Pedreiro foi pago mais não terminou o serviço.

Francys Marcellus perguntou Sexta, 15 de agosto de 2008, 14h58min

fiz uma obra aqui em casa com periodo de 11 semanas, peguei todas semanas, mais a obra esta pela metade e ja terminei o pagamento. mais o pedreiro abandonou o serviço... falou que esta desanimado, nem teve aqui em casa pra conversar.

mais tenho telefone, endereço, e alguns dados dele... posso entrar com uma ação na justiça ? quais o procedimento ?

quero só que termine a obra. pois se houver uma chuva forte, vou perder tudo q tenho dentro de casa...

agradeço

Respostas

11

  • Adv. BJ

    Adv. BJ

    Sim, sem dúvida pode entrar na justiça. Teoricamente com uma ação de obrigação de fazer. No entanto, seriam necessários documentos para comprovar os fatos.

  • faruk

    faruk

    Tambem estou enfrentando o mesmo problema. O pedreiro recebeu o serviço, e nao terminou.
    Foi fazendo um monte de serviço errado e que eu tinha que pagar para corrigir, pagar para refazer. A todo momento inventando uma desculpa para os erros que ele cometia, o material só que ia embora, eu percebi que estava sendo lesado, enganado. Quando dei um basta nesta situação ele me disse que nao dava mais pra terminar a casa porque ele nao é escravo.
    Agora o que devo fazer?

  • Elson Pinheiro Bemfeito

    Elson Pinheiro Bemfeito

    Tive o mesmo problema de pedreiro que contrata outro pedreiro para fazer e depois sai reclamando que não está ganhando dinheiro e abandona a obra e começa em outra.
    Deixou vazamentos para a casa do vizinho, instalação eletrica sem terminar, paguei outro pintor para terminar parte da pintura, recebeu a mais para continuar outro serviço, deixou bagunça e entulho, deixou até as ferramentas.
    Não tinhamos contrato assinado, mas eu depositava em conta de um conhecido que repassava os valores ao pedreiro.
    Como fazer para eu receber devolução? Como fazer para dar continuidade ao serviço?

  • Paulo Roberto de Azevedo Reis

    Paulo Roberto de Azevedo Reis

    Tb estou passando por isso.
    Tenho um contrato de empreitada com prazo de entrega para 12/10/2008 e no dia 30/10 ainda longe em terminar (calculei mais uns 5 meses de serviço) tive que dispensá-lo. Procurei um advogado e este disse que só iria perder tempo e dinheiro acioná-lo na justiça.
    Para piorar, quase todo o serviço que ele executou tive que contratar outro para consertar, cheio de erros graves. Prejuizo de mão de obra e material.
    Na sua demissão desapareceram varios materiais, como janelas, vitrôs, telhas, ferragens, etc. que evidenciava ser ele o responsavel. Solicitei a policia que investigasse e não foram. Alegaram que se não provassem que ele foi o responsavel poderiam responder a processo indenizatorio.
    Depois disso ainda recebi por diversas vezes a visita dele me ameaçando e pedindo dinheiro, mandava seus credores sob a alegação que eu não o pagava irem no meu local de trabalho fazer cobrança na frente de todos que ali estavam.
    Agora estou sendo processado pela Justiça do Trabalho a pagar horas extras sendo que ele nunca fez, nem o horario normal das 44 horas semanais ele cumpriu.
    Testemunhas que pensei não ser problema tb deram canseira.... das dezenas de pessoas que presenciaram tudo uns poucos se prontificaram a me ajudar.
    Esta semana uma de minhas testemunhas pediu que não o chamasse pois tem filho pequeno e mora próximo ao elemento, etc... não precisa falar mais nada.

    Isso já se tornou rotina na vida dos brasileiros.

    Não vejo uma preocupação da justiça em beneficio da sociedade,
    vejo a justiça proteger e resguardar o criminoso.

    Na fábula da "Formiga e a Cigarra" esta se deu mal porque não estava no Brasil.
    Aqui a cigarra teria cesta base, auxilio isto, auxilio aquilo, direitos humanos etc e a formiga atras das grades com essas nossas leis.

  • Naldo Silva

    Naldo Silva

    Bom dia pessoal, pelo que percebi, nos que nao temos direitos com relacao a isso, ou seja, alem dele fazer o abandono do servico, se entramos em justica, ele que sai ganhando. Gostaria de saber se so podemos colocar na justica se tiver um contrato assinado pelo mesmo, pq muito raramente se faz esse tipo de coisa com esses servicos?

    Desde ja obrigado!!!

