Ir direto ao conteúdo

Redes Sociais do Jus Navigandi

  1. Ivan
    02/07/2008 18:03

    Olá,

    sou funcionário público - Lei 500/74 e queria saber se há a possibilidade de ser indenizado no caso de querer/sair da finção que me encontro. Como sou temporário há 15 anos e o governo de SP nunca aditou o contrato e este nem mesmo foi celebrado com tempo determinado, acredito q possa ser enquadrado como CLT. Será que pode haver tal possibilidade? Não é minha área mas a lei 500 em seu art. 1º que fala sobre a contratação, é clara quanto ao prazo pre-determinado. O contrato foi feito somente com início e nunca houve um aditamento. Isso é temporário? 15 anos? A lei permite tal feito? Como não sou concursado, creio q posso ser considerado CLT. Uma vez que depois de servir por tanto tempo e ter de sair com uma mão na frente e outra atrás é injusto. O que posso fazer para ter meus direitos de trabalhador garantidos (FGTS,PIS, etc)?

    Grato.
  2. maria lucia rocha silva
    18/07/2008 10:00

    sou funcionária pública municipal, faltam, 22 dias para terminar o estágio probatório, gostaria de saber se ainda posso ser reprovada, e em que circunstacias pode acontecer a reprovção. e como posso ser avaliada se sempre trabalhei sem supervisão
  3. Fabiana_1
    25/11/2008 17:32

    Olá!

    Sou funcionária pública, cargo efetivo da prefeitura de Itapevi. Desde Julho de 2008 estou de licença sem remuneração para tratar de assuntos particulares por até 2 anos.
    Passei em concurso para professora e fui convocada para no dia 01/12/08 a escolher a escola (minha preferência é para uma escola de São Paulo, cidade em que moro) para dar aula.
    Em virtude da minha situação de funcionária afastada pela referida licença, sou obrigada a pedir exoneração do cargo de Itapevi para tomar posse como professora do Estado?

    Obrigada pela atenção.
  4. Ana Cristina_1
    02/01/2009 00:43

    Tenho dois vinculos de trabalho: sou bancaria do BB e funcionaria estadual do governo do amapa. Trabalho no municipio de oiapoque e agora estou tentando transferencia para a capital. Estou em periodo probatorio no Estado, o qual termina no dia 27 de março. Consegui minha transferencia pelo banco e, agora estou em duvida sobre, caso nao consiga minha transferencia como servidora estadual, se posso entrar com pedido de licenca sem vencimentos, visto q o probatorio so termina na data citada acima? o q devo fazer pra tentar essa transferencia antes do termino do ´periodo probatorio?
  5. Orlando de Moura Costa
    06/01/2009 14:48

    Gostaria de saber se funcionário publico pode ter 2 vinculo empregaticio, pois sou funcionario publico e trabalho como porteiro em um condominio nas horas de folga.
    grato.

    Orlando Moura.
  6. DANIEL FELIX DAMASCENO
    08/01/2009 14:13

    Ola! Sou funcionario publico desde 2002 e a tres anos atras fiz o concurso publico municipal e comecei a trabalhar como concursado em jan de 2006, em 2008 tive desvio de função e cortte de gratificação faltando 02 meses para minha efetivação a perg. é :
    como tinha uma gratificação sobre salario durente 02 anos quero saber se eu tenho direito de cobrar para que seja fixa?
    E se com o desvio de função eu perco o direito de ser efetivado?
    E mais, qual a minha carga horaria e se tenho direito dwe exigir meu anuenio?
  7. digilaine c sbalchiero
    13/01/2009 11:02

    Meu esposo passou em um concurso publico municipal em primeiro lugar, mas por erro da administraçao da prefeitura, tinha do concurso anterior que ainda nao tinha vencido um candidato a ser chamado pro cargo em que convocaram meu esposo, depois de 6 meses já trabalhando demitiram meu esposo, pq o outro candidato entrou com um mandato de segurança. Gostaria de saber quais são os direitos que meu esposo tem . Obrigada!
  8. Amanda_1
    16/01/2009 14:24

    oii.. sou servidora pública desde maio de 2008.. e não recebi meu salário referente à maio,junho e julho de 2008. com o novo prefeito tenho direito de exigir meu pagamento??

    obrigada..
  9. marcos antonio eneias malta
    03/02/2009 18:21

    sou concursado na prefeitura de cuparaque e gostaria de saber se na troca do prefeito irei perder meu concurso ? e se ele nao pode mim efetivar?
  10. Luciano Santos Gonzaga
    17/02/2009 11:22 | editado

    sou funcionário publico em entre rios, tenho 02 anos de concursado, eu posso ser reprovado.

