Comentários

Findo o processo do Mensalão, quem ganhou e quem perdeu?

Findo o processo do Mensalão, quem ganhou e quem perdeu?

Em algumas oportunidades, a justiça é feita pelo Judiciário. Em outras, apenas povo está em condições de fazê-la. Foi o que ocorreu neste caso em que o STF/mídia condenou os petistas, mas o povo absolveu e até premiou o PT.

Publicado em . Elaborado em .


Comentários

25

  • 0

    José Carlos da Sila faria

    No caso em questão, esclareço que não sou de nenhum Partido, eu não sou Maria vai com as Outras. Deixo claro que ninguém chega a ser Presidente
    do Supremo só por sua própria Capacidade, ou seja depende do que tem a oferecer, no mundo todo assim funciona, e ele não chegou ao tomo sem aceitar o que lhe foi Proposto, já que o Cargo é por indicação. Se não aceitasse, outro seria o indicado. Está claro que ouve uma cobrança, e dali
    surgiu uma Briga, e houve sim um acordo entre os que condenaram os
    mensaleiros, os votos já eram favas contadas. Me surpreende é que, não
    existe provas concretas, apenas suposições, sobre fatos ocorridos por seus
    subordinados, ou mesmo amigos, e ele como presidente, ou como Diretor
    segundo o STF, com certeza não só sabia, como foi o mandante. Alegou-se
    então, A TEORIA DO FATO, sinceramente é a primeira vez que se viu, ou que se aplicou, e isso é muito perigoso. Bem, fato consumado. Só que
    O Povo brasileiro esta de olho no mensalão Mineiro, e sim aguardamos o mesmo critério. além disso, exigimos que se aplique aqui em São Paulo, já
    que crimes foram cometidos, e Autoridades Maiores alegam ~desconhecerem
    os Fatos. Mas, o STF, tem que aplicar a TEORIA DOS FATOS, onde não se precisa de Provas, se és a Autoridade Responderá na Cadeia pelos Crimes que seus Subordinados Cometeram. Se isso não acontecer, teremos então
    Absoluta certeza que a condenações dos Petistas Foram Orquestradas.
    Sou Brasileiro, não Absolvo Ninguém , mas exijo que os critérios sejam os mesmos, como mandamento da nossa Constituição Federal. Lugar de Criminosos é na Cadeia, sem distinção de Raça, ou Partido Politico.

  • 0

    Achilles

    Prezado colega.
    Com todo o respeito, fiquei estes dias preocupado com seus dois trabalhos. Se alguém levar ao MPF, temeria por resultar numa denúncia. É que houve, segundo me pareceu, e tudo salvo melhor interpretação de seus textos, difamação ou calúnia de chefe de um dos Poderes do Estado Brasileiro. No caso não prescindiria de representação para atuação ministerial.
    Se retirados, cremos, deixaria de oferecer riscos.
    Abraços.

  • 0

    Celso Félix Lima

    Meus parabéns por ter se revelado e não usar nome falso, definindo sua predileção partidária. Quanto ao artigo, sem comentários!

  • 0

    leonidio bomfim de Oliveira Filho

    Se é verdade o que diz o autor e elogiado pela Sra. Meire, estamos perdidos.
    Se o plenário do Supremo não decidiu tecnicamente, (a maioria indicado pelo próprio PT) é desejar tapar o sol com uma peneira. Os mensaleiros são inocentes, o povo e a historia vão dizer.Ora, vou concluir, lembrando alguns jargões populares, a saber: "PARA OS AMIGOS O BENEPLÁCITO DA LEI, E PARA OS INIMIGOS, O RIGOR ABSOLUTO DA LEI",
    Há pouco tempo vi uma matéria jornalística na TV, que mostrava a declaração de uma mãe, que dizia, chorando; o meu filho deve pagar pelo crime que praticou, (matou alguém) pelo mal que fez à essa família.
    Igual a muitas pessoas no Brasil. Como esses podem falar em justiça. Que ironia.

  • 0

    roberto gomes corrêa

    O autor da matéria tenta dar um caráter de imparcialidade no que escreve, porém fica clara a sua posição como "membro" da tropa de choque do PT.

  • 0

    Meiri Luci Vieira Fernandes

    BRAVO! Bravo, Dr. Fábio de Oliveira Ribeiro! Pela clareza e pela coragem de dizer o que pensa, e confesso que o quanto disse também penso. Não se trata de partidarismo político, mas de Direito; o Direito que poucos conhecem e a ele se dedicam, o Direito de quem tem garra, coragem. O julgamento do 'mensalão' não é o julgamento somente de líderes petistas, há condenados de outros partidos e também apartidários. O julgamento foi sim, incorreto e injusto - a história dirá!
    Aos seus indignados leitores, quero lembrar que numa democracia as críticas são bem-vindas e respeitadas mas, quando estiverem escrevendo, não ofendam os contrários nem ridicularizem a nossa língua portuguesa!

  • 0

    claudio

    Vamos ser mais dinamicos em comentar como Joaquim Barbosa para julgar.
    O Brasil há séculos vem sofrendo a falta de caráter de governantes que maculam suas imagens vendendo sua moral.Não se fala em reforma politica de forma séria e aplicável.O ali babá deste pequeno fraguimento de areia em um praia continua governando indiretamente infuenciando ainda a mídia,o legislativo ,o executivo mas,e o judiciário,ôpa! Parece que encontramos alguém que tenha peito pra começar a tirar estes fraguimentos de areia com aids do caminho para que, acabe um pouco com a contaminação que dá um péssimo exemplo para que a bandidagem cresça ainda mais em um país rico de tudo, e pobre de lixos como estes, que a sociedade tanto sofrida,pagando os impostos mais caros do mundo, tendo que assistir alguns magistrados incopetentes,imorais que não sabem discernir com justiça que a lei é feita para trangressores sejam eles icos ou pobres.É lamentavel ver homens com tanto poder e nenhum coração comprando e vendendo a moral da nação.

Voltar para o texto: Findo o processo do Mensalão, quem ganhou e quem perdeu?