Ir direto ao conteúdo

Redes Sociais do Jus Navigandi

  1. Maria de sale lucas
    30/06/2008 22:03

    Gostaria de saber como agir,nessa situação?Meu patrão me humilhou publicamente,e após isso,fiquei trabalhando sob pressão,ele fazia de tudo para me atrapalhar profissionalmente,para que pudesse me mandar embora por justa causa,mas como nunca conseguiu,resolveu pedir para eu decidir,se eu queria ou não continuar a trabalhar para ele,então resolvi sair.Ele não me pagou devidamente e quero correr atrás do que é meu por direito,o que devo fazer?Me dêem uma luz.Obrigada
  2. José Roberto Apparecido
    02/07/2008 12:03

    Maria, para buscar seus direitos, ingressar em juizo contra a ex empresa, reivindicando o que de direito, inclusive, danos pela humilhação imposta.
    Boa sorte
  3. Cristina Bastos Schlemper
    02/07/2008 15:48

    Pelo que entendi trata-se de típico caso de assédio moral, passível de indenização. Procure um advogado ou seu sindicato de classe na sua cidade e ingresse com a competente ação trabalhista.
  4. JB
    02/07/2008 16:03

    lembre-se também que testemunhas e fatos documentados são extremamente importantes para a situação.
  5. helio almeida de oliveira
    10/02/2009 03:50

    maria de sales lucas voce nao deveria ter pedido demiçao e sim ido primeiro procurar imformaçao voce tem direito de indenizaçao por danos morais e alem diso foi induzida a pedir demiçao coisa que e´erado se ele era seu patrao que te chamase particularmente e comversase com tigo nao te humilhar perante os outros ofendendo voce deve rever sua demiçao junto a um adevogado voce tem direito sim se ele te comtratou ele nao estava satisfeito com seu trabalho entao que lhe dese as comtas pagando seus direitos ese patrao tenque aprender respeitar o prosimo porque e´com seus empregados e´que ele comsegui subir na vida sem eles ele seria como nos seria tambem um empregado e estaria na mesma situaçao tem direto sim vai a luta nao desista a sua dignidade nao tem preso um abraso boa sorte...se quiser me mande um emeio ja pasei por iso e ganhei a causa meus direitos...
  6. helio almeida de oliveira
    10/02/2009 04:00

    perante deus somos todos iguais devemos respeitar o prosimo presisamos um do outro ninguem vive sozinho......voçe que ler esa mensagem ame seu prosimo como a ti mesmo.nunca abuse do defeito dos outros sem ver os seus propios.
    o patrao presisa do empregado o empregado presisa do patrao se um respeitar o outro o trabalho so vai bem.com insentivo e´claro anbas as partes.
  7. helio almeida de oliveira
    10/02/2009 04:05

    eu trabalho como axiliar mecanico as veses agente se estresa muito por falta ed feramentas mas penso se meu patrao qer que o serviço renda ele preçisa nos dar melhores comdisoes pra ter agilidade no serviço no mais vai tudo bem.
  8. rosângela_1
    27/04/2009 17:42

    minha cunhada é vendedoura em uma loja que ja trabalhei, e o mesmo que acontecia comigo, acontece com ela. pra começar ela é registrada como balconista, os patroes sempre chamam a atenção dos funcionarios, na frente dos clientes, pra humilhar (como ela diz, se fizer isso de novo brigo com vcs na frente dos clientes)
    sem contar que qualquer roupa que suje ou qualquer objeto que desbote os funcionarios que tem que arcar com o prejuizo(inclusive quando eu trabalhava, paguei muita coisa la, teve um ano que nos tivemos que pagar mais de R$ 250,00, de roupas sujas.
    e outra coisa apos bater o cartão de ponto tem que se esperar mais de meia hora a boa vontade do patrão fechar o caixa. nossa quantos clientes me perguntavam como eu aguentava tanta humilhação, e hoje perguantão a ela. Por favor me digam o que ela pode fazer!

Participe do Fórum

Entre com seu cadastro do Jus Navigandi:

Esqueceu sua senha?

Não tem Facebook e quer participar do Fórum?

Faça perguntas, responda dúvidas e discuta assuntos jurídicos. É fácil e grátis!

JUS NAVIGANDI NAS REDES SOCIAIS