    Outra pergunta, sou motorista, e estou lotado na secretaria de saúde, onde recebo mais 45% sobre o salário base adicional noturno e insalubridade, eu posso ser transferido e perder esse valor a mais, sendo que tenho emprestimos consignados calculados em cima do valor liquido do contra cheque.
  11. mirian martins
    19/02/2009 23:13 | editado

    ola sou paga pelo repasse de verba do ministerio da saude , registrada por uma ong regime clt ,mas trabalho para a prefeitura a 9 anos ...
    eu gostaria de saber se existe alguma lei aonde depois de 10anos eu poderia reivindicar qualquer direito...
    obrigada
  12. Luciano Santos Gonzaga
    20/02/2009 10:48

    se vc é concursado ele não pode te demitir, pois vc é funcionário do muninipio e não do prefeito, caso que ele só faz quando se trata de funcionário contratado.
  13. edvan assis
    20/02/2009 10:58

    sou funcionário da prefeitura há doze anos e há aproximadamente uns três anos recebo hora extra no meu salário, essa hora extra pode ser incorporada no meu salário base em quanto tempo, ou se entrar um outro prefeito ele pode retirar essa hora extra?
  14. joana luiza de sousa
    23/03/2009 08:27 | editado

    Sou funcionária pública concursada a 06 anos, com a função de Agente Educativo sem plano de carreira. Pretendo participar de outro concurso no município, mas quero pedir licença particular e gostaria de ter informações sobre meus direitos e deveres:

    No decorrer da licença poderei participar de outro concurso do município em que sou efetiva?
    Posso ser contratada pelo município para exercer outra função por tempo determinado?

    Se tenho descontos em folha de pagamento é possível pegar licença? Como devo resolver essa situação?

    Se a licença é pra dois anos posso voltar antes de vencer caso esteja em condições de retornar?
  15. sergio paulo taborda
    29/04/2009 14:55

    Gostaria de saber se para ter direito a 6ª parte tenho que trabalhar ininterruptamente por 20 anos, ou posso somar os periodos trabalhados para o estado.
  16. PATRICIA ARAUJO PINHEIRO
    29/04/2009 21:42 | editado

    Sou funcionária pública da Prefeitura de Caxias RJ,desde setembro de 2008, sendo que quero sair do hospital onde estou trabalhando no momento e pedi uma transferência para outro hospital NO PRÓPRIO MUNICÍPIO, como devo agir?
  17. gilvanete souza verissimo
    29/04/2009 21:57

    Uma pessoa aposentada pelo inss e que também é servidora municipal com regime proprio, poderá se apósentar quando completar o tempo exigido?
  18. Tereza Nascimento
    08/05/2009 08:51

    Olá,
    Trabalhei no período de 1984 a 1989 em uma prefeitura do interior do Ceará, me desliguei no mes de Junho/89, não me pagaram rescisão de contrato e também o FGTS, gostaria de saber se funcionário público não tem esses direitos? Agora fui ao INSS fazer uma consulta de tempo de contribuição e descobri que mesmo tendo saido em 06/89 a prefeitura recolheu até o mes de Dezembro/89 e até hoje ainda consto como "Ativa" na Prefeitura, embora eles não estejam mais recolhendo.
    Por favor me orientem, que providência devo tomar, quais são os meus direitos? Eles apenas deram baixa na minha carteira.

    Obrigada e tenham um Bom Dia!
  19. Fernanda do Amaral
    21/06/2009 17:59

    Gostaria de saber se uma pessoa que trabalha como animador cultural pelo estado poderia exercer um cargo municipal de agente comunitário, já que são áreas diferentes (educação e saúde)? Lembrando que a carga horária no agente comunitário e de 40 horas semanais.
  20. MPMartins
    08/07/2010 12:33

    Bom dia.
    Se alguem puder me informar:
    Minha mãe é funcionária publica estadual, contratada pela lei 500, (Inst. Agronômico de Campinas- IAC), e completou 30 anos de contribuição em janeiro de 2009, e trabalhou até março de 2009 para cumprir 3 meses de licença que ela tirou. Em abril de 2009 ela deu entrada com o pedido de aposentadoria, e este foi publicado esta semana. Gostaria de saber se ela tem direito de receber o beneficio do período de Abril de 2009 a junho de 2010.

Participe do Fórum

Entre com seu cadastro do Jus Navigandi:

Esqueceu sua senha?

Não tem Facebook e quer participar do Fórum?

Faça perguntas, responda dúvidas e discuta assuntos jurídicos. É fácil e grátis!

JUS NAVIGANDI NAS REDES SOCIAIS