Fabricio Rebelo

Fabricio Rebelo

Professor

Perguntas, Respostas e Comentários de Fabricio Rebelo

  • comentou em Desarmamento brasileiro: um fracasso incontestável

    Sábado, 19 de julho de 2014, 14h10min

    Senhores, a relação entre armas e quantidade de crimes, embora não seja exatamente o foco do artigo, é detalhadamente abordada na obra de John Lott Jr - "Mais armas, menos crimes". // Resumidamente, a questão é que o desarmamento civil, por só afetar quem cumpre as leis, e não os criminosos, retira da equação de equilíbrio da segurança pública um de seus fatores primordiais, que é a possibilidade de reação (da vítima ou de terceiros), fazendo com que os bandidos possam agir muito mais ousadamente. // A questão não se confunde com estimular reações, em absoluto, mas apenas consiste em não dar a certeza de que essa reação não ocorrerá. // Obviamente, não se defende a permissão ao uso de armas de modo indiscriminado, mas pautado em critérios objetivos e, principalmente, rígidas punições para as transgressões legais com seu uso.// O assunto ainda será especificamente abordado numa obra mais extensa. // Aproveito para agradecer as referências elogiosas ao trabalho.

  • comentou em Nordeste brasileiro: região mais violenta do mundo

    Domingo, 26 de janeiro de 2014, 18h22min

    Caro Luiz Teotony do Wally, Agradecendo a atenção dispensada a este artigo, diante do abalizado questionamento quanto aos dados do estudo mexicano, gostaria de sugerir como fonte de confrontação os números divulgados pelo Mapa da Violência, a partir de sua edição 2011 (estudo este adotado oficialmente pelo Ministério da Justiça), e aqueles que compõem o anuário do Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Os aludidos números não infirmam as conclusões do estudo mexicano, mas, ao contrário - e infelizmente - os confirmam, não se podendo distanciar da observação de que a análise se dá em taxas de homicídio a cada grupo de 100 mil habitantes, e não números absolutos. Com o registro das melhores saudações, Fabricio Rebelo

Precisa de Advogado?
Do u need lawyer