financiamento bancário para então passar o carro para seu nome (fato que nunca aconteceu). Nunca consegui os dados de quem comprou meu carro. Eu levava as multas e a loja se responsabilizava por pagar e tirar os pontos de minha carteira (evitar que ficassem em meu prontuário). Até que no final de 2006, chegaram outras duas multas rodoviárias (veículo era dirigido por alguém sem habilitação), e qdo procurei a loja a mesma informou que o carro inclusive estava apreendido em um pátio em Sorocaba. Chegaram também débitos de IPVA. Qdo soube que estava apreendido, até fiquei mais tranquilo, ao menos não chegariam mais multas... Eis que em dezembro de 2007, chegaram novas multas. Procurei a loja que não se mostrou nem um pouco a fim de resolver a questão, só enrolavam. Então procurei o Ciretran da minha cidade e fiz uma carta para bloquear o veículo por falta de transferência. Ainda assim, há multas em aberto e IPVAs e licenciamentos idem. Não recebi mais cobranças, mas temo que o estado me inclua na lista da dívida ativa. Isso é possível? É legal? Como posso me cercar para defesa? O Estado pode me processar e cobrar estes valores? Posso ser responsabilizado, mesmo tendo os recibos da loja que comprou o carro? Posso processar a loja? Existe algum meio de saber se este veículo ainda está rodando ou se está preso? No site da Fazenda Paulista, o carro ainda está em meu nome, com as multas, ipvas e licenciamento em aberto, com uma intenção de gravame (do novo dono imagino) e com o meu bloqueio por falta de transferência. Vale a pena ir atrás do paradeiro do carro e quem sabe pagar o que está em aberto e pegar o carro de volta? Agradeço qualquer informação.

  • Fernanda V. Bendzius

    Fernanda V. Bendzius

    Olá

    Vendi um carro no ano de 2000 em Curitiba-PR, no ano de 2006, recebi uma carta do Governo do Estado De SP cobrando as dívidas de IPVA dos anos 2001/2002/2003/2004/2005.
    Como eu já tinha vendido o veículo e tinha a prova através do documento de transferência efetuado no dia 12/06/2000.
    Procurei um despechante e ele me informou que deveríamos fazer uma impugnação da comprança do imposto, a qual foi feita e e enviada ao órgão, o qual indeferiu a impugnação.
    Em março do 2007, fui ao DETRAN e fiz uma declaração de bloqueio do veículo.
    No mesmo dia distribui uma AÇÃO DECLARATÓRIA PARA ANULAÇÃO DE COBRANÇA DA DÍVIDA.
    Agora, semana pasada, AGOSTO DE 2008, recebemos a sentença informando que a Ação foi julgada IMPROCEDENTE.
    Vou apelar.............
    Alguém teria alguma outra sugestão?
    Desde já agradeço.

    Fernanda

  • mazinha_1

    mazinha_1

    ola' amigos,
    a alguns anos em 1994 comprei uma parati em uma loja de carros aqui da minha cidade transferi para o meu nome td certinho,um ano depois resolvi vender e quando o cara que estava comprando foi ao detran fazer a vistoria deu q o carro tinha o chassi aduterado e emediatamente ele foi recolhido pela policia.
    em 2003 fui avissada que tinha uma divida desse carro pq ele nao foi dado baixa,na verdade ele se encontra no meu nome aindae diz q ele esta em circulacao,so sei disser q eu nao tenho nenhum documento q eles tomaram o carro.
    hoje dia 27/11/2008 fui na fazenda e paquei td que eles dissem q eu devo,foi 13 anos de ipva etc,2.287,00
    paquei pq precisa de pegar uma negativa com a fazenda e nao conseguia,mais agora vou correr atras do meu prejuizo e alguem tem que se responsabilizar por isso,preciso tirar esse carro do meu nome,se nao ano quem vem tenho q pagar ipva denovo,ninguem merece.
    se alguem pode me ajudar,deive algum comentario aqui

    obrigadao

  • RCM ASSESSORIA

    RCM ASSESSORIA

    Prezada fernanda,
    verifique se a dívida no momento de sua ciencia ja não estava prescrita.

    Ha necessidade de saber qual foi a fundamentação de seu pedido na ação anulatória.


    Caso do denis, o seu é mais fácil, poderá impetrar ação judicial em desfavor da agencia de automovel, inclusive reparação de danos se houver


    caso mazinha - impetrar ação de indenização em desfavor da loja que vendeu o veiculo.

    Espero ter ajudado

    boa sorte

    reginaldo coutinho

  • simone

    simone

    Recebi da receita uma fatura para pagar o IPVA de uma motoneta, que foi vendida em 96, ano 87, cobrando os IPVAs de 2001 a 2006, a pessoa que comprou não passou para seu nome e não tenho mais contato, como devo proceder, somente agora fui notificada!!!! Alguem sabe me orientar?

  • Fabiana Ferreira_1

    Fabiana Ferreira_1

    vendi meu corsa em 27/07/07 , tenho o comprovante datado e reconhecido firma, a fazenda está cobrando o ipva 2007, o carro foi transferido p/ curitiba em nov 2007.Tenho que pagar essa dívida, o que fazer, alguem pode me ajudar, porque o prazo p/ pagar é até dia 23/12/08 entra na dívida ativa

  • Alessandra_1

    Alessandra_1

    Realizei o financiamento de uma moto a quase dez anos e a pessoa sofreu acidente com essa moto e deu perca total, perdi o contato com a mesma e não fiz a transferencia da moto para o nome dela, agora estão cobrando os IPVA´s em atraso. O que devo fazer?

