Alertar aos Profissionais de Direito para a Pesquisa Jurídica Informatizada.

Estamos em 2017 e você ainda é um profissional que vive comprando livros, assinando revistas de jurisprudências que chegam todo mês em sua residência? 

Você ainda é daquele profissional que possui uma biblioteca em casa, lotada de livros e códigos todos alinhados? Ora, será mesmo que você está em 2017? Comprar livros físicos, códigos e revistas de jurisprudências para ter uma biblioteca em casa pode ser bem útil, mas, e se precisar deles há quilômetros de distância? 

E se naquela viagem de negócios, de lazer ou de qualquer outro fim vc precisar daquele livro que fica no canto superior esquerdo na terceira fileira de sua estante, o que fazer? Já sei, é só buscar no "Dr.Google" - afinal ele sabe de tudo - sobre o assunto que você quer saber.

Se vai buscar no "Dr. Google" para quê ter a Doutrina? Vejam que existem várias perguntas quando se liga o Direito a Tecnologia da Informação. E se eu disser que uma Blibioteca Virtual resolveria o seu problema.

Na verdade uma bliblioteca virtual pode resolver o seu problema, se realmente você souber usar. Nada contra aos apaixonados pelas doutrinas, códigos e bibliotecas físicas mas o profissional do Direito em pleno 2017 deve saber utilizar a Pesquisa Jurídica Informatizada(PJI). 

Falar em PJI é sem dúvida nenhuma falar em algo pouco utlizado pelos profissionais do Direito. PJI não é ir em um buscador da Web e simplesmente digitar o tema ou assunto para saber. PJI é se tornar um profissional capaz de utilizar bibliotecas virtuais em diversos sites Jurídicos e Institucionais.

Muitos profissionais não tem a noção da dimensão de tais bibliotecas. São ferramentas importantíssimas para o Profissional do Direito neste século. O acesso a informação através da PJI é sem dúvida a melhor ferramenta de todos os tempos. 

O que se levaria cerca de 24horas para se fazer uma pesquisa física em determinada doutrina ou código na bliblioteca virtual se leva minutos podendo ainda otimizar a pesquisa utilizando filtros relacionados ao assunto.

Esse artigo foi elaborado para no intuito de alertar aos profissinais do Direito sobre a importância da Pesquisa Jurídica Informatizada e da utilização de Bibliotecas Virtuais. 


Autor

  • Mário Antônio Barros Viana

    Graduado pela Faculdade de Direito de Campos; Pós-Graduação em Direito Civil e Processo Civil; Pós-Graduando em Direito Digital; Pós-Graduando em Compliance Corporativo; Capacitação/Extensão em Gestão de Escritórios de Advocacia; Capacitação em Informática Jurídica Avançada; Capacitação em Segurança da Informação - Computação Forense - Certificação Digital - Segurança da Informação Corporativa; Capacitação/Extensão em Direito Digital - Gestão do Risco Eletrônico - Redes Sociais e Mobilidade - Recursos em "Nuvem"; Cursou a Escola do Ministério Público RJ - FEMPERJ; Técnico em Contabilidade; Técnico em Informática; Técnico em Português Instrumental; ------ EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL: Estagiário Oficial da Defensoria Pública do RJ; Instrutor do Núcleo do Computação Eletrônica (NCE-RJ - Processo Eletrônico) UFRJ; Exerceu o Cargo Efetivo de Técnico da Secretaria de Ciência e Tecnologia - FAETEC - RJ; Exerceu o Cargo de Analista Administrativo - Prefeitura de Campos - RJ; Exerceu o Cargo Efetivo de Técnico Judiciário do TRE - RJ; Exerce Atualmente o Cargo de Oficial de Justiça Avaliador do TJ - RJ e Professor de Tecnologia Jurídica da Escola de Administração Judiciária do Tribunal de Justiça do RJ - ESAJ -RJ.

    Textos publicados pelo autor


Informações sobre o texto

Alerta aos Profissionais de Direito para a Pesquisa Jurídica Informatizada

Este texto foi publicado diretamente pelo autor. Sua divulgação não depende de prévia aprovação pelo conselho editorial do site. Quando selecionados, os textos são divulgados na Revista Jus Navigandi.

Comentários

0

Autorizo divulgar minha mensagem juntamente com meus dados de identificação.
A divulgação será por tempo indeterminado, mas eu poderei solicitar a remoção no futuro.
Concordo com a Política de Privacidade e a Política de Direitos e Responsabilidades do Jus.

Regras de uso