Ir direto ao conteúdo

Redes Sociais do Jus Navigandi

  1. Vanessa
    21/05/2008 14:51

    Minha tia trabalhou registrada numa empresa durante 1 ano e 7 meses, de 1999 a meados de 2001. Em março de 2004, ela começou a trabalhar em outra empresa e foi demitida em setembro de 2007. Ela está com “buracos” na contribuição previdenciária, ou seja, aproximadamente 3 anos correspondente à 1º empresa e 8 meses, a ultima. Eu gostaria de saber se ela poderia se cadastrar como contribuinte individual c/ data retroativa (a partir do ano 2001)? Em caso positivo, o cadastro poderá ser feito pela internet sem a comprovação de renda? Pois ela está trabalhando como diarista (autônoma).
    Caso ela consiga um emprego registrado, o quê acontecerá com o cadastro dela como contribuinte individual? (Sabemos que as empresas recolherem o INSS dos empregados através do desconto em folha de pagamento).

    Se ela quiser contribuir, inicialmente com 11% do salário mínimo e, posteriormente, com 20% de R$ 1000,00, por exemplo, ela poderia fazer esse tipo de “migração” de um salário de contribuição de valor menor para outro maior?
    Quantas contribuições aproximadamente ela deverá efetuar, tendo por base o salário de contribuição no valor de R$ 1000,00, para garantir uma aposentadoria de valor maior? Atualmente ela está com 52 anos de idade.

    Obrigada!!!
  2. Dalton Alves Cassiano
    21/05/2008 15:16

    Olá Vanessa...

    Não tenho todas as respostas p/ suas perguntas, pois não sou da área previdenciária, mas saiba que tem diferença entre contribuição autônona e individual.

    1º autônoma, tem que se cadastrar na prefeitura como autônoma e recolher ISS. (tem direito à aposentadoria e seguridade)

    2º individual (só tem direito à aposentadoria)

    no segundo caso então, se ela se acidentar, não terá direito ao seguro.

    espero ter te ajudado, abraços!

Participe do Fórum

Entre com seu cadastro do Jus Navigandi:

Esqueceu sua senha?

Não tem Facebook e quer participar do Fórum?

Faça perguntas, responda dúvidas e discuta assuntos jurídicos. É fácil e grátis!

JUS NAVIGANDI NAS REDES SOCIAIS