Comentários

A nudez do Ministro Joaquim Barbosa

A nudez do Ministro Joaquim Barbosa

O Ministro Presidente da Suprema Corte nos revela a sua própria nudez, ao admitir possuir diversos pesos e inúmeras medidas, o que já era de conhecimento de todos.

Publicado em . Elaborado em .


Comentários

7

  • 0

    helio pessoa

    Parece, realmente, contraditória e conflituosa a possição do eminente Ministro. Mas, prefiro ficar entre aqueles que acreditam na competência, responsabilidade e imparcialidade, inerentes ao nobilitante cargo e, exaustivamente exibidas por ele durante o julgamento do mensalão. É esperar para ver.

  • 0

    Dagmar José Belotto

    Gostaria de registrar minha satisfação em ler tal texto, tendo em vista que, não de hoje, nosso estimado Presidente do STF faz uso indiscriminado da mídia para se autopromover e longe dos holofotes comete barbaridades épicas, como por exemplo, "comprar brigar" com toda a classe de magistrados e injuriar os advogados, como fez no caso da criação dos novos TRF's.
    De início achava as atitudes desse nobre causídico dignas de respeito. Hoje, após um raciocínio crítico, creio que a maioria das decisões tomadas por este são de cunho apenas midiático, ou seja, aquilo que melhor soará e será divulgado pela mídia.
    Pessoa externas as relações jurídicas desconhecem esse lado do estimado ministro, porém, devem se atentar e não "engolir" tudo o que é informado pela mídia.

  • 0

    Jean

    1o, falando sobre política, nosso super heroi Batman colocou em pauta na época das eleições o mensalão do PT (que desde o começo foi pela mídia um caso de corrupção, não um caixa 2 que até minha padaria faz). O mensalão do psdb, que foi feito antes, foi deixado pra depois. Falando em questões jurídicas, posso ficar a vida inteira aqui questionando o domínio do fato versão STF, a prerrogativa de foro para pessoas sem mandato nenhum, etc. Se quiserem uma visão longa, mas bem passo a passo, recomendo: http://xeque-mate-noticias.blogspot.com.br/2013/05/informacoes-quentes-do-blog-o-cafezinho.html

  • 0

    Luiz Teotony Do Wally

    AQUI, PARABENIZO O DOUTO CAUSÍDICO PELO BRILHANTE ARTIGO. ARTIGO.

    COM ISSO, FILIO-ME AOS QUE ENTENDEM QUE O BRASIL CONTINUA SENDO O PAÍS DO FAZ DE CONTE, POSTO QUE A CF/88 VEM SENDO FERIDA PELA CORTE SUPREMA DO PAÍS, E O MAIS GRAVE, ESSAS LESÕES SÃO PRATICADAS POR QUEM DETÉM O PODER DEVER DE GUARDAR A INTEGRIDADE DA MESMA.

    ASSISTE-SE A VAIDADE DE ALGUNS DOS MEMBROS DA CORTE, INCLUSIVE EM APELO MIDIÁTICO, ONDE USURPAM O PODER DE LEGISLAR DO CONGRESSO NACIONAL, E ESSE, PUSILANMIMENTE SE CALA, FRENTE AO ATIVISMO INDEVIDO DO STF.

    ISSO AFRONTA O ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO.

  • 0

    Claudio F.B.

    Texto tendencioso e malicioso. Fredie Didier, no seu curso de processo civil, volume de recursos, explica como ocorre a possibilidade de modificação da decisão em sede de ED. Leia! Além disso, ainda não ocorreu o trânsito em julgado.

  • 0

    LE Dinardi

    Vê-se, de fato. incoerência quanto ao posicionamento do Ministro Joaquim Barbosa. Mas, cá pra nós, será que esse negócio do Duda Mendonça receber seus honorários do PT lá no estrangeiro e deixa-los por lá mesmo, sabendo-os pagos com dinheiro ilícito, não fede nem um pouco? O que aconteceu é que o Ministro Joaquim Barbosa teve que engolir meio que atravessado essa estória da "lisura do Duda". Faz uso de outro "set" de pesos e medidas... Tá certo! Eu também faria... Agora dizê-lo nu, como pretende o artigo, com todas essas alegorias e citações populares é bem próprio da baixa mídia e nem deveria estar aqui no Jus Navigandi porque traz em seu bojo muito mais a conotação de fofoca barata do que artigo jurídico de valor.

  • 0

    Henrique Macena

    O que se espera dum Ministro da mais alta Corte do nosso país é que seja no mínimo coerente em seu pensamento jurídico.

Voltar para o texto: A nudez do Ministro Joaquim Barbosa