Ir direto ao conteúdo

Redes Sociais do Jus Navigandi

  1. juliane_1
    30/11/2007 02:23

    Olá bom dia ! tenho um flho de quase trez anos ,que foi regeitado até sair o exame de dna , apos este exame o pai continuou o ignorando pagando pensão por 4 messes ,apos este periodo ficou cinco messes sem dar um tusão ou ver seu filho a um ano os avos o conheceram ,mas mesmo assim ele não queria nenhum contato do meu filho com seus familiares ,por ele ser casado e ter outro filho ,a dois messes ele paga a pensaõ , mas ignora totalmente a criança o que eu posso fazer no caso destes messes atrasados , qual o primeiro procedimento a tomar o que vai acontecer , ele alega que não pode pagar a pensão de menos de 300,00 reais sendo que ele trabalha por conta , e pode ganhar bem mais só vai trabalhar quando quer ..mentiu na audiencia divendo que tinha n dividas que é mentira . a familia ama meu filho e não palpita na minha decisão porque sabe que ele esta errado.fiz um dna publico mas mesmo asssim ele acha que não esta certo quer pagar um exame novo ,o que eu fasso devo fazer este novo exame , sendo que sempre soube que o filho era dele ,e mesmo tendo um exame nas mãos , ainda ele alega que eu trabalho e que gasto o dinheiro comigo , tenho tres filhos e só um é dele trabalho ganho 500,00 reais meu filho mais velho tem algm problemas ,então gasto com piscologo ,fonodiologo, piscopedagoga , tirando tres peruas escolares mais plano de saude ,meu dinheiro ão dá minha mãe que trabalho e tem 63 anos , já teve muitos problemas de saude que me ajuda ... teria alguem que pode me orientar melhor ,obs: ele consome droga e vamais vou deixar meu filho sair soinho com ele , pois ele oferece risco para criança pois ele já me pediu e eu neguei .obrigado desde já meu email é july_k6@hotmail.com
  2. Vitor Shimabukuro
    05/12/2007 11:22

    Olha, primeiramente, você mencionou sobre audiência, qual tipo de ação?

    Segundo, eu recomendaria ação judicial de alimentos. Assim, você juntaria aos autos todos os gastos com o filho dele, sendo que o Juiz analisará e dirá o quantum a ser pago..
    Caso ele não pague, nessa ação, basta notificar o juiz, que, em não pagando em 3 meses, expedirá mandado de prisão...
    Acredito que depois de uns meses na prisão, ele irá respeitar mais o juízo e pagá-la devidamente..

    Quanto ao outro exame.. deixa que faça, desde que em uma clínica idônea... Isso apenas irá demonstrar, novamente, o que já é claro, que ele é o pai da criança...
  3. juliane_1
    10/12/2007 02:58

    muito obrigada pela ajuda o fato dele consumir drogas faz com que ele não seja resposavel , sseráque o juiz leva isso em consideração , ele alegou que vai vender o carro que trabalha ai não precissará pagar a pensão , na verdade já pos o carro a venda . ok. obrigada
  4. Viviane Coutinho Dos Santos
    10/01/2009 15:32

    Tenho um filho de dois anos e oito meses no qual em 2006 pedi pensão alimenticia e ficou estipulado o pagamento de 27%do salario minimo pagos ate o dia 10 todo mês.mas nunca foi depositado no dia certo e esta atrasada os meses de maio/novembro/08 e desde o ultimo reajuste do salário ele não paga a diferença e sempre quando vai completar três meses de atraso ele deposita um . Gostaria de saber como faço para receber na data certa e o valor certo .
  5. solange mendonça
    24/02/2009 19:50

    Ola, sou separada judicialmente, tenho um filho de oito anos. Na separação o pai se comprometeu em dar um salário minimo de pensão alimenticia. Nunca havia se atrasado, mas depois que me mudei de cidade começouele começou a atrasar, e eu conto c esse dinheiro p a alimentação do meu filho.Quero saber se tenho o direito denão deixa-lo buscar o filho p o fim de semana que ele passa c o filho se a pensão estiver em atraso...Obrigada... e qual atitude devo tomar nesse caso?
  6. Roberta Pulcino
    25/02/2009 13:51

    Boa Tarde,
    Tenho 2 filhos, ganhei uma ação alimenticia para os dois em R$ 300,00, para os dois, o pai deles alegando não poder pagar mais.
    Após 5 meses de pensão paga, ele alegou não poder aumentar a pensão determinado pelo juiz na audiencia, alegando que foi mandado embora do emprego que estava e arranjando outro sem registro.
    Ele foi mandado embora deste emprego e não depositou a parte das crianças da recisão, nem das ferias e não depositou a pensão do mes, esta indo para o segundo mes de atraso. Qual o procedimento que devo tomar para que isso não se prolongue.
  7. Isabella silva
    26/02/2009 18:49

