Brunna Marin

Brunna Marin

Publicações

  • Abandono afetivo

    27/08/2013 10:48Com Carolina Castro 20

    A jurisprudência vem se transformando, permitindo a indenização pelo abandono afetivo, não apenas como uma compensação pecuniária pelo desafeto, mas como uma forma de demonstrar o valor daquele filho, que mais do que ser provido materialmente, necessita de atenção, cuidado.

Precisa de Advogado?

Precisa de
Advogado?