  • BELLE

    BELLE

    Vendi um veículo (1981/1982) entre 1993 e 1995, assinei o documento de transferência, td certinho. Ocorre que em 19.12.08 recebi uma cobrança de IPVA do ano de 2001, no meu nome e em meu endereço atual (não sei como conseguiram), só que naquela época não se reconhecia firma em cartório, e a pessoa pra quem vendi não transferiu o bem para seu nome. Tem como bloquear esse veículo administrativamente, pra que a pessoa o transfira para seu nome. Pq temo que se acontecer algo mais grave, posso ser presa por crime que não cometi. PS. não tenho nenhum documento da época relativamente a venda efetuada, nem contato com o comprador. Por favor me diga o que devo fazer.QUERO AVISAR QUE BLOQUEEI O VEICULO JUNTO AO CIRETRAN DE OSASCO E VOU DAR ENTRADA JUNTO AO MINST.DA FAZENDA (DA SUA CIDADE) P/CANCELAR OS IPVAS P/NÃO VIREM MAIS NO FUTURO....

  • Osana Antunes

    Osana Antunes

    Meu caso é parecidíssimo com o da Belle de Osasco

    Vendi um veículo (1987) entre 1993 e 1995, assinei o documento de transferência, td certinho. Ocorre que em 19.12.08 recebi uma cobrança de IPVA do ano de 2001 a 2006, no meu nome e em meu endereço atual (não sei como conseguiram), só que naquela época não se reconhecia firma em cartório, e a pessoa pra quem vendi não transferiu o bem para seu nome. Tem como bloquear esse veículo administrativamente, pra que a pessoa o transfira para seu nome. Pq temo que se acontecer algo mais grave, posso ser presa por crime que não cometi. PS. não tenho nenhum documento da época relativamente a venda efetuada, nem contato com o comprador. Por favor me diga o que devo fazer....... Me ajudem. porfavor, pois não tenho este dinheiro e esta dívida não é minha, uma vez que todo ano pago meu IPVA certinho e a vista!!!

  • BELLE

    BELLE

    QUEM TEM PROBLEMAS COMO EU, DEVERÁ DIRIGIR-SE AO CIRETRAN DE SUA CIRCUNSCRIÇÃO (CIDADE) E REQUERER O BLOQUEIO DO VEICULO , É FEITO NO MESMO DIA (PREENCHIMENTO DE REQUERIMENTO FORNECIDO PELO CIRETRAN). APÓS O BLOQUEIO DEVERÁ DIRIGIR-SE A SECRETARIA FAZENDA DE SEU MUNICIPIO, COM O DOCUMENTO DE BLOQUEIO E A COBRANÇA DO IPVA, E REQUERER A ANULAÇÃO DA COBRANÇA DESSE IPVA QUE RECEBEU E NÃO RECEBER MAIS NENHUM OUTRO NO FUTURO... ESPERO TER AJUDADO VCS..... POIS DA MESMA FORMA QUE TIVE ESSA INFORMAÇÃO, PASSO A VOCÊS P/ QUE POSSAM RESOLVER SEUS PROBLEMAS......FELIZ NATAL E UM OTIMO ANO NOVO 2009 PARA TODOS..........

  • Beth Duarte

    Beth Duarte

    Dei um carro como entrada a uma concessionária hoje extinta. Desde 2003 a compradora não paga o IPVA e agora a secretaria da fazenda está me apertando. Tenho a transferência do carro que fiz para a a pesso aporém a mesma não legalizou e agora o que fazer?

  • RCM ASSESSORIA

    RCM ASSESSORIA

    prezados membros boa noite.

    a duvida de vcs são a de muitos brasileiros que confiam na palavras de terceiros, alias palavras voam, mas vamos ao que interessa.

    bloquear o veiculo junto ao orgao de transito;

    Para quem fez a troca em alguma loja ou concessionaria, impetre uma ação de obrigação de fazer e tendo como reu a agencia ou concessionaria, buscando que o veiculo seja transferido num prazo improrrogavel de 10 dias, sob pena de busca e apreensão , além dos danos sofridos

  • Cintia Farkas

    Cintia Farkas

    Caros Colegas, estou com o mesmo problema de vocês. Recebemos cobrança de IPVA do ano de 2001, de um veículo vendido em 1998. O atual proprietario não realizou a transferência da propriedade, e só fizemos o bloqueio do veículo em 2005. Hoje mesmo liguei para a Secretaria da Fazenda, e recebi a informação de que os débitos anteriores à data do Bloqueio, devem ser pagos sob pena de se inscrever o nome do devedor no CADIN. Por isso, caso vendam um veículo, que a transferência de propriedade seja feita imediatamente, não dá para deixar para depois. Espero ter ajudado.

  • Larissa Teverão

    Larissa Teverão

    Boa tarde a todos! O meu caso é parecidissimo com o Denis 1 . Em 2005 entreguei o meu carro como parte do pagto de um novo carro a uma agencia de veiculos , porém o mesmo não foi transferido para o novo proprietario ate o momento. Ja realizei o bloqueio por falta de transferencia no Ciretran e agora estou recebendo o PPD de um IPVA de2006 onde cita que o meu nome pode ser incluido na divida ativa. Estou preocupadissima me ajudem por favor...

  • Carina Silva

    Carina Silva

    ola meu caso é parecido com o da Simone, só que não fiquei com nenhum documento da venda, para fazer o bloqueio do veículo, que documentos tenho que ter?