    Como faço pra consultar com anda processo,pela interner,será q essa pergunta alguem pode me responder,é de pensão alimentícia e reconlhecimento de paternidade.
  8. monica nascimento castro
    02/03/2009 10:17

    eu queria saber, arrumei uma advogada ai no forum para resolver sobre a penção alimenticia mas ja esta com nove meses e nada resolvido ainda ,o pai ja foi viajar no final do ano passado ,e ja volotu ele não reside no mesmo enedereço eu liguei pra a advogada ela disse pra mim conseguir o endereço dele de novo ,sera q eu vou ter q ficar correndo atraz do endereço dele sempre
    a advogada me disse hoje q não esta nada resolvido pq foi no endereço mas não o encontrou ,mas acho q ja era pra ter sesolvido obrigada aguardo resposta
  9. duennys rodrigues
    14/03/2009 22:56

    olá meu nome é Duennys, tenho 26 anos e sou universitario.
    estou separado ja irá fazer dois anos,tenho uma filha de 4 anos,minha ex esposa nao aceitou muito bem nossa separaçao causando assim muitos conflitos incluindo minha filha no meio das discurçoes,ela poe minha filha no meio das frustaçoes do nosso casamento mau sucedido,ela usa minha filha pra mim atingir ao ponto de nao deixar minha filhar passar o dia comigo,minha filha mim adora e quer sempre ficar comigo,até crises emocionais ela tem quando vai pra casa da mae,fica chorando aos berros pq quer ficar comigo,a mae sabendo disse fala coisas horriveis ao meu respeito pra minha filha de 4 anos,com por exemplo; qu eu nao presto e q queria q morrece... minha filha vem mim contar isso assustada nao querendo meu mal,ela esta fazendo pressao psicologica com minha filha e nao acho isso muito certo,eu pago sempre a pensao q o juiz determinou pago sempre em dia,uma vez fui na escolinha em q ela estuda,ela estava com a roupinha rasgada enquanto a mae vive em salao de beleza,muda de roupa sempre coisa q eu nao faço,tenho pena da minha filha,queria o direito de cuidar de minha filha tbem,mas a mae faz sempre confusão,sempre fazendo barracos,é uma pessoa totalmente sem noçao,faz mau a propria filha sem se emportar com as concequencias,possiveis disturbios psicologicos causados por esses descontroles,sinto muito por minha filhinha,eu a amu muito...
    resumindo tudo; o q posso fazer pra me livrar da mae dela q me empede de qualquer forma de me aproximar da minha filha?
    estou desesperado, nao quero ver minha filha crescendo dessa forma longe de mim.
    por favor gente! espero respostas,abços.
  10. J.J.
    14/03/2009 23:36

    duennys
    Você pode entrar com uma ação de regulamentação de visitas,a visita é seu direito,ela não pode dificultar ou impedir, se o fizer,será penalizada.
    A respeito do comportamento dela,procure o Conselho Tutelar,relate o caso e peça que eles conversem com ela adivertindo-a do mal que está causando à filha e do respeito que ela deve ter com o vínculo afetivo entre pai e filha.
    Se não resolver procure a Vara da Infancia e Juventude ou a Promotoria e relate sobre o comportamento dela.
    Você também possui o direito de pleitear a guarda dela, perante a lei você tem o mesmo direito de conviver e criar sua filha que ela.O Código Civil dispõe que o Poder familiar é de ambos e não só da mãe.
    Att
    J.J.
  11. Merielen_1
    16/03/2009 10:19

    Bom dia, tenho uma filho com 06 anos de idade, entrei na justiça antes dele completar 01 ano de vida, foi determinado pela justiça o pagamento da pensão no valor de 45% do salário mínimo, o pai dele trabalhava na TNT na época, mas em Janeiro deste ano o mesmo ficou desempregado e depois do desemprego o mesmo não pagou mais a pensão do meu filho, quero orientações do que fazer. Obrigada.
  12. J.J.
    17/03/2009 00:19

    Merielen
    Deixe completar 3 meses,procure um advogado e entre com uma ação de execução de alimentos,se ele não pagar irà preso.
    Digo para esperar completar 3 meses, porque falta pouco tempo para isso,e se for antes de completar os 3 meses,será outro tipo de ação e demorará mais para receber.
    Desemprego não é desculpa pra não pagar pensão,ele terá que pagar,por bem ou por mal.
    Att
    J.J.
  13. keliane silva mota
    20/03/2009 10:52