  • anna kelly

    anna kelly

    Ola, bom dia.Preciso tirar uma dúvida.Em um dos programas no quadro O CONCILIADOR, houve um assunto bem parecido com o meu.O pedreiro fez o serviço e não recebeu a quantia combinada.
    No meu caso, problema com 2 pedreiros-O 1º- Cometemos um erro, confiamos no pedreiro e efetuamos o pagamento adiantado sem a obra feita,resultado,o pedreiro não veio mais.O QUE PODEMOS FAZER??Devo recorrer ao juri de pequenas causas?

    O 2º caso pagamos o pedreiro por semana..foi acordado Sem contrato e sem recibo um valor pela obra, porém o pedreiro praticamente abandonou a obra à uma semana,conversamos com ele e o mesmo marcou um dia para esta aqui e continuar a obra,porém não veio.
    O QUE DEVEMOS FAZER?Devo recorrer ao juri de pequenas causas?

  • Edir Folador

    Edir Folador

    Paulo Roberto, estou com um problema muitíssimo parecido com o seu.

    Contratei uma empresa para reformar meu apartamento (dá até vontade de dizer qual é, mas por enquanto não posso enquanto não for julgada a ação), paguei adiantado e eles não fizeram nada, ainda por cima estouraram um cano do banheiro.

    As paredes que deveriam ser removidas com cuidado, removeram a base de marretada, o funcionário não tinha nem ferramenta para trabalhar (ahh, isso que eles mandaram esse funcionário só depois que coloquei eles no procon), ele ficou lá um dia e também não voltou mais.

    Eu entrei com uma ação para reparação de danos. Tenho todos os logs das ligações que fiz para eles, dos sms's enviados (pois não atendiam minhas ligações) e logs dos emails enviados. Espero poder usar isso na ação que estou movendo contra eles.

    Fiquei por mais de 45 dias tentando ligar para eles, e eles sempre me ignorando, as vezes atendiam e diziam que iriam começar a obra amanhã, eu ia lá mas ninguém aparecia.

    Quando o prazo acabou procurei um advogado e entrei com uma ação por reparação de danos materiais e morais. Vamos ver no que vai dar..

    Boa sorte aí.

  • Najara T.

    Najara T.

    Tenho uma amiga, que contratou um pedreiro para construir sua casa por 9 mil reais. Ela já pagou 7 mil e o cara abandonou a obra, disse que não quer nem saber, sendo que ele nem cobriu a casa ainda.
    Ela está construindo em cima da casa da avó e com a obra parada, está dando infiltrações e consequentemente causando mal à saúde da avó dela.
    Ela tem todos os recibos de pagamento a esse pedreiro.
    Porém, ela mora em outra cidade da construção, mas a mãe dela está cuidando do andamento dessa obra.

    O que ela pode fazer? Construção custa caro como todos sabem e eles não tem condição de pagar esse mesmo valor a outra pessoa....

    Ela deve recorrer ao Juizado de pequenas causas?

  • Pedreiro foi pago

    Pedreiro foi pago

    Bom dia, estou sem saber o que fazer, contratei um pedreiro para realização de uma obra em minha casa, no dia 15/11/2013, foi pago 1000,00 adiantamento para o mesmo que solicitou, fiz recibo e ele assinou, mas ele não apareceu no dia combinado dia 18/11/13 e não informou o motivo, no dia seguinte ele afirmou que iria na quarta dia 20/11/13, foi pela manhã as 7hs30min deixou material e disse que voltaria e não voltou, ficou de ir hoje 21/11/13 e não apareceu, enfim quero saber o que fazer, se posso fazer um BO, como roubo furto, se posso conseguir por meio legal meu dinheiro de volta, tenho o endereço e numeros de doc. Fui inocente em acreditar nele mas agora o que posso fazer.?

  • Giceli

    Giceli

    Caros senhores, infelizmente, não podemos confiar na palavra e na aparência das pessoas. Hoje em dia, tudo tem que ser colocado no papel. Não importa se o negócio é com parente ou amigo.
    Façam um contrato estabelecendo o tipo de serviço a ser feito, o prazo estipulado para a entrega do serviço, a forma de pagamento, o nome, identidade, CPF e o endereço completo do contratante e do contratado. Tire uma cópia dos documentos de identidade. Peça para eles assinarem o contrato, de preferência, arrume duas testemunhas para assinarem também. Todas as vezes que pagarem peçam um recibo. Guarde isso bem guardado para uma eventual necessidade. Vocês podem recorrer ao juizado especial cível ou na Justiça comum. outra coisa que eu já ia me esquecendo, peçam sempre referência. É preferível pecar por excesso do que se arrepender mais tarde.