    Eu tenhoa 20 anos eu ainda tenho dereito a penção do meu pai ? minha mãe já botou ele na justica mais tinha 10 anos e eles falou que emquanto eu estivesse estudando ele tinha que comtinua pagando e tem tres anos que ele não paga eu comtinuo estudando e morando com minha mãe e ele não mi da nada. o que é que eu fasso? posso botar ele na justiça de n ovo?
  14. Pri_1
    30/03/2009 19:54

    Tenho um filho de 7 anos, e me separei quando ele tinha 5 anos, e o juis estipulou o valor de 37% do salário minimo no ano de 2007, mas desde então ele ainda esta pagando o mesmo valor daquele ano, o que tenho que fazer? E quanto tempo demoraria pra regularizar? Obrigada.
  15. gislaine quirnef
    07/04/2009 17:53

    gostaria de saber os primeiros passos quando a pensao ta atrasada a quase 5 meses e o pai vem se esquivando de pagar esse e o meu caso so que ja fui atras e ele esta c/mandado de prisao expedido e gostaria de saber se posso processar ele por calunia difamaçao e danos morais mesmo sem ter o exame de dna a criança esta registrada mas desde quando ele assumiu ele me difama e fala que nao rem certeza que om filho e dele o que faço preciso de uma orientaçao ate o momento obrigado
  16. gislaine quirnef
    07/04/2009 17:55

    preciso de uma soluçao o mais rapido possivel obrigado
  17. cicera_1
    26/04/2009 22:34

    tenho 2 filhos e meu ex casou com outra e teve 3 filhos com a segunda
    e desta segunda já esta separado tbm o problema que ele
    só paga pensão para a segunda no valor de 200,00 reais e pra mim
    estava pagando 150,00 e tem 3 meses que ele não paga
    como eu faço pra acertar o valor dessa pensão pq recebo menos
    e tem 4 anos que a pensão não tem reajuste que procedimento
    eu devo seguir para reajustar minha pensão??
  18. cicera_1
    26/04/2009 22:46

    me esqueci de fazer uma pergunta tenho 2 filhos e meu ex tem mais 3 filhos
    com outra que tbm não está mais com ela por eu ter 2 e ela 3 filhos
    minha pensão é menos obrigada aguardo resposta
  19. silvia_1
    01/05/2009 01:57 | editado

    ola td bem. OLha meu marido teve um filha fora do meu casamento.MAs ele nao reconhece a filha nunca reconheceu Sempre pagou a pensao.
    Ela ja tem 17 anos.. Ela mandou um recado pelo mail meu silvia,, QUe , o pai dela era obrigada a reconhecer ela, ATe ai eu sei que nao tem lei obrigar ele reconhecer a ter conatos com a gente e com os nossos filhos ..
    ELe e obrigado a reconhecer ela ficar com ele exigi algo. dele .. EU SEI QUE A PENSAO E OBRIGADO maS ELE NAO QUER NADA COM A MENINA quER TER DISTANÇIAS prA NAO FICAREO ME PROVACANDO EU E ELE.. E COM 18 ANOS . PARA A PENSAO pq ELE E AUTONAMO teMOS RENDA POUCOS ,,, ME AJUDA POR FAVOR SILVIA ELA FALAOU QUE VAI PROCURARAO O FORUM PRA FAZER O PAI FICAR COM ELA , DE CONHECER ELA Eu sei que ela nao estuda nao formaçao direita na escola ,, E verdade, se ela quizer ele paga a faculdade ela , ele e obrigado PQ nem pro os meu filhos nao fez faculdade PQ nao temos me ajuda ,,,, ELe tambem eum homem muito doente agora tem glaucoma, e diabete
  20. Isabella silva
    01/05/2009 23:37 | editado

    Querida Silva,eu ñ sou advogada mais nem é preciso ser pra saber q o seu marido se comprovada a paternidade ele será obrigada sim reconhecer são as leis,desde q a mãe procura ou até mesmo o filho qd ja entende o pai é obrigada a reconhecer,o juiz primeiramente pedirar o exame e dpois confirmada a patenidade obrigará o reconhecimento,se o pai tiver duvida e feito o exame se ele ñ tiver e reconhecer por livre vontade nada de justiça mais se,se negar o juiz entra em ação.é isso aí.espero ter ajudado.se eu tiver errada alguem me corrigi.Outra coisa minha qd o pai ñ é obrigada a ter contato se ele ñ quer se ñ tem afetinidade nenhuma ,que ñ é o certo mais talvez por algum motivo prefere se manter a distantacia,mais o reconhecimento é dar o nome pra ela isso sim ele se ela ou a mãe exigir ele é obrigada.

Participe do Fórum

Entre com seu cadastro do Jus Navigandi:

Esqueceu sua senha?

Não tem Facebook e quer participar do Fórum?

Faça perguntas, responda dúvidas e discuta assuntos jurídicos. É fácil e grátis!

JUS NAVIGANDI NAS REDES SOCIAIS